Placas

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


GTX 1660 Super é uma placa de vídeo intermediária que chegou em outubro de 2019 como uma opção para jogos em resolução Full HD com altas taxas de quadros e boas configurações visuais. Apesar de também utilizar a arquitetura Turing e incluir chip TU116 como as outras placas da família, GTX 1660 e GTX 1660 Ti, esta versão aprimora a velocidade das memórias e promete atingir frequências mais altas de operação que os modelos anteriores.

A placa de vídeo da Nvidia é, atualmente, oferecida por cerca de R$ 6.349 na Amazon. A seguir, saiba mais detalhes sobre a ficha técnica da GTX 1660 Super.

Nova GTX 1660 Super tem memória mais rápida e performance que chega perto da GTX 1660 Ti — Foto: Divulgação/Nvidia

Ficha técnica da GTX 1660 Super:

  • Lançamento: outubro de 2019
  • Preço: a partir de R$ 6.000
  • Clock base: 1.530 MHz
  • Clock boost: 1.785 MHz
  • Memória: 6 GB GDDR6
  • Largura da interface de memória: 192 bits
  • Conexões: DisplayPort 1.4 – HDMI 2.0
  • Fonte de alimentação requerida: 450W
  • Cabo de alimentação: 1x 8 pinos

Especificações

A placa da Nvidia conta com boas especificações, que fazem com que a GPU possa atender quem procura uma placa para jogos em Full HD com alguma margem de desempenho. O volume de 6 GB de VRAM tende a permitir que os usuários explorem resoluções mais altas em games, mas não é tão permissivo quanto os 8 GB de concorrentes como a AMD RX 580.

Apesar de contar com menos VRAM que a concorrente, a GTX 1660 Super utiliza uma tecnologia de memória mais moderna, a GDDR6. O recurso faz com que a placa da Nvidia tenha um clock de memórias bem mais alto do que é encontrado em placas com memória GDDR5; como é o caso da RX 580.

A GTX 1660 Super promete ainda ser uma placa energeticamente mais eficiente que outros concorrentes no mercado. Assim, quando comparamos o modelo a placas como a RX 580, encontramos um TDP mais baixo na placa da Nvidia, afinal, se trata de um modelo intermediário lançado posteriormente.

Desempenho

A GTX 1660 Super é uma placa ideal para jogos em Full HD com taxas de quadro próximas aos 60 quadros por segundo. Segundo a Nvidia, a GTX 1660 Super oferece 20% mais desempenho que a GTX 1660, o que é evidenciado em títulos muito populares no cenário competitivo como Rainbow Six e Fortnite.

GTX 1660 Super fica mais rápida com a GDDR6 — Foto: Divulgação/Nvidia

Vale destacar que a GTX 1660 Super não oferece suporte às tecnologias de Ray Tracing e DLSS, que são recursos introduzidos em placas a partir da série 20 da Nvidia. De modo geral, a GTX 1660 Super tende a oferecer um bom desempenho mesmo em lançamentos com as definições gráficas entre médio e alto, mantendo ainda uma taxa de quadros bem estável.

Consumo

A GTX 1660 Super tem um consumo de energia na casa dos 125W, o que está dentro da média de outros modelos de mesmo segmento, e faz da GPU uma opção interessante mesmo para computadores gamer de entrada. Esse valor é cerca de 60W a menos do que concorrentes como a AMD RX 580, o que indica que a placa da Nvidia tende a ser mais eficiente.

Na parte de alimentação, a placa exige apenas um conector de oito pinos. Desse modo, é mais fácil encontrar uma fonte com 450W, valor recomendado pela fabricante. Utilizar menos conexões para alimentação também é mais um indicativo de eficiência, além de permitir uma melhor organização dos cabos dentro do gabinete.

GTX 1660 Super tem especificações interessantes para PCs gamer de entrada — Foto: Divulgação/Nvidia

Tipos de uso

Conforme mencionado, a GTX 1660 Super é uma placa que promete bom desempenho em jogos na resolução Full HD, mantendo a performance mais estável e apresentando boa qualidade gráfica mesmo em títulos modernos.

Apesar de não ser a proposta da GPU, alguns games competitivos populares como CS:GO e League of Legends podem até permitir que o usuário aumente um pouco a resolução de 1080p para os 1440p, mantendo ainda um bom nível de desempenho.

A GPU também é uma ótima opção para quem pretende migrar de uma GTX 1050, GTX 1050 Ti ou equivalentes, uma vez que, assim como as GPUs de entrada, a GTX 1660 Super não requer uma fonte muito potente do sistema, sendo assim adequada para ser combinada com processadores intermediários como Intel Core i5 e AMD Ryzen 5.

Preço e concorrentes

Atualmente, a GTX 1660 Super aparece por valores a partir dos R$ 6.349 na Amazon. No entanto, em dezembro de 2020, a placa chegou a ser oferecida por pouco mais de R$ 2.100 no mercado nacional, um valor que parece mais condizente com a proposta da GPU. O custo pode ser explicado pela alta de preços em componentes de hardware em geral, que se acentuou no primeiro semestre de 2021.

Asus Radeon RX 580 Strix — Foto: Divulgação/Asus

É possível dizer que a grande concorrente da GTX 1660 Super é a placa RX 580 da AMD, que assim como a placa de Nvidia, se tornou mais rara no mercado brasileiro. Apesar de utilizar uma tecnologia de memória mais antiga (GDDR5), a RX 580 oferece um volume maior de VRAM, com 8 GB na maior parte dos modelos. O preço da placa da AMD também enfrentou um aumento recentemente, sendo oferecida por R$ 7.850 no mercado nacional. Este é um valor relativamente alto, considerando que se trata de uma placa que, originalmente, era indicada para o público intermediário e avançado.

Os melhores lançamentos de jogos de junho!

Os melhores lançamentos de jogos de junho!

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo