Celulares

Por Milena Garcia, para o TechTudo

Vitor Grama/TechTudo

O Moto G9 Power foi um dos lançamentos da Motorola mais comentados de 2020 devido à bateria potente e ao custo-benefício. Da mesma maneira, o Galaxy M21S, anunciado pela Samsung no mesmo ano, traz a proposta de um celular intermediário, porém com algumas especificações de destaque, como câmera tripla e desempenho satisfatório. Nas linhas a seguir, compare os detalhes e preços de ambos os smartphones.

O celular da Motorola foi apresentado em dezembro de 2020 por R$ 1.899 e hoje em dia é visto por R$ 1.510 — desconto de R$ 390. Já o smartphone sul-coreano foi lançado em novembro de 2020 por R$ 1.699 e atualmente pode ser adquirido por cerca de R$ 1.215 (redução de R$ 485).

Galaxa M21S está disponível nas cores azul e preto — Foto: Divulgação/Samsung

Tela e design

As diferenças entre os celulares já começam quando o assunto é tela. Um pouco maior, o Moto G9 Power oferece display de 6,8 polegadas, enquanto o Galaxy M21S fica em 6,4 polegadas.

A resolução também não é a mesma, com vantagem para o modelo da Samsung desta vez. O sul-coreano conta com imagens em Full HD+ (1080 x 2340 pixels), exibidas em painel Super AMOLED. Do outro lado, a tela em IPS LCD do norte-americano inclui resolução HD+ (1640 x 720 pixels).

A tela do Motorola Moto G9 Power tem resolução menor do que o Moto G8 Power — Foto: Divulgação/Motorola

Quanto ao design, os rivais repetem as bordas finas, laterais arredondadas e câmera frontal localizada em um furo no display. Na traseira, o Galaxy dispõe o conjunto fotográfico em um retângulo, no Moto G a opção foi por um quadrado.

Câmera

Os smartphones têm diversas semelhanças em seus conjuntos fotográficos, porém o Galaxy M21S acaba levando vantagem entre os consumidores mais exigentes. Isso porque o celular inclui câmera tripla, com principal de 64 MP, ultra wide de 8 MP e sensor de profundidade de 5 MP.

Já o Moto G9 Power também chegou ao mercado com câmera tripla, porém com resoluções inferiores. São elas: câmera principal de 64 MP, sensor de profundidade de 2 MP e macro de 2 MP. Vale destacar também que o conjunto não inclui ultra wide, um requisito comum e bastante apreciado entre os aparelhos intermediários mais atuais.

A principal diferença fica por conta das selfies. O Samsung conta com 32 MP na frontal, que desbanca os 16 MP do celular da Motorola.

Um recurso que pode suprir essa defasagem é o Quad Pixel, presente no smartphone da Motorola, responsável por mais sensibilidade à luz, garantindo fotos mais claras e nítidas. Além disso, o Night Vision chega para melhorar a qualidade das fotos em locais com pouca luminosidade.

Também não faltam recursos fotográficos no celular da Samsung, com destaque para o Superestabilizador, que evita tremores durante as gravações e possibilita imagens mais suaves, e o Single Take, capaz de sugerir diferentes ângulos, efeitos e vídeos através de Inteligência Artificial (IA).

Desempenho e armazenamento

As diferenças quanto ao desempenho e armazenamento também podem acabar pesando na decisão dos consumidores. Quem sai na frente no primeiro quesito é o Galaxy M21S, que conta com o processador Exynos 9611, um octa-core de até 2,3 GHz de velocidade. A memória RAM disponível no smartphone é de 4 GB.

Do outro lado, o Moto G9 Power inclui o Qualcomm Snapdragon 662, também um octa-core, porém com velocidade um pouco inferior, de 2 GHz. A memória RAM segue a mesma do concorrente.

Apesar disso, o norte-americano ganha destaque quando o assunto é memória interna. Isso porque os seus 128 GB de armazenamento representam o dobro dos 64 GB presentes no sul-coreano. Ambos permitem expansão através de microSD, de 512 GB no primeiro caso e de 1 TB no segundo.

Bateria

Esse pode ser considerado um dos pontos fortes de ambos os celulares, com características que se equiparam a aparelhos topo de linha. Tanto o Moto G Power quanto o Galaxy M21S trazem bateria de 6.000 mAh. A título de comparação, os smartphones intermediários costumam oferecer apenas 5.000 mAh.

Moto G9 Power promete 60 horas longe das tomadas — Foto: Vitor Grama/TechTudo

A promessa da Motorola é de até 60 horas longe das tomadas, além disso o produto inclui carregador Turbo Power de 20 W, que promete proporcionar horas de carga em apenas alguns minutos. Do outro lado, a Samsung garante 48 horas em ligações, 26 horas em reprodução de vídeos e 21 horas de navegação online. O sul-coreano também inclui carregador na caixa, porém de 15 W.

Versão do sistema

Devido ao período de lançamento, os dois celulares chegaram ao mercado equipados com o Android 10. A boa notícia é que ambos já podem ser atualizados para a versão mais recente do sistema, o Android 11 - que, no caso da Samsung, inclui interface One UI 3.0.

Também é possível esperar que os concorrentes recebam atualização para o Android 12, porém nenhuma das fabricantes comentou as informações até o momento, quanto menos forneceu o calendário de liberação.

Quatro coisas que você nunca deve fazer no seu celular Android

Quatro coisas que você nunca deve fazer no seu celular Android

Android 11: como instalar apps de fontes desconhecidas? Veja no Fórum TechTudo.

Recursos adicionais

Não há grandes novidades entre os recursos adicionais presentes nas fichas técnicas dos smartphones rivais. Em comum, ambos trazem leitor de impressões digitais, Bluetooth 5.0, Wi-Fi de 5 GHz, dual SIM e entrada P2 para fones de ouvido.

Quem está buscando por NFC, que permite pagamentos por aproximação, e internet 5G não encontrará nestes telefones - já que ambos oferecem apenas o 4G/LTE.

Alguns recursos do Moto G9 Power que merecem ser destacados são: botão específico para o Google Assistente, reconhecimento facial e o aplicativo Hello You, que combina conteúdos, como notícias e jogos, a dicas sobre o smartphone.

O Moto G9 Power tem botão dedicado para acionamento do Google Assistente — Foto: Motorola

Preço

A passagem do tempo fez bem aos preços do Moto G9 Power e do Galaxy M21S, lançados há cerca de seis meses. Inicialmente os produtos foram anunciados por R$ 200 de diferença, o primeiro a R$ 1.899 e o segundo a R$ 1.699.

O Moto G9 Power está disponível na Amazon por preços a partir de R$ 1.510. Por sua vez, o Galaxy M21S sai por volta de R$ 1.215.

Moto G9 Power vs. Galaxy M21S

Especificações Moto G9 Power Galaxa M21S
Lançamento dezembro de 2020 novembro de 2020
Preço de lançamento R$ 1.899 R$ 1.699
Preço atual R$ 1.510 R$ 1.215
Tela 6,8 polegadas 6,4 polegadas
Resolução da tela HD+ (1640 x 720 pixels) Full HD+ (1080 x 2340 pixels)
Processador Snapdragon 662 (octa-core de até 2 GHz) Exynos 9611 (octa-core de até 2,3 GHz)
Memória RAM 4 GB 4 GB
Armazenamento 128 GB 64 GB
Cartão de memória sim, microSD de até 512 GB sim, microSD de até 1 TB
Câmera traseira tripla, 64, 2 e 2 MP tripla, 64, 8 e 5 MP
Câmera frontal 16 MP 32 MP
Bateria 6.000 mAh 6.000 mAh
Sistema operacional Android 11 Android 11
Dimensões e peso 174,2 x 76,8 x 9,7 mm; 221 g 159,2 x 75,1 x 8,9 mm, 191g
Cores verde e roxo azul e preto

Com informações de Motorola e Samsung

Samsung Galaxy A52: saiba tudo sobre o aparelho

Samsung Galaxy A52: saiba tudo sobre o aparelho

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo