Por Fernando Sousa, para o TechTudo

Divulgação/Dolby

Dolby Atmos é uma tecnologia que promete deixar TVs com áudio "de cinema". A tecnologia, que reforça o som surround, está presente não só em televisores, mas também soundbars, fones de ouvido, home theaters e muitos outros equipamentos. O recurso oferece mais canais e proporciona uma experiência ainda mais realista que o surround convencional.

Além disso, à medida que a tecnologia evolui, novas técnicas são utilizadas para oferecer mais realismo e imersão, além de qualidade aos conteúdos audiovisuais. A seguir, o TechTudo apresenta mais informações sobre o Dolby Atmos e tudo o que o mesmo pode oferecer.

Dolby Atmos reforça o som surround da TV e entrega qualidade 'de cinema'; entenda como funciona a tecnologia — Foto: Reprodução/Dolby

O que é?

O Dolby Atmos é uma tecnologia que aprimora o som surround, adicionando uma verticalização ao som espacial. O surround padrão simula o áudio 3D cercando o usuário horizontalmente, enquanto eletrônicos com a tecnologia prometem criar uma espécie de bolha virtual em volta do ouvinte, passando a ideia de que o som vem a partir de todos os lados.

Em outras palavras, além de dar ao usuário uma noção de qual direção vem o som, o Dolby Atmos permite sentir se o mesmo vem de baixo ou de cima, criando uma perspectiva mais realista e aumentando a noção espacial.

Além de depender de uma produção específica – ou seja, o áudio a ser reproduzido precisa ter sido desenvolvido para a tecnologia – uma experiência completa requer caixas de som posicionadas de uma forma mais elevada. Em um home theater, por exemplo, o Dolby Atmos pode exigir saídas adicionais acima dos speakers posicionadas à frente do usuário.

Tecnologia Dolby Atmos promete um ambiente completamente imersivo de som — Foto: Divulgação/Dolby

Som de cinema em casa

A tecnologia está em constante expansão desde 2012, quando o filme Valente, da Disney, levou aos cinemas pela primeira vez o Dolby Atmos. Desde então, diversas produções passaram a contar com o recurso, que também pode ser reproduzido em sistemas sem suporte ao mesmo – exibindo, portanto, configurações de áudio padronizadas.

Apesar de ser possível ter o Dolby Atmos diretamente em TVs com o recurso integrado, para uma experiência realmente parecida com o que se tem em salas de cinema compatíveis, vale. apena investir em um sistema de som mais robusto. Isso vai exigir, além de dinheiro, espaço e cuidado no posicionamento das caixas de som. Ainda assim, há soundbars no mercado que garantem uma experiência imersiva mesmo com menos canais.

Tecnologia da Dolby foi criada para salas de cinema de última geração — Foto: Divulgação/Dolby

Toda TV tem?

Não. O recurso está presente principalmente em televisores atuais intermediários ou premium. Muitas TVs com suporte ao som surround Dolby Digital ou Dolby Digital Plus podem emular o Dolby Atmos, mas a experiência não é a mesma.

No Brasil, TVs como a intermediária Philips PUG7625/78 e a top de linha OLED CX, da LG, ambas com 55 polegadas, são alguns dos modelos que trazem suporte nativo ao Dolby Atmos. As duas saem a R$ 2.699,10 e R$ 5.295,54, respectivamente.

Melhor com soundbar

Definitivamente uma soundbar tende a entregar muito mais qualidade de som e volume que um televisor – o que, por sua vez, vai impactar muito na experiência com Dolby Atmos. A tecnologia se beneficia de mais falantes, ou seja: quanto mais caixas de som, melhor.

No Brasil, é possível encontrar soundbars como a SN8YG, da LG, que sai a R$ 2.339,10, e a HW-Q800T, da Samsung, que custa pelo menos R$ 2.889,99, ambas trazendo suporte ao Dolby Atmos e também ao DTS:X, tecnologia com proposta muito similar. Vale ressaltar que sistemas mais complexos de home theater prometem entregar ainda maior imersão, mas demandam maior espaço e compatibilidade com tecnologias mais recentes.

Soundbar da TCL tem Dolby Atmos, subwoofer e 3.1 canais — Foto: Divulgação/TCL

Outros aparelhos

Além de TVs, sistemas de home theater e soundbars, a tecnologia Dolby Atmos também pode ser explorada por meio de aparelhos como notebooks, consoles e até mesmo smartphones. Na maior parte destes dispositivos, o ideal é utilizar um fone de ouvido, o que vai permitir uma virtualização do som para emular o áudio espacial.

Evidentemente, um fone de melhor qualidade vai entregar um desempenho mais adequado, e ainda é preciso considerar que, mesmo em dispositivos compatíveis com a tecnologia, como os Xbox Series X e Xbox One, nem todo conteúdo foi pensado para rodar com Dolby Atmos. Por isso, antes de investir na tecnologia, vale verificar a disponibilidade de jogos, filmes e séries compatíveis em seu console, PC ou mesmo serviço de streaming.

Notebooks da linha Yoga contam com Dolby Atmos para reforçar o som — Foto: Divulgação/Lenovo

Com informações de CNET e What Hi-Fi

*Nota de transparência: AliExpress e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo