Celulares

Por Sarah Gomes, para o TechTudo


O Mi 11 Ultra faz parte da linha premium da Xiaomi e foi apelidado de o “rei do Android”. O celular traz em sua ficha técnica especificações poderosas, tela secundária com painel da Mi Band 5 e a câmera tripla conquistou o título de melhor do mundo pelo site DxOMark. Outro destaque é a bateria de 5.000 mAh, que segundo a fabricante pode atingir a recarga completa em 36 minutos.

O smartphone foi apresentado em março de 2021, nas cores branco e preto, saindo a, pelo menos, 5.999 yuan, cerca de R$ 4.771 em conversão direta. Ainda não há previsão de chegada ao Brasil. Nas linhas a seguir, saiba tudo sobre o Mi 11 Ultra.

Mi 11 Ultra: tela traseira permite prévia de selfies com câmera de alta capacidade — Foto: Divulgação/Xiaomi

Ficha técnica do Mi 11 Ultra

  • Tamanho da tela: 6,81 polegadas
  • Resolução da tela: Quad HD+ (1440 x 3200 pixels)
  • Painel da tela: AMOLED
  • Câmera principal: tripla, 50, 48 e 48 MP
  • Câmera frontal: 20 MP
  • Sistema: Android 11
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 888 (Octa-core)
  • Memória RAM: 8 ou 12 GB
  • Armazenamento: 256 ou 512 GB
  • Cartão de memória: não
  • Capacidade da bateria: 5.000 mAh
  • Telefonia: Dual SIM (nano SIM)
  • Peso: 234 gramas
  • Dimensões: 164,3 x 74,6 x 8,4 mm;
  • Cores: branco e preto
  • Lançamento: março de 2021

Tela e design

Tela traseira do Mi 11 Ultra exibe chamadas, bateria e relógio — Foto: Divulgação/Xiaomi

A tela AMOLED do novo celular da Xiaomi é curva e tem 6,8 polegadas. O display traz resolução Quad HD+ (3200 x 1440p) e taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, o suporte para Dolby Vision e HDR10 + garante maior qualidade de imagem. O smartphone tem proteção do padrão Gorilla Glass Victus, tecnologia mais recente da Corning, enquanto a parte traseira é feita de cerâmica.

O Mi 11 Ultra apresenta a câmera frontal em um furo no canto superior. Já a traseira abriga, além das três câmeras, a segunda tela, um dos destaques do dispositivo. O display traseiro AMOLED de 1,1 polegadas é o mesmo da Mi Band 5, pulseira inteligente da Xiaomi. De acordo com a fabricante, a tela secundária tem como objetivo principal permitir que o usuário faça selfies com os sensores traseiros. Além de exibir pequenas informações como hora, bateria e notificações.

Câmeras

Mi 11 Ultra tem conjunto de câmera poderoso para uso profissional — Foto: Divulgação/Xiaomi

O arranjo fotográfico do Mi 11 Ultra é o principal destaque do smartphone. O lançamento da Xiaomi conta com três sensores que ocupam boa parte da traseira do telefone. Cada sensor desempenha a sua função e contribui para fotos de qualidade superior. O conjunto é dividido da seguinte maneira:

  • Principal: 50 MP e abertura f/2.0
  • Ultra wide: 48 MP e abertura f/2.2
  • Teleobjetiva: 48 MP e abertura f/4.1

Já a câmera frontal, é capaz de tirar selfies com 20 MP (f/2.2). Quanto aos vídeos, as câmeras do aparelho suporta gravação de vídeo em 8K a 24 fps. O dispositivo somou 143 pontos no ranking do portal de fotografia DxOMark. Segundo o CEO da fabricante, Lei Jun, o modelo é destinado para profissionais da fotografia.

O Mi 11 Ultra é o primeiro smartphone da fabricante chinesa que possui o sistema de foco a laser Time-of-Flight (ToF) que garante maior precisão e rapidez para focar as imagens. Outro destaque é o zoom, a lente teleobjetiva fornece zoom digital de até 120x e óptico de 5x.

Desempenho e armazenamento

O processador SnapDragon 888 garante ótimo desempenho para o Mi 11 Ultra — Foto: Reprodução/Tech Buff

O Mi 11 Ultra utiliza o processador Snapdragon 888 da Qualcomm. O chip possui oito núcleos e velocidade máxima de 2,4 GHz que opera junto à memória RAM de 8 ou 12 GB. Já de armazenamento interno, o dispositivo oferece modelos com 256 e 512 GB. Assim como os celulares da Apple, não há suporte para cartão de memória.

Bateria

Mi 11 Ultra vem com bateria de 5.000 mAh — Foto: Divulgação/Xiaomi

A bateria do Mi 11 Ultra tem capacidade de 5.000 mAh e suporte de carregamento rápido com e sem fio de 67 Watts. A fabricante promete que o carregamento completo do celular pode ser feito em 36 minutos. Além disso, o dispositivo da Xiaomi apresenta sistema de carregamento reverso de 10 Watts, que permite compartilhar a bateria disponível com outros dispositivos sem a necessidade de fios e tomadas.

Versão do Android e recursos adicionais

Xiaomi Mi 11 Ultra possui proteção contra água e poeira — Foto: Reprodução/Tech Buff

O Mi 11 Ultra sai de fábrica rodando o Android 11 com a interface da Xiaomi MIUI 12.5. O sistema operacional do Google oferece recursos como gravação de tela do celular, novas opções para a privacidade de dados e novas configurações para o modo escuro.

Outros recursos presentes no smartphone são suportes a redes 5G, NFC, infravermelho para controle de outros aparelhos, leitor de impressão digital sob a tela, Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.2. Soma-se a isso, a certificação IP68, que deixa o dispositivo resistente à água e a poeira.

Preço

O Mi 11 Ultra chegou ao mercado chinês em março deste ano, com preços que variam entre 5.999 a 6.999 yuan, a depender da versão escolhida. Em conversão direta, os valores são de aproximadamente R$ 4.771 e R$ 5.567. O smartphone da Xiaomi estará disponível para todo o mundo, mas ainda não tem data de lançamento no Brasil.

Com informações de GSM Arena

*Nota de transparência: AliExpress e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo