Sistemas operacionais

Por Giovanna Adelle, para o TechTudo

Reprodução/Baidu

O Windows 11 deve ser anunciado oficialmente pela Microsoft em um evento na próxima quinta-feira (24). Após o vazamento de supostos screenshots feitos por um usuário do Baidu, surgiu ainda na web uma build do sistema para desenvolvedores, disponível para download. A nova interface exibe um design mais simples e minimalista, muito parecida com a do recentemente cancelado Windows 10X.

Entre as principais características do Windows 11, podem ser destacados o "Menu Iniciar" centralizado, um novo modo de gerenciar janelas, ícones remodelados, widgets no desktop, wallpapers para modos claro e escuro e uma maior conectividade com o Xbox. Confira, a seguir, o que já se sabe e o que esperar do novo sistema da Microsoft.

Ícones da barra de ferramentas estão centralizados no Windows 11 — Foto: Reprodução/Baidu

Windows 11: você vai atualizar? Comente no Fórum do TechTudo

Desktop e visual

Tanto para o modo claro quanto para o escuro, os wallpapers do novo Windows 11 não deixam de chamar a atenção por serem imagens vívidas e com aspecto fluido. Vale lembrar que o design do novo sistema operacional traz janelas com cantos arredondados, que também estão presentes no Menu Iniciar.

Outra mudança significativa do design está no logotipo do Windows, que deixa de ter a forma semelhante ao trapézio para se tornar um quadrado, como o próprio logo da Microsoft. Além disso, ícones do sistema e o som de inicialização também foram renovados.

Menu Iniciar e demais ícones ganham nova aparência no Windows 11 — Foto: Reprodução/Baidu

Menu Iniciar e barra de tarefas

Antes dispostos do lado esquerdo da tela, os ícones de programas fixados passaram a ocupar o centro da barra de tarefas em uma disposição que lembra a do macOS, mas o usuário pode retorná-la para a esquerda por meio das configurações. A barra de pesquisa também está diferente: foi de um largo retângulo para um pequeno ícone de lupa na taskbar, que abre uma janela flutuante para digitar o programa desejado.

Acesso à barra de pesquisa do Windows 11 deverá ser pelo ícone da lupa — Foto: Reprodução/Baidu

Já no Menu Iniciar, o recurso "Live Tiles", ou Blocos Dinâmicos, foi retirado do sistema para dar lugar a uma hierarquia direta de aplicativos com ícones estáticos. Há também uma lista de apps e documentos recomendados, baseados nas atividades recentes do usuário.

Gerenciamento de janelas

O Windows 11 também incluiu novos controles de para maximizar e minimizar janelas, chamados de "Fancy Zones". Com eles, é possível posicionar janelas de aplicativos ou navegadores em zonas quadradas ou retangulares ao longo da tela apenas passando o mouse sobre o botão de restaurar tamanho. O recurso é uma atualização do modo cascata, que já existia em versões anteriores.

Windows 11 deve trazer novo sistema de organização de janelas inteligente — Foto: Reprodução/Baidu

Widgets

A barra inferior também conta com um ícone de widgets. Ao clicar sobre ele, um painel de atualizações é aberto para que o usuário possa fixar notícias de diversos assuntos, gráficos da bolsa de valores, previsão do tempo e até o placar de campeonatos esportivos.

Painel de widgets com notícias e outros blocos deve estar no Windows 11 — Foto: Reprodução/The Verge

Segundo o site especializado Gizmodo, o recurso pode ser uma substituição ao "Live Tiles", que incorporou a forma de widget e atalho. A tela que se abre ocupa grande parte da lateral esquerda. A última atualização do Windows 10 trouxe um painel parecido disposto perto do relógio.

Cortana escondida

Aba de configurações do novo Windows 11 — Foto: Reprodução/Baidu

Com a saída da antiga barra de pesquisa, o sistema operacional também retirou completamente o ícone da assistente virtual Cortana da barra de tarefas. Para ativá-la, é preciso configurá-la manualmente no menu de ajustes do computador. A mudança poderia estar associada a reclamações de usuários sobre as limitações da assistente em relação a outras presentes no mercado.

Outros recursos

Em abril deste ano, a empresa informou que estava trabalhando em uma atualização da Microsoft Store, mas ainda não é possível ver mudanças significativas no aplicativo. Uma das alterações poderia ser a inclusão de qualquer software do Windows, como navegadores e plataformas de comércio de terceiros. Para os gamers, ficou mais fácil acessar os jogos do Xbox Game Pass, suas redes sociais e a loja do Xbox com o novo app, que já vem integrado ao Windows 11.

Novo aplicativo Xbox facilita acesso ao painel de jogos no Windows 11 — Foto: Reprodução/The Verge

Com informações de Gizmodo, XDA-Developers e The Verge

Relembre: Novidades do Windows 10

Novidades do Windows 10

Novidades do Windows 10

Mais do TechTudo