Telefonia

Por Paulo Alves, para o TechTudo

Pedro Vital/TechTudo

A Vivo é uma das operadoras que oferecem no Brasil a tecnologia eSIM, versão digital do clássico chip de telegonia – o SIM card. A novidade permite baixar e instalar a linha de telefonia diretamente no smartphone, smartwatch ou tablet para fazer ligações e usar a internet.

Apesar das semelhanças de funções com os chips tradicionais, a principal característica do eSIM consiste em eliminar a necessidade de um componente físico inserido no smartphone, já que a tecnologia funciona graças a um microchip que já vem de fábrica no celular, garantindo ao usuário maior flexibilidade, segurança e conectividade. Veja, a seguir, as principais características do eSIM da Vivo e como solicitá-lo.

Operadores Claro, Tim, Vivo e Oi — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

O que é eSIM

SIM é um módulo de identidade acoplado a um dispositivo móvel e programado com número de série exclusivo, IMEI, ICCID, chave de autenticação e PIN. Sem um chip SIM, o telefone fica impossibilitado de fazer chamadas ou acessar a internet pela rede celular.

No Brasil, os primeiros aparelhos com suporte para eSIM chegaram apenas no começo de 2019 com o iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max. No entanto o surgimento do eSIM data de 2016 e está particularmente ligado à indústria da Internet das Coisas (IoT), que envolve aparelhos compactos e que, por isso, não têm espaço interno suficiente para abrigar uma gaveta de chip físico.

O chip virtual, desse modo, chegou como uma alternativa para permitir que dispositivos como relógios inteligentes, sensores e rastreadores de localização também acessem à Internet por conta própria, sem precisarem estar conectados a uma rede sem fio.

Quais os benefícios do eSIM no smartphone?

No caso dos smartphones, os eSIMs oferecem maior flexibilidade no uso de planos de chamadas e dados, possibilitando a troca de operadoras nas configurações do aparelho. Também evitam o risco de danificar ou perder o chip e, consequentemente, ficar sem sinal de telefonia.

O eSIM também é um importante aliado durante viagens internacionais, já que, com a tecnologia, é possível manter um plano de dados de algum provedor internacional ao lado da linha primária sem a necessidade de ativar o serviço de roaming em um smartphone que não tem duas entradas para chip físico.

Além disso, o eSIM pode ser um poderoso recurso de segurança, já que não é possível simplesmente retirar o chip do celular para cortar o acesso à internet em caso de roubos ou extravios, permitindo que o celular permaneça conectado e rastreável.

Vale lembrar, no entanto, que uma das desvantagens no uso da tecnologia fica por conta da dificuldade na troca de chips entre um aparelho e outro: não é possível substituir o chip temporariamente de maneira fácil se o usuário fica sem internet ou bateria.

Como solicitar e quanto custa o eSIM na Vivo

Clientes da Vivo podem solicitar o eSIM em lojas da operadora ou pelo WhatsApp da Vivo. O recurso está disponível para os planos Pós, Controle, Pré e Easy. A ativação do eSIM na Vivo é gratuita, por tempo limitado.

Para ativar o eSIM da Vivo é preciso escanear um QR Code ou código de ativação fornecido pela operadora para configurar a nova linha nos ajustes do aparelho. Vale lembrar que nem todos os aparelhos são compatíveis com o eSIM, já que a tecnologia é relativamente nova e sua disponibilidade depende de cada fabricante.

Vale para smartwatches

O eSIM da Vivo também pode ser ativado em smartwatches como o Galaxy Watch da Samsung e o Apple Watch por meio do Vivo Sync, aplicativo de armazenamento online da Vivo.

A ativação do eSIM nestes wearables garante conectividade para receber e efetuar chamadas, enviar mensagens e fazer pagamentos sem a necessidade de usar o celular. Assim como os planos de telefonia convencional, o serviço também pode ser ativado em loja física da Vivo ou por meio do WhatsApp da operadora.

Com informações de Vivo (1/2), Digital Trends, Forbes e PC Mag

Conheça as novidades do Android 12

Conheça as novidades do Android 12

Mais do TechTudo