Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Happymod é uma loja para fazer download de apps e jogos modificados no Android muito popular na Internet, com 197 mil visitantes diários. A plataforma permite que o usuário encontre, por exemplo, mods de Minecraft, Toca Life, Roblox e Brawl Stars para baixar. O TechTudo procurou o especialista em segurança da informação da ESET, Daniel Cunha, que analisou o funcionamento da plataforma para avaliar seu nível de segurança e quais são os riscos para os usuários que baixam apks da loja. Entenda, a seguir, como a Happymod funciona, além de dicas de segurança para quem faz o download de mods para apps e games distribuídos pela loja.

Happymod conta com diversos apks de jogos modificados, como Minecraft, Roblox e Brawl Stars — Foto: Reprodução/Hyppymod

Qual o melhor antivírus pago do mercado hoje? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

O que é o Happymod e como ele funciona?

Usuário precisa baixar o app da loja e instalar por conta no celular — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Happymod é uma loja que oferece modificações (mods) para games e apps do Android. No espaço, o usuário pode encontrar complementos ou versões modificadas de aplicativos, em geral, muitas vezes com funcionalidades extras e recursos desbloqueados.

Assim como outras lojas convencionais de apps para celular, a Happymod não é responsável por todo o conteúdo que oferece: a loja apenas agrega material desenvolvido por terceiros, servindo como um tipo de intermediária entre usuários interessados em aplicativos modificados e seus desenvolvedores.

Para usar a loja, é preciso instalar o Happymod no celular: o app é distribuído apenas pelo site oficial da plataforma e requer que o usuário libere a instalação de aplicativos de fontes não seguras, medida que pode acabar colocando a integridade do sistema do celular em risco.

O Happymod é confiável?

Segundo o especialista da ESET, Daniel Cunha, não há indícios evidentes de conteúdo malicioso sendo distribuído pelo site, mas “a plataforma não se responsabiliza por eventuais danos causados por aplicativos providos por terceiros em seu app”. Ele alerta ainda que os riscos existem e que a loja tem “um grande potencial de propagação de ameaças, podendo trazer diversos tipos de danos a seus usuários".

Mods são verificados apenas pela comunidade de usuários — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Para o especialista, os principais problemas do Happymod têm origem no fato de que a loja não se compromete com a segurança do conteúdo que distribui: “tudo que o site/app publica não é de autoria própria, são aplicativos feitos por terceiros que não passam por nenhuma equipe de análise”, observa.

O único tipo de filtragem a respeito da qualidade de um mod é a análise dos usuários, métrica que nem sempre é confiável e suficiente, já que é comum que aplicativos baixados milhões de vezes acabem se mostrando falsos ou ocultando algum tipo de malware.

Barbosa também ressalta alguns dados que mostram a popularidade do Happymod. “O site principal está registrado há mais de 3 anos, o que significa que a quantidade de usuários pode ser expressiva”. O especialista considerou também surpreendente o volume de tráfego diário do serviço, registrando uma média de 197 mil visitantes diários.

Quais os riscos de baixar jogos e apps pela loja?

Uso de apps modificados e trapaças em games pode render banimentos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

A natureza de conteúdos que não são oficialmente auditados e verificados pode ser porta de entrada para malwares. Para Daniel Barbosa, mods disponíveis na loja “podem conter funcionalidades ocultas que roubam senhas, mineram criptomoedas, permitam acesso remoto ao dispositivo de quem tiver o app instalado, dentre muitas outras coisas”. Na avaliação do especialista, “sem muito esforço, criminosos conseguiriam colocar softwares maliciosos em um espaço muito conhecido e espalhá-lo facilmente através de campanhas de engenharia social”.

No entanto, as questões relacionadas à confiabilidade da plataforma não param aí. A Happymod distribui versões extraoficiais e modificações que alteram o comportamento de apps e games. Essa característica pode acabar causando dor de cabeça ou prejuízo para o usuário, mesmo que os mods cumpram o que prometem e sejam inofensivos do ponto de vista de segurança.

O especialista da ESET lembra que “a utilização de modificações fere o funcionamento previsto pelo desenvolvedor oficial daquele aplicativo e pode trazer punições aos usuários”. Essas sanções variam, mas podem envolver desde suspensões a banimentos integrais do usuário. Ainda segundo Daniel, mods fazem com que jogos e apps se comportem de maneira estranha, facilmente identificável pelos servidores de cada aplicação, tornando simples a tarefa de flagrar trapaceiros.

JOGOS QUE VIRARAM FENÔMENO NA TWITCH

JOGOS QUE VIRARAM FENÔMENO NA TWITCH

Mais do TechTudo