Celulares

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Rubens Achilles/TechTudo

O iPhone 12 ultrapassou a marca de 100 milhões de unidades vendidas no mundo todo. O lançamento da Apple chegou a esse número dois meses antes do iPhone 11. O modelo considerado tradicional chegou ao Brasil em outubro de 2020 por R$ 6.999, junto aos irmãos Mini, 12 Pro e 12 Pro Max. Os dados foram divulgados num relatório da Counterpoint Research, empresa especializada em análise de mercado.

A pesquisa engloba todos os modelos da série e se refere ao período de dezembro de 2020 a abril de 2021. De acordo com a análise, os Estados Unidos foram responsáveis por 40% das vendas do iPhone 12 Pro Max, o mais poderoso de linha, que está disponível por R$ 8.199 no marketplace da Amazon.

iPhone 12 em centro de distribuição — Foto: Divulgação/Apple

A receita da Apple com o iPhone cresceu 22% em relação ao iPhone 11, a geração anterior, quando são considerados os primeiros sete meses de comercialização. Em maio deste ano, a Counterpoint Research já havia liberado uma análise que apontava a liderança dos três smartphones da linha iPhone 12 no ranking dos mais vendidos no primeiro trimestre.

Não foi apenas a Apple que experimentou um aumento global nas vendas de celulares. O mercado aqueceu entre o fim de 2020 e o começo de 2021 pois muitos países já passaram pelo pior cenário da pandemia de Covid-19 e, com o avanço da vacinação em massa, o clima de otimismo e a volta ao convívio social potencializou o interesse em adquirir novos celulares – uma vez que as pessoas passaram meses em isolamento e pouparam dinheiro nesse período.

Conheça cinco fatos sobre o iPhone 12

Conheça cinco fatos sobre o iPhone 12

Com informações de GizmoChina e ZDNet

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação.

Mais do TechTudo