Celular

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

Galaxy Z Fold 3 é o novo celular dobrável da Samsung com tela que se abre em formato de tablet. O smartphone tem a tarefa de substituir o Fold 2, com direito a ficha técnica reforçada pelo novo Snapdragon 888, resistência contra água e até uma câmera escondida sob a tela. Ele também guarda muitas semelhanças, como suporte a 5G. Nas linhas a seguir, saiba as principais novidades da passagem de geração.ã

O Galaxy Z Fold 2 chegou ao mercado brasileiro em outubro de 2020 pela sonora cifra de R$ 13.999, o que fez dele o celular mais caro do país. O Fold 3 está em fase de encomenda no mercado internacional e foi anunciado por US$ 1.799, cerca de R$ 9.370 em conversão direta. A sul-coreana ainda não informa data – e preços – para o lançamento nacional do produto.

Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 são anunciados (agora resistentes à água)

Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 são anunciados (agora resistentes à água)

Tela e design

A nova geração repete os recursos de tela que o consumidor encontra no Fold 2: a tela externa segue com 6,2 polegadas, enquanto o display interno flexível chega a 7,6 polegadas quando está aberto.

Galaxy Z Fold 3 ficou mais resistente e é à prova d'água — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

No novo Galaxy Z Fold 3, tanto a tela externa quanto a interna usam o padrão de 120 Hz, enquanto o Fold 2 tinha o recurso apenas no monitor interno. Na prática, tela de alta velocidade garante transições e efeitos de tela mais suaves e naturais, elevando a experiência de uso especialmente em games e vídeos.

Outras questões importantes sobre as telas são as resoluções e os painéis, que seguem AMOLED Dinâmico 2X. A diferença entre os dois modelos é pequena e atinge somente a tela interna: ela tem 2268 x 832 pixels no novo Fold 3 contra 2260 x 816 pixels no aparelho do ano passado, algo difícil de perceber na prática. Já a tela interna dos dois telefones traz 2208 x 1768 pixels.

Galaxy Z Fold 3 (foto) e Fold 2 têm resolução parecida nas duas telas — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

No design, a mudança mais significativa fica por conta da inédita proteção contra líquidos no Fold 3. A certificação IPX8 atesta que o telefone pode ficar a 1,5 metro de profundidade por até 30 minutos e ainda assim escapar ileso – promessa que nós colocamos à prova em testes de imersão de alguns minutos.

Ambos são construídos em alumínio, mas a Samsung diz que o Fold 3 está 10% mais resistente devido a uma nova liga metálica. Ele também tem proteção Gorilla Glass Victus em partes do aparelho, com promessa de melhor sobrevida diante de impactos, além de maior resistência contra riscos.

O novo Fold 3 vem em prata, verde escuro e preto, enquanto que o antigo Fold 2 conta com versões em preto ou bronze.

Câmeras

Os dois telefones são muito parecidos em termos de câmera. O conjunto continua triplo em ambos, com resolução de 12 MP. Assim, ele fica da seguinte maneira:

O usuário pode esperar o conjunto de funções típicas oferecidos pelo app de câmera da Samsung. Suporte a gravação de vídeo em 4K a 60 FPS, estabilização ótica de imagem para impedir tremidas na hora de capturar vídeo, ou recursos como foto em RAW, modo retrato e aprimoramento de imagem por IA são alguns desses recursos.

Galaxy Z Fold 2 vem com sistema de três sensores de 12 MP — Foto: Divulgação/Samsung

O que merece destaque, no entanto, é a câmera de selfies interna, que foi parar debaixo da tela grande no Galaxy Fold 3, enquanto que ocupa um pequeno “notch” no Fold 2. A Samsung explica que essa solução, que não mais obstrui a tela, funciona ocultando a câmera por baixo da camada de pixels, que exibe informações e imagens normalmente.

Quando o usuário seleciona a câmera de selfies para fotografar, os pixels por cima da lente e sensor de imagem se apagam, permitindo a passagem da luz e habilitando a capacidade do dispositivo em capturar fotos e vídeo. Do ponto de vista técnico, o sensor é de relativamente baixa resolução, com 4 MP, ao contrário da câmera de 10 MP que vinha no Fold 2.

Há ainda uma segunda câmera para selfies disponível no exterior dos dois aparelhos, indicada para quem deseja capturar com o uso da tela frontal e sem precisar desdobrar o telefone, e que vem em um furo centralizado na tela externa: no Fold 3 ela tem 10 MP, mesma especificação da sua equivalente disponível no modelo de 2020.

Desempenho

O Galaxy Z Fold 3 vem com processador mais recente e deve ser capaz de superar a geração anterior em comparativos de desempenho. Para 2021, o celular flexível da Samsung é construído em torno do Snapdragon 888 5G da Qualcomm, um octa-core com velocidade máxima de 2,84 GHz em seu núcleo de alto desempenho, além de três núcleos intermediários que vão a 2,42 GHz e quatro de baixa velocidade, mas alta eficiência energética, que rodam a 1,8 GHz.

Nova geração do Fold vem com Snapdragon top de linha — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Fold 2 também roda com Snapdragon, mas usa o modelo de 865+, de 2020: também de oito núceos (um de 3 GHz, três de 2,4 GHz e quatro de 1,8 GHz), o processador 2021 é em torno de até 15% mais rápido do que a unidade usada no Galaxy Z Fold 2, segundo estimativas da Qualcomm que acabam se verificando na média de testes de desempenho bruto de plataformas de benchmark.

Os dois aparelhos oferecem memória RAM de 12 GB, quantidade encontrada em celulares premium. A RAM é usada para manter apps abertos esperando o seu retorno, de forma que não seja necessário carregá-los do zero novamente.

Para guardar arquivos, o novo Z Fold 3 foi anunciado em versões com 256 GB ou 512 GB. Já o Fold 2, embora disponível nas duas faixas no mercado internacional, acabou lançado no Brasil apenas na opção com 256 GB de armazenamento. Nenhum deles oferece suporte a cartões microSD.

Bateria

O Galaxy Z Fold 3 acabou passando por uma dieta e perdeu um pouco de capacidade bruta da bateria. A nova geração soma 4.400 mAh em suas células, enquanto o Z Fold 2 vem com 4.500 mAh. Há suporte a recarga rápida de até 25 Watts nos dois smartphones. O Fold 2 vem com um carregador na caixa.

Bateria do Fold 2 é 100 mAh maior — Foto: Divulgação/Samsung

No Fold 2, esses 4.500 mAh eram suficientes para até 11 horas de uso do aparelho em 4G (ou Wi-Fi) ou até 18 horas de reprodução de vídeo, desconsiderando aí conectividade de rede sem fio. Como o Fold 3 tem o benefício de processador mais eficiente e oferece basicamente o mesmo perfil de telas (com exceção do suporte a 120 Hz pelo display externo), a tendência natural é que a autonomia do novo aparelho seja no mínimo comparável ao antecessor.

Versão do Android

Mais antigo, o Galaxy Z Fold 2 chegou ao mercado com o Android 10 embarcado, mas já conta com atualização liberada para o Android 11. O novo Z Fold 3 tem o benefício de ser mais novo e já sai da caixa com o Android mais recente. Além disso, os dois celulares têm o benefício da recente política da Samsung de garantir até 4 anos de atualização de sistema.

Marca presença a One UI, interface da Samsung com diversos recursos exclusivos ou com visual diferente daquele visto nas aplicações padronizadas pelo Google.

Recursos adicionais

Galaxy Z Fold 3 funciona com a S Pen, que é vendida separadamente — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Num ano em que a Samsung não irá oferecer um novo Galaxy Note, o Fold 3 conta com um diferencial significativo: o suporte à S Pen, caneta digital da marca que também funciona no S21 Ultra. O acessório precisa ser comprado separadamente.

Na biometria, as coisas permanecem em igualdade, com a disponibilidade de sensores de impressões digitais montados na lateral dos dois telefones. Além de redes sem fio, há porta USB-C nos dois aparelhos, mas nada de saída para fones de ouvido via cabo.

Fold 2 e Fold 3 são compatíveis com Wi-Fi 6 (802.11ax), oferecem Bluetooth 5.0 e funcionam com NFC, para pagamentos por aproximação. Eles têm o moderno chip UWB, serviços de localização baseados em GPS e suporte às redes 5G.

Preço

O Z Fold 2 apareceu no mercado brasileiro em outubro de 2020 por R$ 13.999, preço que caiu, mas continua alto, mesmo quase um ano depois: em nossas buscas, encontramos o dobrável da Samsung por R$ 10.180 no mercado nacional.

O novo Fold 3 está em fase de encomendas no mercado exterior pelo preço de US$ 1.799, valor que, numa conversão direta, se traduz em R$ 9.370. Como lembramos anteriormente, a Samsung ainda não tem uma data para o lançamento do produto no mercado brasileiro.

Samsung Galaxy Z Fold 3 vs. Samsung Galaxy Z Fold 2

Especificações Galaxy Z Fold 3 Galaxy Fold 2
Lançamento Agosto de 2021 Outubro de 2020
Preço de lançamento US$ 1.799 R$ 13.999
Preço atual US$ 1.799 R$ 10.184
Tamanho de tela 7,6 polegadas (externa); 6,2 polegadas (interna) 7,6 polegadas (externa); 6,2 polegadas (interna)
Resolução de tela Externa: 2208 x 1768 pixels; Interna: 2268 x 832 pixels Externa: 2208 x 1768 pixels; Interna: 2260 x 816 pixels
Processador Snapdragon 888 (octa-core de até 2,84 GHz) Snapdragon 865 Plus (octa-core de até 3.09 GHz)
Memória RAM 12 GB 12 GB
Armazenamento 256 ou 512 GB 256 GB
Cartão de memória sem suporte sem suporte
Câmera traseira tripla, 12, 12 e 12 MP tripla, 12, 12 e 12 MP
Câmera de selfies 10 e 4 MP 10 e 10 MP
Sistema operacional Android 11 (com OneUI) Android 10 (com OneUI) e atualização para Android 11
Bateria 4.400 mAh 4.500 mAh
Dimensões e peso 158,2 x 128,1 x 6,4 mm; 271 gramas 159,2 x 128,2 x 6,9 mm; 282 gramas
Cores prata, verde escuro ou preto preto ou bronze

Com informações de Samsung (1/2)

Mais do TechTudo