Celular
Publicidade

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Divulgação/Realme

A empresa chinesa Realme atingiu a marca de 100 milhões de clientes no mundo inteiro. O objetivo da fabricante era alcançar esse número até o final de 2021, ou seja, está adiantada. A empresa já tinha anunciado a conquista de 70 milhões de clientes em março, enquanto a venda total de smartphones chegou à casa de 42 milhões no ano passado.

Desses 100 milhões de usuários, pelo menos metade está na Índia. A marca, que nasceu como uma subsidiária da Oppo, foi lançada em agosto de 2018 e começou a se expandir globalmente há poucos anos. Os números foram divulgados por Madhav Sheth, CEO da fabricante na Índia e Europa.

Realme 8 Pro é o top de linha da empresa aqui no Brasil — Foto: Divulgação/Realme

No Brasil, a Realme chegou de forma oficial em dezembro de 2020 para disputar com gigantes como Samsung e Motorola, como noticiou o TechTudo de forma exclusiva no ano passado. Atualmente, a marca vende seus smartphones em uma loja virtual com catálogo que varia entre o Realme C11, que custa R$ 999, até o Realme 8 Pro, com preço sugerido de R$ 2.599.

Aliás, o Realme 8 Pro, o mais potente da marca, chegou ao Brasil em junho deste ano com ficha técnica que inclui tela de 6,4 polegadas com tecnologia Super AMOLED e resolução Full HD+, além de câmera principal com 18 megapixels e processador Snapdragon 720G, da Qualcomm.

O aparelho também vem com 6 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento, câmera de selfie com 16 MP e bateria de 4.500 mAh. O Realme 8 Pro sai de fábrica com Android 11 e interface Realme UI 2.0.

Com informações de GizmoChina e Realme

3 celulares poderosos da Xiaomi à venda no Brasil

3 celulares poderosos da Xiaomi à venda no Brasil

Mais do TechTudo