Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo

Reprodução/Apple

O iPhone 13 pode parar de funcionar caso o cliente troque a tela original por outra genérica. O apresentador de um canal online de vídeos percebeu que o mecanismo do Face ID, que destrava o smartphone ao reconhecer o rosto, deixa de funcionar nestas condições. Caso o usuário tenha algum problema com o display, terá que substitui-lo por outro original em um centro da rede autorizada.

O canal Phone Repair Guru resolveu testar o procedimento. Ao abrir o telefone e trocar a peça por uma genérica, o técnico constatou o seguinte alerta: “Não foi possível verificar se este iPhone possui um monitor genuíno da Apple”. O sistema de biometria facial também parou de funcionar.

iPhone 13 com a tela removida — Foto: Phone Repair Guru / Reprodução Youtube

De acordo com o canal, é possível burlar este mecanismo de segurança ao transferir alguns chips da tela original do iPhone 13 danificado para o display trocado. Os componentes seriam responsáveis pela autenticação do Face ID. O técnico destaca que o processo não é simples e exigirá um nível de conhecimento avançado.

A tentativa de impedir estabelecimentos independentes de fazerem o conserto de aparelhos Apple não é uma iniciativa nova. Ela esbarra diretamente no movimento de direito de conserto, que está em alta no Brasil e no restante do mundo. Ativistas buscam condições justas no reparo especializado de eletrônicos.

Episódio semelhante ocorreu com a chegada do iPhone 12, em 2020. O site iFixit revelou que a troca de componentes da câmera resultava em mau funcionamento. Seria necessário um software especial ofertado às assistências técnicas da rede autorizada da Apple.

O mesmo acontece quando os usuários tentam substituir a bateria ou o Touch ID em aparelhos que ainda utilizam o leitor biométrico. Este último, porém, ainda tem o respaldo de ser uma peça que garante a segurança de dados do usuário e, por isso, deve ser tratado com mais cuidado.

A Apple recentemente reduziu os preços cobrados por serviços na rede própria do Brasil. Dessa forma, dispositivos fora da garantia podem contar com mão de obra especializada e com valores um pouco mais em conta.

A exemplo disso, é possível destacar o valor da bateria, item que costuma ser substituído ao longo da vida útil de iPhones e iPads. Com a atualização de preços, foi registrada uma redução de R$ 40 no valor do item para aparelhos lançados a partir de 2017 – indo de R$ 599 para R$ 559.

Resumão sobre o iPhone 13: conheça 6 fatos importantes

Resumão sobre o iPhone 13: conheça 6 fatos importantes

A empresa não divulgou a tabela dos valores de consertos do iPhone 13. A nova geração de telefones da fabricante foi anunciada no dia 14 de setembro, por cifras que partem de R$ 6.599 – pela versão Mini de 128 GB – e chegam a – caso do Pro Max de 1 TB. O iPhone 13 tradicional começa em R$ 7.599. A data de início das vendas permanece indefinida.

Com informações de Techspot

Mais do TechTudo