Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Riot Games confirmou, nesta quinta-feira (9), que o Mundial de LoL 2021 começará no dia 5 de outubro e será sediado na Islândia. Inicialmente, a competição ocorreria na China, mas por conta da pandemia da Covid-19, a desenvolvedora optou por transferir o evento para o continente europeu. O torneio mundial reunirá as 24 melhores equipes do mundo e contará com uma premiação inicial de US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 11 milhões). O Brasil será representado pela RED Canids, equipe que foi campeã da segunda etapa do CBLOL 2021.

Mundial de 2021 será disputado na Islândia, mesmo país em que o Mid-Season Invitational 2021 foi sediado — Foto: Divulgação/LoL Esports

Todos os participantes do Mundial de LoL 2021 já estão confirmados. A campeã do Mundial de 2020 DAMWON Gaming, da Coreia do Sul, e a Royal Never Give Up, equipe da China que foi vencedora do Mid-Season Invitational 2021, estão entre as participantes de maior destaque na edição deste ano. Além delas, a EDward Gaming, campeã da última etapa da LPL, e a MAD Lions, campeã da última etapa da LEC (Europa), também têm grandes forças na busca pelo título deste ano.

Vale destacar que, assim como ocorreu em 2020, as duas equipes que viriam do Vietnã não poderão comparecer devido a restrições do país por conta da Covid-19. Os demais times que estarão presentes no evento são PSG Talon, 100 Thieves, FunPlus Phoenix, Gen.G Esports, T1, Fnatic, Rogue, Team Liquid, LNG Esports, Hanwha Life Esports, Cloud9, Beyond Gaming, Infinity, Galatasaray Esports, Unicorns of Love, DetonatioN FocusMe e PEACE.

Em uma competição com os maiores nomes do LoL no momento, a RED Canids terá a difícil missão de colocar o Brasil de volta na fase de grupos. Desde a inclusão da fase de entrada, ou Play-In, nenhuma equipe brasileira conseguiu avançar para o palco principal e duelar contra as equipes com as maiores seeds do torneio. Em 2020, a INTZ tentou quebrar esse histórico negativo, mas acabou eliminada com uma vitória e três derrotas.

RED Canids chega para o mundial para colocar o Brasil de volta na fase de grupos e disputar pelo título — Foto: Divulgação/Riot Games (Bruno Alvares)

Vale lembrar que, durante o mês de maio, a Islândia também foi palco do Mid-Season Invitational 2021 e do Masters Reykjavík, de Valorant. A experiência de ambos os eventos no país foi positiva e se tornou a principal razão para a Riot Games realizar o retorno. Por precaução, assim como ocorreu em ambos os eventos em maio, o Mundial de LoL na Islândia também não contará com espectadores no local.

Com informações de Dot Esports

Mais do TechTudo