Notebooks
Publicidade

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Divulgação/Vaio

O Vaio Z é um notebook top de linha da marca com ficha técnica de respeito. O laptop conta com processador Core i7 de 11ª geração da Intel, tela 4K de 14 polegadas e SSD PCIe 4.0 de 2 TB de capacidade. Assim, o conjunto entrega hardware poderoso em um design mais comportado do que os notebooks gamers do mercado.

Alternativa aos MacBooks Pro, o modelo tem acabamento em fibra de carbono e é encontrado pelo preço sugerido de R$ 23.999. A seguir, o TechTudo detalha a ficha técnica do laptop e seus destaques.

Laptop Vaio Z tem corpo em fibra de carbono — Foto: Divulgação/Positivo

Ficha técnica do Vaio Z

  • Preço: a partir de R$ 23.999
  • Processador: Intel Core i7 11370H, quad-core com 8 threads de até 4,8 GHz
  • Memória RAM: 32 GB DDR4
  • Tela: 4 polegadas
  • Resolução: 4K (3840 x 2160 pixels)
  • Placa de vídeo: Intel Xe Graphics
  • Armazenamento: SSD PCIe 4.0 de 2 TB
  • Sistema operacional: Windows 10, compatível com Windows 11
  • Portas e interfaces: duas USB-C com Thunderbolt 4, HDMI, saída de fones de ouvido, Bluetooth 5.1 e Wi-Fi 6 (802.11ax)
  • Bateria: 56 Wh (Watts-hora) para até 10,5 horas de duração
  • Peso: 1,06 kg

Design

Segundo a Vaio, o Z vem quase que integralmente produzido em fibra de carbono, característica inédita no mercado. O uso do material teria dois efeitos: grande resistência ao computador — a marca fala em sobreviver a tombos de 1,27 m em qualquer orientação — e leveza: o Vaio Z pesa só 1,06 kg. O teclado da máquina é retroiluminado e conta com a proteção contra infiltração de líquidos.

Com a mesma certificação militar MIL-STD-810H presente em alguns smartphones, o Vaio Z também é fino: a medida de espessura fica em 16,9 mm, suficiente para porta HDMI, saídas de ar laterais, além de duas portas USB-C com Thunderbolt 4 e saída de fones de ouvido. Nas redes sem fio, o computador vem com Bluetooth 5.1 e Wi-Fi 6 (802.11ax).

Desempenho

O Vaio Z possui processadores de 11ª geração da série H35 da Intel, tipo que acaba em notebooks gamer e workstations móveis. Dessa forma, o componente garante um perfil de desempenho superior a processadores também de 11ª geração, mas de linhas mais convencionais, baratas e de menor consumo de energia.

Ainda que sem placa dedicada, Vaio Z tem hardware poderoso para profissionais — Foto: Divulgação/Vaio

O Core i7 11370H é um quad-core com oito linhas de execução (threads) simultâneas e que pode funcionar a velocidades que oscilam do clock padrão de 3 GHz ao turbo com máximo de 4,8 GHz. Além da perspectiva de bom desempenho da CPU, há ainda o reforço de uma Intel Xe Graphics como placa de vídeo integrada ao i7. Ela deve ser suficiente para acelerar fluxos de trabalho que se beneficiam do processamento de alto grau de paralelismo permitido pela GPU.

Outro ponto de destaque da ficha técnica do novo Vaio fica por conta do SSD. A marca não apenas oferece uma unidade de capacidade generosa de 2 TB, mas também de alta velocidade. A mídia usa interface PCIe 4.0, a mais rápida da atualidade. Já na memória RAM, o Vaio Z tem 32 GB.

A proposta do notebook pode atender a um nicho carente de opções no país: o mercado de workstations no Brasil é restrito e alternativas que não caiam na estética mais extravagante de produtos gamer são raras.

Tela

Acabamento em fibra de carbono é mais um diferencial do Vaio Z — Foto: Divulgação/Vaio

Além da combinação de especificações de destaque em processador, memória e SSD, o novo Vaio vem com tela que também chama a atenção. O display é de 14 polegadas, mas atinge resolução 4K (3840 x 2160 pixels), nível de definição que pode atrair designers. Caso a promessa de fidelidade de cor se confirme, o display também pode conquistar profissionais de audiovisual para quem a combinação entre alta resolução e precisão são fundamentais.

O monitor embarcado no laptop suporta conteúdo em HDR, mas a marca não fornece especificações precisas referentes a nível de intensidade de brilho e precisão de cor nas escalas de referência no mercado. A Vaio garante que a tela reproduz imagens com cores precisas.

Talvez um ponto a ser observado para uso profissional seja o aspecto de tela. O Vaio Z se beneficiaria de um painel em 16:10, como os usados em computadores como os MacBooks Pro, Dell XPS 13 e a linha LG Gram.

Bateria

O Vaio Z tem uma bateria de relativa baixa densidade: são 53 Wh (Watts-hora) de capacidade máxima, quase a metade do que um MacBook Pro de 16 polegadas com processador Intel oferece.

Ainda assim, o Vaio top de linha teria a capacidade de operar por até 10,5 horas longe da tomada, nas estimativas oficiais da fabricante. Merece destaque também a promessa de que o computador é capaz de recuperar carga suficiente para essas 10,5 horas em apenas 60 minutos de recarga.

Recursos

Teclado segue o padrão norte-americano e há tecnologia de reconhecimento facial — Foto: Divulgação/Vaio

Além do hardware com componentes de última geração, o Vaio Z tem algumas funcionalidades extras que complementam o dispositivo. Por exemplo, há biometria com reconhecimento facial intermediado pela webcam. O teclado, por sua vez, segue o padrão norte-americano internacional, característica que pode agradar a alguns desenvolvedores de software e profissionais de outras áreas mais acostumados ao teclado fora do padrão ABNT.

Nós já falamos sobre o acabamento e design do notebook, mas há um detalhe interessante relacionado à abertura da tela: ela levanta o teclado conforme abre, aumentando o espaço entre as entradas de ar e superfície de apoio do computador, algo que deve contribuir para uma melhor circulação de ar e, consequentemente, refrigeração do hardware.

Preço

O Vaio Z desembarcou no mercado brasileiro em julho pelo preço sugerido de R$ 19.999, mas os quase dois meses de mercado não tornaram o computador mais acessível. Atualmente, é possível adquirir o produto por R$ 23.999.

Você pode concluir que a máquina da Vaio tem bom custo-benefício porque se encaixa em uma proposta premium não muito comum em notebooks disponíveis no mercado brasileiro: alta performance e acabamento de ponta.

Por outro, a disponibilidade de MacBooks Pro com M1 por R$ 8.870, bem como de uma infinidade de notebooks gamer com hardware equivalente, e até superior, a preços mais em conta também podem convencer quem não se preocupa tanto com a estética.

Com informações de Vaio e Intel

Unboxing do Novo Dell XPS 13: o notebook de nível profissional

Unboxing do Novo Dell XPS 13: o notebook de nível profissional

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo