Armazenamento

Por Raquel Freire, para o TechTudo

Divulgação/SanDisk

Pesquisadores estão tentando desenvolver um SSD inteligente que bloqueia ataques de ransomware. Batizado de SSD-Insider ++, o dispositivo seria capaz de detectar infecções e reverter criptografia em questão de segundos, tudo em nível de firmware. A melhoria poderia ser implementada sem grandes efeitos além de um pequeno aumento na latência.

O componente ainda existe apenas como conceito. Sua base está fundamentada em estudo envolvendo cientistas das instituições sul-coreanas Inha University, Instituto de Ciência e Tecnologia Daegu Gyeongbuk e Departamento de Segurança Cibernética da Ewha Womans University, com colaboração de um pesquisador da Universidade da Flórida Central, nos Estados Unidos.

SSD do futuro pode ter firmware que impede ataques de ransomware — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Computador não reconhece SSD, o que fazer? Participe da conversa no Fórum TechTudo

O funcionamento do SSD-Insider++ consistiria em procurar padrões de atividade que correspondem a ataques de ransomware — em que arquivos importantes são criptografados pelo invasor, e liberados apenas mediante pagamento resgate. No lugar de fazer isso com um software, a ação seria executada pelo firmware do SSD.

O armazenamento inteligente bloquearia a entrada e saída de dados assim que identificasse atividade suspeita. Em seguida, um aplicativo complementar exibiria uma notificação sobre a infecção ao usuário, que então poderia remover o ransomware. "Tive a ideia da detecção em nível de firmware porque sei que muitos [usuários] não instalam software anti-ransomware", disse DaeHun Nyang, pesquisador da Ewha Womans University e idealizador do projeto, ao site The Register.

SDDs com proteção contra ransomware já existem no mercado. A startup Cigent, por exemplo, fabrica armazenamento que opera em conjunto com o Windows 10 para identificar e bloquear o ataque. A novidade da pesquisa sul-coreana é que, por trabalhar em nível de firmware, a tecnologia poderia ser aplicada em unidades existentes sem alterar o hardware.

SSD Cigent, disponível no mercado, oferece proteção contra ransomware via software — Foto: Divulgação/Cigent

Outro diferencial do SSD-Insider++ é que ele conseguiria reverter qualquer possível dano aos dados em questão de segundos, sem precisar fazer cópia de informações. A recuperação aconteceria graças à característica das unidades flash NAND de excluir dados com atraso. "Isso nos permite fazer backup dos arquivos originais sem quaisquer cópias extras e reverter instantaneamente os arquivos infectados, se necessário", explicou Nyang.

Com informações de The Register

Veja também: dicas para vender notebook usado sem complicação

Vai vender notebook usado? Veja dicas para evitar problemas

Vai vender notebook usado? Veja dicas para evitar problemas

Mais do TechTudo