Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Taça das Favelas Free Fire anunciou a nova temporada de seu torneio. Criado e promovido pela CUFA (Central Única das Favelas), o torneio tem parceria de nomes como Itaú Unibanco e LOUD. De acordo com os organizadores, a competição tem um importante impacto social: de acordo com uma pesquisa realizada junto ao instituto DataFavela com jovens de diferentes favelas do país, 96% afirmaram que gostariam de ser atletas profissionais de esports. Para a disputa, são esperados cerca de 200 mil jogadores e mais de 1,3 mil seleções pelo Brasil.

A final do torneio está prevista para 4 de dezembro e serão mais de R$ 100 mil em premiações. As inscrições estão abertas para as lideranças das favelas pelo site oficial do campeonato (https://tacadasfavelasfreefire.com.br/) até o dia 28 de setembro. Já os jogadores podem se inscrever entre 29 de setembro e 13 de outubro. Vale ressaltar que a edição deste ano também contará com etapa estadual, que levará as melhores favelas para o nacional.

Taça das Favelas Free Fire retorna com torneio e projeto de inclusão social — Foto: Divulgação/Taça das Favelas

A parceria entre CUFA, Itaú e LOUD faz parte da campanha #IssoMudaoGame, que começou com o banco. O objetivo é promover a transformação e um impacto social através dos esportes eletrônicos. De acordo com o diretor de Marketing Institucional da empresa, Eduardo Tracanella, é importante ouvir o público para descobrir o que se pode aprender de novo e qual seria o melhor caminho para ajudar a mudar a vida das pessoas.

Vale lembrar que o Battle Royale da Garena é um dos mais jogados no país, o que tem muito a ver com o caráter mobile do game, entre outros aspectos. Segundo a pesquisa realizada com o DataFavela, o celular é o principal dispositivo de acesso para 98% dos entrevistados, mas, ainda assim, 79% alegaram já deixar de jogar por conta de problemas na conexão à Internet ou pela falta de dados.

No papel de patrocinador do torneio, o Itaú promete a distribuição de 7,8 mil chips com até 2 GB de Internet por mês para aqueles que passarem para a etapa estadual. Segundo o banco, não há consumo de dados para jogar ou para utilizar o WhatsApp, por meio do qual a empresa também vai oferecer uma "jornada" sobre carreira, gestão financeira e investimentos junto à Barkus Educacional.

Sabendo das dificuldades com a internet, evento distribuirá 7,8 chips com internet e diversas vantagens — Foto: Divulgação/Taça das Favelas

Essa edição também conta com o apadrinhamento da LOUD. A organização fará o papel de levar aos participantes dicas e conteúdo, assim como garantir um bootcamp com a equipe vencedora. A LOUD também fará um showmatch no mês de dezembro, mas ainda não há uma data confirmada.

Todo o evento está sendo promovido pela DRUID, empresa de business gamer que atende o Itaú, e terá a coprodução realizada pela LNK Gaming, que reuniu uma equipe formada por jovens da favela. A transmissão será realizada nos canais oficiais da Taça das Favelas no Youtube e na BOOYAH! Live.

Veja, na tabela abaixo, como ficou o calendário do evento:

Taça das Favelas Free Fire 2021 - Calendário

Etapa Dias
Estadual 1°de novembro a 21 de novembro
Nacional 26, 27 e 28 de novembro
Final 4 de dezembro

Com informações de Taça das Favelas Free Fire

Mais do TechTudo