Campeonatos
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A DAMWON KIA venceu a T1, neste sábado (30), e está classificada para a grande final do Mundial de LOL 2021. O duelo, válido pela semifinal, tinha como favorita a própria DAMWON, que é a atual campeã e vinha até então invicta na competição. O favoritismo até se confirmou no primeiro jogo da série melhor de cinco partidas (MD5), mas a equipe do astro Lee "Faker" Sang-hyeok se reinventou durante o confronto, surpreendeu sua adversária e tornou duelo bastante dramático. No final, a DK conseguiu fechar a série em um 3–2 muito disputado e avançou para a final do torneio de League of Legends.

Agora, a DK aguarda pelo resultado de Gen.G Esports e EDward Gaming, duelo que ocorre neste domingo (31), para saber quem será sua rival na final no dia 6 de novembro. A transmissão está sendo realizada nos canais oficiais da Riot Games na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV. Veja, a seguir, os destaques da série entre T1 e DK.

DAMWON KIA venceu a T1 em uma das melhores séries do Mundial de LOL 2021 e avançou para a final — Foto: Divulgação/Riot Games

Jogo 1

O primeiro jogo da série teve um early game esperado para o duelo, com as equipes buscando rotações a todo o momento e sempre tentando responder aos abates e objetivos da adversária. O ritmo do jogo nos primeiros minutos foi muito acelerado e contou com a T1 ganhando vantagem na rota superior para Kim "Canna" Chang-dong (Jayce), e a DAMWON devolvendo na rota inferior graças aos excelentes ganks de Kim "Canyon" Geon-bu (Lee Sin).

Quando o jogo se tornou mais lento, a DAMWON se mostrou mais superior no controle de objetivos e principalmente na visão pelo mapa. Cho "BeryL" Geon-hee (Maokai) foi crucial para a DAMWON ter a visão necessária para surpreender a T1 a todo o momento e ter tranquilidade para dominar os dragões e abrir o caminho para o Barão. Mesmo com alguns sustos no começo, a DAMWON chegou à uma vitória tranquila aos 28 minutos.

Jogo 2

A T1 chegou ao segundo duelo com uma proposta bem diferente daquela vista no jogo anterior. Kim "Canyon" Geon-bu (Xin Zhao) quase acabou com o jogo de Moon "Oner" Hyeon-joon (Lee Sin) com uma rotação rápida para roubar sua selva. Porém, o caçador da T1 respondeu com um dive muito arriscado em Heo "ShowMaker" Su (LeBlanc) para ficar com o first blood e adquirir um ouro importante para o decorrer do jogo. O confronto seguiu sendo muito estudado e sem um domínio claro como foi na primeira partida.

Apesar do jogo aparentemente equilibrado, a T1 se mostrou um pouco superior em pequenas tomadas de decisões e foi adquirindo a confiança necessária para realizar uma boa luta aos 24 minutos na contestação por um Dragão. Com o passar do tempo, a DK se viu em um beco sem saídas e arriscou tudo em uma chamada de Barão. A T1 correu até lá, teve Oner (Lee Sin) roubando o objetivo e conseguiu vitória na luta e no jogo para empatar a série.

Jogo 3

Se o segundo jogo começou um pouco mais lento, o terceiro contou com as equipes acelerando o ritmo do começo ao fim. No early game, a DAMWON foi capaz de dominar totalmente os objetivos neutros, tendo conquistado os dois primeiros dragões e os dois arautos. A agressividade da DK também se pagou para conquistar alguns abates pelo mapa, novamente nas boas jogadas feitas pelo caçador Kim "Canyon" Geon-bu (Jarvan IV), mas alguns erros foram cometidos nesse caminho e deram para a T1 um espaço maior para contra-atacar.

No mid game, a escolha de Zilean para o suporte Ryu "Keria" Min-seok se mostrou muito eficiente para a T1. O jogador mesclou sua atuação com boas bombas do seu Zilean e ultimates precisas para ressuscitar seus companheiros e segurar o jogo quando a DK esboçava uma reação. Ao lado do suporte, também cresceu seu parceiro de rota Lee "Gumayusi" Min-hyeong (Jhin). A dupla acabou com as chances da DK de se recuperar e foi crucial na segunda vitória da T1 na série.

Jogo 4

A DAMWON seguiu focando em tentar acabar com o jogo de Lee "Faker" Sang-hyeok (Ryze) logo no começo e tentar dominar os primeiros objetivos neutros. Dessa vez, funcionou a estratégia de anular Faker, assim como o domínio nos objetivos e o total controle no mapa. A DAMWON fez o que quis durante o quarto jogo, enquanto a T1, muito na desvantagem, não conseguiu responder. O duelo, que poderia ser o último, foi o mais unilateral da série até então e confirmou a vitória da DK e o quinto e último jogo da série.

Jogo 5

No último jogo da série, ambas as equipes sentiram a pressão da decisão. Os jogadores dos dois lados cometeram um pouco mais de erros logo no early game e deram uma amostra do que seria o jogo até o fim: disputado e dramático. Nesse cenário, a DAMWON se viu com uma pequena vantagem. A T1 conquistou os dois arautos do jogo, mas não conseguiu aproveitar graças a Jang "Ghost" Yong-jun (Ziggs), que fez bem o trabalho de segurar as ondas de minions e evitar a perda precoce de torres.

Ao mesmo tempo em que a DAMWON controlou os dragões, a T1 teve o total domínio da visão, mas, assim como aconteceu com os arautos, não soube aproveitar bem dessa vantagem. Vendo sua vantagem se esvair aos poucos, a T1 arriscou um Barão no desespero, fez o objetivo, mas levou um ace e quase perdeu o jogo nesse momento. O jogo foi definido aos 35 minutos, quando a DK conquistou o Dragão Ancião e acabou com as chances de vitória de sua adversária.

T1 perdeu para a DK nos detalhes e deu adeus ao sonho do tetracampeonato — Foto: Divulgação/Riot Games

O Mundial de LOL 2021 começou no dia 5 de outubro e vai se encerrar no dia 6 de novembro com a grande final. A competição possui uma premiação inicial de US$ 2,225 milhões (cerca de R$ 12 milhões), montante este que será aumentado com a venda de itens dentro do jogo. A RED Canids era a única representante do Brasil no torneio, mas foi eliminada na fase de entrada após derrota para a PEACE.

Com informações de LoL Esports e Liquipedia

Mais do TechTudo