Roteadores

Por Rubens Achilles, do home office

Divulgação/Google

O Google lança no Brasil, nesta quinta-feira (14), o Google Wifi. O roteador, que possui tecnologia mesh, promete Internet com cobertura na casa toda e o fim das "zonas mortas", regiões da residência em que o sinal fica mais fraco. De acordo com a empresa, o produto conta com antenas de alto ganho e amplificadores de sinal para garantir o maior alcance.

O roteador já está disponível para compra no varejo nacional pelo preço unitário de R$ 999. Em ambientes grandes, sistemas mesh costumam depender da presença de mais pontos de acesso, que funcionam de forma diferente dos já conhecidos "repetidores" de sinal. Por isso, o Google oferece também a opção com três aparelhos, por R$ 1.999.

Google Wifi chega ao Brasil e promete Internet na casa toda; veja preço — Foto: Divulgação/Google

O Google explica que um único roteador da marca deve distribuir internet em uma distância de até 110 m². Em ambientes maiores, é recomendado adicionar outras unidades para aumentar a cobertura do sinal.

O conjunto de três aparelhos promete cobertura em uma área de até 330 m². Os dispositivos contam com uma tecnologia chamada Network Assist, que seleciona o canal de Wi-Fi mais nítido entre as opções de 2.4 GHz e 5 GHz.

Configuração do Google Wifi é feita por meio de aplicativo — Foto: Divulgação/Google

O Google Wifi traz um processo de instalação relativamente simples. É preciso conectar o roteador à energia e ao modem de Internet via cabo de rede e, em seguida, abrir o aplicativo Google Home no celular para seguir os passos.

O app encontra o dispositivo e permite definir nome e senha da rede Wi-Fi. É possível testar a velocidade, visualizar aparelhos conectados à rede, definir uma senha para convidados ou escolher dispositivos que devem receber sinal de forma prioritária.

Google Wifi está disponível pelo preço unitário de R$ 999 — Foto: Divulgação/Google

Com o Google Wifi, os brasileiros terão uma conexão rápida e sem oscilações, graças ao sinal poderoso que ele emite por toda a casa. Isso vai permitir que vários dispositivos conectados funcionem ao mesmo tempo, o que é o caso na maioria das residências hoje, já que as pessoas trabalham, estudam e se divertem em casa
— Vinicius Dib, Head de Devices do Google para a América Latina

Em relação à segurança, a fabricante garante que o sistema recebe atualizações constantes para manter a rede protegida. No caso de famílias, os pais podem bloquear o acesso a sites específicos ou colocar os dispositivos das crianças em "pausa" durante atividades como jantar ou antes de dormir.

Mais do TechTudo