Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Divulgação/Apple

Os novos chips M1 Pro e M1 Max, anunciados pela Apple nesta segunda-feira (18) ao lado dos MacBook Pro de 14 e 16 polegadas, podem atingir performance gráfica bruta superior ao PlayStation 5 (PS5). De acordo com estimativas do site especializado NotebookCheck, a configuração top de linha do M1 Max — com GPU integrada de 32 núcleos — chegaria a 10,4 TFLOPS (teraflops), superando o máximo teórico do PS5, estimado em 10,23 TFLOPS, e tudo isso consumindo muito menos energia.

Embora os números sejam bem expressivos, é preciso considerar que os dados não são baseados em testes e partem de um exercício especulativo do site. As margens de desempenho dos novos processadores só serão realmente conhecidas quando as primeiras unidades chegarem ao consumidor e à mídia estrangeira para testes. Vale lembrar que o PS5 é vendido no Brasil a partir de R$ 3.899,90, enquanto o MacBook Pro com M1 Max não sai por menos de R$ 45.499.

Novos M1 Max dos MacBooks Pro mais poderosos podem superar o PS5 — Foto: Divulgação/Apple

Embora a alegação não tenha partido da Apple, a maçã não tem economizado ao descrever as habilidades da sua nova geração de processadores para Macs. Segundo a marca, os novos M1 Pro e M1 Max usam 70% menos energia do que um laptop com placa dedicada na hora de encarar trabalho gráfico pesado.

Essa combinação de alta performance com baixo consumo de energia é um dos trunfos da arquitetura e conjunto de instruções ARM por trás dos processadores da Apple, e também usada em produtos como os Snapdragon nos celulares.

PlayStation 5 (PS5) tem, em teoria, menor processamento gráfico, mas é muito mais barato — Foto: Murilo Molina/TechTudo

Talvez o mais importante na comparação não seja tanto o desempenho bruto dos novos processadores da Apple, mas a relação com a sua eficiência energética: um laptop gamer com uma RTX 3060 ou 3070 já terá margem suficiente para bater de frente com o PS5, gastando muito mais energia do que o console e, principalmente, do que os MacBooks.

TFLOPS são uma métrica de performance computacional que estima a quantidade de operações matemáticas que um computador consegue realizar dentro de um segundo. Isso significa que, a 10,4 TFLOPS, o MacBook Pro com M1 Max dá conta de 10,4 trilhões de cálculos do tipo por segundo.

Com informações de NotebookCheck, MacRumors e AppleInsider

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

Mais do TechTudo