Sistemas operacionais

Por Eduardo Bartkevihi, do Home Office


A Microsoft divulgou um método para os usuários contornarem os requisitos mínimos de hardware e instalarem o Windows 11 sem TPM 2.0 no computador. O procedimento é feito alterando manualmente os valores da chave de registro no Windows 10 e permite driblar as verificações do chip para obter o novo Windows, lançado nesta terça-feira (5). Embora documentos oficiais indicassem que a Microsoft poderia não exigir o TPM 2.0 em alguns casos, o anúncio da empresa surpreendeu muitos usuários que desejam atualizar para o Windows 11, mas não têm o PC compatível.

A fabricante explica que o mecanismo funciona apenas em PCs que têm, pelo menos, o TPM 1.2 habilitado. A ativação pode ser feita através das configurações do BIOS da máquina no momento da inicialização. Embora alguns casos tenham êxito, vale lembrar que forçar a instalação do Windows 11 em PCs com hardware não compatível pode trazer riscos aos computadores.

Microsoft publica comunicado que ensina como instalar Windows 11 em PCs não compatíveis com TPM 2.0 — Foto: Divulgação/Windows

Windows 11: você vai atualizar? Responda no Fórum do TechTudo

Em publicação na página de Suporte do Windows, a Microsoft ensina como alterar o valor de registro — banco de dados do sistema operacional que armazena configurações dos aplicativos instalados no computador — do Windows 10. Para realizar o procedimento, o usuário deve clicar no botão “Iniciar”, procurar pelo programa “Editor do Registro” e iniciar o aplicativo.

Feito isso, é necessário pesquisar o local "HKEYLOCALMACHINE\SYSTEM\Setup\MoSetup" e adicionar uma nova entrada "REG_DWORD" com o nome "AllowUpgradesWithUnsupportedTPMOrCPU". Defina o valor como "1". Certifique-se de alterar os dados corretamente, pois um erro pode corromper o sistema operacional.

Comunicado da Microsoft para instalação de Windows 11 sem TPM 2.0 — Foto: Reprodução/Microsoft

Vale lembrar que, embora contornar os requisitos mínimos permita ao usuário instalar a nova versão, é necessário tomar cuidado com problemas gerados por possíveis falhas durante este processo. A própria Microsoft alerta que a instalação do Windows 11 em um PC sem suporte pode gerar danos graves ao computador.

"Seu dispositivo pode funcionar incorretamente devido a esses problemas de compatibilidade ou outros. Dispositivos que não atendem a esses requisitos do sistema não terão mais garantia de receber atualizações, incluindo, mas não se limitando a atualizações de segurança", explica um boletim de suporte da Microsoft.

Com informações de Microsoft, PCMag, BleepingComputer

Veja também: Windows 11: veja cinco destaques do novo sistema da Microsoft

Windows 11: veja cinco destaques do novo sistema da Microsoft

Windows 11: veja cinco destaques do novo sistema da Microsoft

Mais do TechTudo