Por Beatriz Aguiar


O Prêmio Melhores do Ano 2021 do TechTudo está na área para decidir os melhores produtos e serviços lançados neste ano. Uma equipe de especialistas decide quais celulares, aplicativos, jogos e eletrônicos foram destaque, e o público também pode participar votando nas opções favoritas de cada categoria.

Um bom notebook precisa ser fácil de transportar, ter boa autonomia de bateria, desempenho robusto e preço realista. A venda de laptops cresceu com o trabalho remoto e as marcas capricharam nos lançamentos. A seguir, o TechTudo traz a lista de finalistas do prêmio na categoria Notebook do Ano, os critérios usados e os jurados que farão a avaliação. O site também vai premiar os melhores produto gamer, fone de ouvido, TV e caixa de som de 2021.

Notebook do ano: Melhores do Ano TechTudo escolhe finalistas de 2021 — Foto: Arte/TechTudo

Critérios

  1. Custo-benefício
    É importante que o preço de um produto seja compatível com todos os recursos que ele oferece. Por isso, levar em conta o custo-benefício é essencial para decidir se o investimento em um laptop vale a pena. Uma dica é sempre buscar as especificações de um modelo para comparar com os de outras marcas.
  2. Bateria
    A autonomia de um notebook é um dos principais requisitos que fazem dele... bem, um notebook. Um dispositivo cuja maior companheira é a tomada talvez não sirva para aqueles que precisam usar o laptop por muito tempo na rua, por exemplo. Carga rápida e muitas horas longe do fio são pontos relevantes neste prêmio.
  3. Design
    O acabamento e as dimensões de um produto precisam ser levados em consideração de acordo com cada necessidade. No geral, a experiência do usuário deve ser confortável e, para isso, critérios como peso, forma e tamanho de tela e teclado são fundamentais na hora de decidir quem leva a melhor.
  4. Processador
    A diferença de desempenho entre um computador desktop e um notebook é mitigada a cada lançamento. As fabricantes têm se empenhado em entregar laptops que aguentam de tarefas mais simples a uso intenso, inclusive com jogos. Cada modelo tem um foco mas, no geral, é preciso suportar bem todas as atividades.
  5. Fluidez do sistema
    Não só de bom processador vive um PC. A experiência de uso no dia a dia do usuário é impactada por outras especificações, como a memória RAM, o armazenamento interno e a qualidade da placa gráfica (GPU). Assim, a capacidade de rodar tarefas sem travamentos também é critério para nossos jurados.

Finalistas

  • Dell XPS 13 2021
    O XPS 13 de 2020 foi eleito o melhor notebook do ano por jurados e público no prêmio do TechTudo daquele ano. A edição de 2021 agora tem a responsabilidade de equiparar o sucesso do irmão mais velho. O laptop da Dell desembarcou no Brasil em junho deste ano com a 11ª geração dos processadores da Intel e duas opções de tela. Rival do MacBook Pro, da Apple, o modelo oferece display de 13,4 polegadas, em 4K com touchscreen ou em Full HD. Ele é encontrado por R$ 10.415.

Com novos processadores, XPS 13 conserva o design da versão 2020 — Foto: Divulgação/Dell

  • Galaxy Book Pro
    A Samsung é representada pelo Galaxy Book Pro, notebook premium que chegou ao Brasil em julho deste ano com foco em produtividade. O laptop sul-coreano também conta com a 11ª geração dos chips da Intel, além de oferecer design ultrafino e tela de 15 polegadas com resolução AMOLED, como nos celulares top de linha da marca. Atualmente, o modelo está indisponível para compra no site oficial da Samsung, mas é visto em lojas do varejo nacional por pouco mais de R$ 10 mil.

Galaxy Book Pro, de formato tradicional, traz entrada USB do tipo A, um diferencial frente a outros ultrafinos do mercado — Foto: Divulgação/Samsung

  • Lenovo Yoga Slim 9i
    O poderoso notebook da Lenovo chegou ao Brasil em abril para peitar os rivais experientes MacBook Air e Dell XPS 13. A versão Slim da linha Yoga é ultrafina, com chip Core i7 de 11ª geração, tela de 14 polegadas Full HD e sensível ao toque, 16 GB de memória RAM e SSD de 512 GB de armazenamento. A ficha técnica robusta reflete no preço: o Yoga Slim 9i não sai por menos de R$ 14 mil, mas, no momento, está indisponível para compra no site da marca.

Yoga Slim 9i é um ultrafino com tela Full HD de 14" com direito a suporte a conteúdo com Dolby Vision — Foto: Divulgação/Lenovo

  • MacBook Pro (M1, 2020)
    Em novembro do ano passado, a Apple anunciou a substituição dos chips da Intel pelos processadores M1 nos produtos da maçã. O componente de fabricação própria promete performance até 2,8 vezes superior ao Core i5 de 10ª geração. No geral, o MacBook Pro com M1 tem poucas mudanças de design e continua com acabamento em alumínio e tela de 13,3 polegadas. A troca de processador, porém, impacta na bateria do produto. A Apple afirma que o M1 é 60% mais eficiente e, por isso, a nova versão aguenta até 20 horas longe da tomada. O laptop é encontrado por R$ 11.333.

MacBook Pro de 2020 foi anunciado com processador M1 — Foto: Divulgação/Apple

  • Vaio Z
    O notebook topo de linha da Vaio lançado no Brasil pela Positivo em julho deste ano chegou às lojas por R$ 19.999. As especificações poderosas prometem valer o preço salgado cobrado pelo modelo, que oferece 32 GB de RAM, SSD de 2 TB e tela de 14 polegadas em resolução 4K. O processador e a placa gráfica ficam por conta da Intel, com a 11ª geração do Core i7 e a GPU Iris Xe Graphics. A bateria do Vaio Z promete 10,5 horas de uso.

Novo Vaio Z tem hardware potente e se posiciona como opção ao MacBook Pro — Foto: Divulgação/Vaio

Avaliadores

  • Anna Kellen Bull – Coordenadora de conteúdo na PSafe
  • Bruno De Blasi – Repórter no Tecnoblog
  • Joyce Macedo – Líder editorial no Tecmundo
  • Murilo Tunholi – Repórter no Tecnoblog
  • Rubens Achilles – Editor no TechTudo

Votação Popular

Além do time de especialistas, o público também pode votar e ajudar a escolher os produtos que foram destaque neste ano. Clique aqui e VOTE no melhor notebook. O vencedor receberá o título de "Notebook do Ano — Voto Popular".

Nota de transparência: Submarino e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo