Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


A Black Friday 2021 acontece no próximo dia 26 de novembro, mas os consumidores já estão começando a pesquisar como aproveitar produtos em promoção. Realizada anualmente na última sexta-feira do mês de novembro, a campanha promete descontos expressivos em eletrônicos, eletrodomésticos e em serviços, tanto em lojas físicas como virtuais. No entanto, há uma certa desconfiança dos consumidores em relação às ofertas da ação, por conta de golpes comuns realizados durante o evento e pelo nível de validade oferecido pela loja.

Pensando nisso, o TechTudo reuniu dez dicas sobre a Black Friday Brasil 2021 para tirar as dúvidas dos compradores e mostrar como fazer compras mais seguras e vantajosas. Confira, a seguir, uma lista com tópicos que explicam melhor diversas questões relacionadas ao evento que será realizado no mês de novembro.

Black Friday 2021: lista traz informações do evento e dicas para usuários comprarem em segurança — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Black Friday: como saber se promoção compensa? Participe no Fórum do TechTudo

O que significa Black Friday?

Ao pé da letra, “Black Friday” significa “Sexta-feira Preta”, e o primeiro registro do termo data de 24 de setembro de 1869, quando dois investidores resolveram manipular o mercado de ouro na Bolsa de Nova York e aumentaram o preço do metal para tentar gerar mais lucro. Entretanto, o governo americano disponibilizou mais ouro no mercado e, seguindo a regra de oferta e procura, acabou criando o efeito contrário. Por conta da diminuição do preço do material, vários investidores ganharam prejuízo naquele ano.

Outra linha de pensamento diz que o termo foi registrado em 1951 para se referir ao grande número de pessoas que faltavam ao trabalho na sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças, comemorado na última quinta-feira de novembro. Esses trabalhadores alegavam estar doentes para “emendar” o feriado com o fim de semana e sair às compras, tornando a sexta-feira impraticável nas empresas.

No Brasil, a Black Friday ganhou força em 2010, inicialmente com promoções em lojas virtuais. Com o passar do tempo, as lojas físicas também adotaram a campanha, oferecendo descontos em variados produtos. Após o sucesso da ação entre os grandes lojistas, praticamente todos os estabelecimentos do país passaram a realizar alguma promoção na data, incluindo restaurantes, farmácias, lojas de roupa, entre tantos outros comércios.

Quando é a Black Friday 2021?

Tradicionalmente, a Black Friday acontece na última sexta-feira do mês de novembro, sempre um dia após o feriado americano de Ação de Graças. Em 2021, a Black Friday será realizada no dia 26 de novembro. Entretanto, para alcançar mais consumidores, diversos estabelecimentos antecipam ou estendem a realização da liquidação, oferecendo ofertas durante toda a semana da campanha — ação que ficou conhecida como “Black Week”.

Quando começa a Black Friday 2021? Evento será realizado no dia 26 de novembro — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Em quais lojas devo ficar de olho?

No comércio brasileiro, a expectativa é de que as grandes empresas varejistas ofereçam bons descontos na Black Friday. Lojas como Americanas, Submarino, Amazon, Magazine Luiza e Casas Bahia tradicionalmente realizam extensas campanhas promocionais na ocasião, que podem ser aproveitadas tanto em lojas físicas como em sites ou aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS). Mais recentemente, aplicativos de lojas asiáticas, como AliExpress, Shopee e Shein, também passaram a lançar ofertas promocionais no período.

Lojas asiáticas se juntam às varejistas tradicionais na lista de participantes da Black Friday 2021 — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Quais produtos terão desconto?

Os eletrônicos e eletrodomésticos são os itens mais procurados na Black Friday, por receberem os descontos mais vantajosos. Produtos como smartphones, notebooks, smart TVs, câmeras, consoles de vídeo game, além de fogão e geladeira, são os aparelhos que recebem mais destaque entre os consumidores. Outros itens também podem ser encontrados em oferta durante a campanha, como passagens aéreas, livros, roupas, calçados e acessórios.

Vale lembrar que essa é uma estimativa feita com base nos anos anteriores da Black Friday no Brasil. Cada lojista pode escolher os produtos que quiser para oferecer descontos aos clientes dentro do seu segmento. Por isso, é preciso esperar o início da campanha para conferir as ofertas em seus meios oficiais.

Como saber se um desconto é verdadeiro?

É preciso ficar atento para não cair em falsas promoções no dia da Black Friday e acabar pagando “a metade do dobro” no preço do produto (expressão popular que reflete quando uma loja aumenta o preço para baixá-lo em seguida). Uma das formas de conferir se um item está realmente com desconto é usar comparadores online, como o Compare TechTudo. Esse tipo de ferramenta permite consultar o histórico de preço dos itens nos últimos meses, oferecendo a oportunidade de conferir se aquele valor realmente vale a pena.

Black Friday data: gráfico com o histórico de preços de um teclado gamer no site Compare TechTudo — Foto: Reprodução/Marvin Costa

Outro detalhe em que é preciso estar atento é a forma de pagamento. Muitos lojistas anunciam preços promocionais exclusivos para compras à vista, com pagamento em boleto ou Pix, por exemplo. Nesses casos, vale conferir se existe cobrança de juros caso escolha pagar com cartão de crédito, o que tornaria o desconto não tão vantajoso. O valor do frete também pode fazer a diferença nesses casos, portanto, não esqueça de somar esse custo ao preço final da compra.

Como conseguir frete grátis?

O oferecimento de frete grátis fica a critério de cada loja, que pode oferecer o benefício ou não. Em alguns casos, porém, é possível conseguir a gratuidade por meio de alguns artifícios, como cupons promocionais disponibilizados em sites especializados. Cuponomia, Méliuz e Cuponation são alguns serviços que ofertam esses itens. Muitas lojas também oferecem frete grátis em compras grandes, portanto, vale conferir o valor mínimo que cada estabelecimento estipula para conseguir o desconto.

Nos casos de grandes lojistas, ainda existe a possibilidade do consumidor conseguir frete grátis em compras realizadas pelo aplicativo próprio da rede, especialmente se aquela for a primeira compra realizada pelo usuário. Também é possível optar por pagar uma taxa de assinatura mensal ou anual para ter direito ao benefício, caso compre com frequência em uma mesma loja, o que pode garantir uma economia no final das contas.

Como comprar com segurança?

A primeira coisa a fazer é verificar a reputação da loja e se ela é confiável. Para isso, o consumidor pode recorrer a sites como o Reclame Aqui para consultar se existem muitas reclamações sobre compras ou entrega dos produtos. Outro meio de realizar essa checagem é consultando o status do CNPJ da loja na Receita Federal e no Procon-SP, para conferir se a loja realmente existe ou se trata de um golpe.

Black Friday Brasil: no site do Procon-SP é possível encontrar uma lista de sites que devem ser evitados na hora das compras — Foto: Reprodução/Procon

Durante a Black Friday, a recomendação é que o usuário opte por fazer compras em lojas conhecidas, que possuam endereço físico ou nas quais o usuário já tenha efetuado uma compra anteriormente. Também é fundamental não clicar em links recebidos no WhatsApp de lojas das quais o consumidor nunca ouviu falar.

Como será a entrega das compras?

O prazo de entrega varia conforme o acordo estabelecido pela loja no momento da compra. Embora o Código de Defesa do Consumidor (CDC) não determine um prazo máximo, o descumprimento configura infração e, quando há atraso, o descumprimento de oferta por parte do fornecedor é notificado. Nestes casos, o consumidor pode exigir o cumprimento forçado da entrega, aceitar um produto equivalente ou desistir da compra para ser restituído integralmente do valor pago, acrescido de correção monetária e do frete.

Quais são meus direitos de compra na Black Friday 2021?

Algumas empresas podem aproveitar a Black Friday para cometer abusos, então é preciso estar atento aos direitos do consumidor durante a compra. O artigo 49 do CDC, por exemplo, assegura o “direito ao arrependimento” em compras online caso o cliente perceba que fez mau negócio ou não tenha aprovado a qualidade do produto. Nestes casos, o usuário deverá devolver o produto e tem direito a receber 100% do valor de volta, sem precisar explicar o motivo. O prazo de desistência é de sete dias, contados a partir da compra ou do recebimento da mercadoria.

O consumidor também pode exigir a emissão da nota fiscal do produto, e o lojista não pode se recusar a emitir o documento. Além disso, é direito do cliente ser ressarcido por cobranças indevidas, realizar a troca do produto em casos de defeito, ou fazer a troca por outros motivos — nestes casos, vale conhecer a política de troca da empresa.

Vale a pena comprar na Black Friday?

Recentemente, uma pesquisa realizada pelo Reclame Aqui mostrou que os consumidores brasileiros não confiam tanto nas ofertas anunciadas durante a campanha. 48,8% dos entrevistados acreditam que as promoções são fraudulentas, enquanto outros 27,1% sequer acreditam que exista uma Black Friday de verdade no país. Em outro cenário, mais de 60% do público revelou que a campanha brasileira não oferece promoções de verdade.

Por outro lado, mais da metade daqueles que estão aguardando pela Black Friday Brasil afirmaram já estarem monitorando os preços dos produtos desejados. Os itens que possuem mais intenção de compra são eletrônicos, como caixas de som e fones de ouvido, smartphones, roupas e calçados, notebooks e tablets. A preferência dos entrevistados é comprar em lojas online.

A Black Friday possui, sim, ofertas que podem ser proveitosas, mas o usuário deve pesquisar entre diferentes lojistas e plataformas para garantir descontos realmente vantajosos. Vale lembrar também que, aqueles que não conseguirem os produtos desejados, podem esperar pelas promoções da Cyber Monday, evento realizado na segunda-feira seguinte à Black Friday e também que oferece descontos em compras online.

Com informações de Black Friday e Reclame Aqui

Veja também: seis fatos sobre o iPhone 13. Preços, novidades e tudo que você precisa saber.

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

6 fatos sobre o iPhone 13! Preços, novidades e tudo que você precisa saber!

Mais do TechTudo