Celulares

Por Sarah Gomes, para o TechTudo

Divulgação/Realme

O celular Realme 8 Pro faz parte da linha de modelos intermediários da marca chinesa no país. Ele traz câmera quádrupla de até 108 MP, processador Snapdragon 720G e bateria de 4.500 mAh, que promete durar mais de 24 horas. Também sai de fábrica com um carregador de 50 W, que permite recarga rápida de 0 a 50% em 17 minutos

O dispositivo desembarcou em junho de 2021 com preço de lançamento de R$ 2.099. Ele é mais uma aposta da fabricante chinesa que recentemente comemorou a marca de 100 milhões de clientes pelo mundo. Confira a seguir todos os detalhes.

Ex-BBB Camilla de Lucas participou do lançamento do Realme 8 Pro — Foto: Divulgação/Realme

Ficha técnica do Realme 8 Pro

  • Tamanho da tela: 6,4 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (1080 x 2400 pixels)
  • Painel da tela: Super AMOLED
  • Câmera principal: quádrupla, 108, 8, 2 e 2 MP
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Sistema: Android 11 + Realme UI 2.0
  • Processador: Snapdragon 720G (octa-core de até 2,3 GHz)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Cartão de memória: sim – microSD de até 512 GB
  • Capacidade da bateria: 4.500 mAh
  • Recarga: 50 Watts + carregador de 65 Watts
  • Telefonia: Dual SIM (nano SIM)
  • Peso: 176 gramas
  • Dimensões: 160.6 x 73.9 x 8.1 mm
  • Cores: Infinite Black (preto) e Infinite Blue (azul)
  • Lançamento: junho de 2021
  • Preço de lançamento: R$ 2.099

Tela e design

Realme 8 Pro possui tela Super AMOLED — Foto: Divulgação/ Realme

O display Super AMOLED do Realme 8 Pro apresenta 6,4 polegadas e resolução Full HD+ de 1080 x 2400 pixels. A tela possui bordas mínimas com a câmera frontal em um furo no canto superior. O painel do smartphone conta ainda com suporte Always On Display (AOD) e brilho máximo de 1.000 nits – unidade de intensidade de luz visível – em ambientes externos.

De acordo com a fabricante, seu design é inspirado no céu noturno, por isso o acabamento nas cores azul e preto é brilhante. O diferencial dos dispositivos com a cor amarela é o material fluorescente presente na frase tradicional da fabricante e no módulo das lentes, que brilham no escuro.

A traseira apresenta a marca da Realme e o escrito “Dare to leap” (ouse pular, em tradução livre) de forma cintilante. O conjunto quádruplo de lentes também está na parte de trás do aparelho em um módulo quadrado, juntamente com o flash LED.

Câmeras

O arranjo fotográfico com quatro lentes é um dos destaque do smartphone da Realme. O conjunto é organizado da seguinte maneira:

Realme 8 Pro possui quatro câmeras no arranjo principal — Foto: Divulgação/ Realme

As câmeras do smartphone apresentam o sensor ISOCELL HM2 de 108 MB, que promete desempenho superior em ambientes noturnos. O recurso traz a combinação de Pixels 9 em 1 para captar mais luz e permite maior alcance do ISO e, por isso, oferece imagens com maior qualidade.

O software da câmera recebeu diversas atualizações da fabricante, dentre elas a melhoria no modo Super Night Scape, que aumenta a captação de luz para aprimorar fotos noturnas. Há também o Ultra Zoom 3x que é capaz de tirar 8 fotos rapidamente e sintetizá-las para aprimorar a nitidez.

Já o Starry Time-lapse Video e o Starry Mode são ferramentas que permitem registrar o céu noturno com mais detalhes. Outra novidade é o Tilt-Shift que cria imagens em miniaturas dos cenários tanto em vídeo quanto no modo time-lapse.

Por fim, a câmera frontal consegue registrar selfies com qualidade de 16 MP, enquanto os vídeos são gravados com qualidade de 1080p a 30 fps (quadros por segundo).

Desempenho e armazenamento

Realme 8 Pro conta com processador da Qualcomm — Foto: Divulgação/ Realme 8 Pro

O lançamento da Realme apresenta o processador Snapdragon 720G (octa-core de até 2,3 GHz) da Qualcomm. Ele funciona em conjunto com 6 GB ou 8 GB de memória RAM. Já em relação ao armazenamento interno, o smartphone oferece 128 GB para guardar fotos, vídeos e aplicativos.

Apesar da ficha técnica intermediária, graças ao bom processamento de imagens e dados que o chip da Qualcomm oferece, o celular possui um bom desempenho para jogos. O dispositivo oferece ainda possibilidade de expansão do espaço interno via cartão microSD.

Bateria

A bateria do Realme 8 Pro tem capacidade de 4.500 mAh. De acordo com a fabricante, uma carga rende um dia inteiro longe das tomadas. Outro ponto positivo é o carregador de 50 W, que vem na caixa do aparelho e proporciona um carregamento de 50% da bateria em apenas 17 minutos.

Além disso, assim como no Realme 8, a versão Pro conta também com o Super Power Saving Mode, tecnologia que limita ao máximo os recursos do celular para entregar até 32 horas de uso de emergência.

Versão do Android e recursos adicionais

O celular da Realme sai de fábrica rodando o Android 11 acompanhado da interface Realme UI 2.0. O sistema do Google promete otimização da privacidade de dados e outros recursos como gravação de tela do celular e novas configurações para o modo escuro. Já o UI traz uma versão mais limpa e diversos recursos adicionais.

Outros recursos presentes no aparelho são Bluetooth 5.0 e NFC, tecnologia que permite pagamento por aproximação utilizando o celular. O Realme 8 Pro apresenta também leitor de biometria, com desbloqueio por impressão digital sob a tela.

Preço e onde comprar

O Realme 8 Pro chegou ao país em junho deste ano nas cores Infinite Blue, Infinite Black e Illuminating Yellow. O valor inicial foi de R$ 2.099, mas já é encontrado com desconto no varejo online.

A Realme

A Realme atingiu a marca de 100 milhões de clientes no mundo inteiro em agosto deste ano. O objetivo da fabricante era alcançar esse número até o final de 2021, ou seja, está adiantada. A empresa já tinha anunciado a conquista de 70 milhões de clientes em março, enquanto a venda total de smartphones chegou à casa de 42 milhões no ano passado.

Desses 100 milhões de usuários, pelo menos metade está na Índia. A marca, que nasceu como uma subsidiária da Oppo, foi lançada em agosto de 2018 e começou a se expandir globalmente há poucos anos. No Brasil, a Realme chegou de forma oficial em dezembro de 2020 para disputar com gigantes como Samsung e Motorola.

Com informações de GSM Arena e Realme

Mais do TechTudo