Por Shoptime

Reprodução/LG

Assim como nos celulares, cada marca de Smart TV conta com um sistema operacional e com um tipo de navegação para acessar os canais da TV aberta, os aparelhos conectados e os aplicativos dos serviços de streaming de áudio e vídeo. Conforme o Shoptime explica a seguir, a experiência entre as TVs é bem diferente e você precisa de algumas informações antes de escolher o seu próximo aparelho.

Atualmente, são quatro sistemas principais: a LG tem o webOS; a Samsung tem o Tizen; a AOC, algumas TVs da Philips e da TCL usam o Roku OS; e Android TV do Google equipa aparelhos Panasonic, alguns modelos TCL, Philco, Phillips e unidades da Sony ainda à venda no mercado.

É importante frisar que algumas marcas e modelos mais populares contam com sistemas próprios e mais simples, que podem decepcionar nas funções, na navegação e, principalmente, nos apps disponíveis.

Vamos ficar nos quatro principais aqui, para você entender as diferenças.

Tizen - O sistema operacional das TVs da Samsung é desenvolvido pela própria empresa sul-coreana e está presente com alguma variação entre os aparelhos, dependendo do modelo e do preço.

Em geral, conta com uma biblioteca bem completa de apps e com serviços exclusivos da marca, como games e canais de vídeo. Porém, para ter acesso a serviços de streaming mais novos, é recomendável escolher uma TV com lançamento em 2020 ou 2021, visto que os aparelhos antigos param de receber atualizações depois de alguns anos.

O Tizen exibe uma barra na parte inferior da tela com as opções de aplicativos e conteúdos, com navegação fácil pelo controle remoto inteligente da marca. A exibição da barra não interrompe o que você está assistindo. Ele permite grande integração com produtos Samsung e com dispositivos compatíveis, podendo transformar a TV em uma central de controle da sua smart home.

webOS - O sistema das TVs LG é um dos mais fluidos para navegação, especialmente nos aparelhos mais novos e topo de linha, com bons processadores. Isso é reforçado pelo controle remoto Magic, que simula a movimentação de um cursor de mouse na tela quando você movimenta o acessório no ar.

O sistema também apresenta barra na parte inferior da tela com as opções de aplicativos e conteúdos, com destaques de cada app em uma segunda camada (como indicações da Netflix e vídeos mais vistos do YouTube no dia), sem interromper o que você assistia.

Assim como na Samsung, as atualizações não costumam ser tão frequentes, porém, as TVs da LG sempre trazem o webOS completo. Por outro lado, novas versões do sistema ficam restritas às TVs do ano, o que pode deixar um aparelho de dois ou três anos atrás sem acesso a um aplicativo de serviço de streaming recém-lançado.

Nos aparelhos mais recentes e topo de linha, o webOS permite boa integração com smartphones e tablets para exibição de conteúdos da telinha para a tela grande via Miracast e AirPlay.

Android TV ou Google TV - O sistema operacional do Google tem uma interface conhecida para quem tem celular com Android, além de integração perfeita com smartphones e tablets com o mesmo sistema. O celular pode ser usado como controle remoto para navegar pela TV.

O sistema ocupa a tela toda e a navegação ocorre em grandes blocos, onde ficam os aplicativos e dispositivos instalados. Por ser um sistema mais pesado, a interação pode ser prejudicada em Smart TVs de perfil custo-benefício e que não contem com um processador mais poderoso.

Por outro lado, o Android TV tem como vantagem a imensa biblioteca de apps, não apenas dos serviços de streaming, mas também de jogos e outros recursos para instalar na TV. Além disso, há a plena integração com Google Assistente, para responder a comandos de voz e controlar dispositivos conectados da casa inteligente.

Roku OS - Roku é uma plataforma com grande presença na América do Norte e que começa a se popularizar no Brasil, em razão do Roku Express (aparelhinho que transforma TVs antigas em Smart) e da instalação do sistema operacional em TVs com perfil custo-benefício. Ele é um sistemas operacionais mais simples, porém, sem deixar nada de fora.

A navegação é bastante intuitiva e ágil, também com grandes blocos dos aplicativos e conteúdos na tela toda, além dos dispositivos conectados. Nesse caso, ele funciona como uma central de mídia eficiente. O Roku OS ainda oferece uma busca fácil para encontrar suas séries e filmes favoritos sem dificuldades, com catálogo bem amplo de serviços e apps.

Visite o Shoptime para conhecer suas opções de Smart TV e tudo mais o que sua casa precisa.

Para ver as melhores ofertas do dia, baixe o app do Shoptime e aproveite mais vantagens na hora de comprar online. E até 31/10, aproveite a Black Night, com descontos de até 60% e parcelamento em até 12x sem juros.

Shoptime
Mais do TechTudo