Redes sociais

Por Raquel Freire, para o TechTudo


A corrente sobre o vírus do WhatsApp Gold está de volta, envolvendo a emissora Globo em uma fake news. Surgido em 2016, o boato, que trata de uma falsa versão premium do WhatsApp, voltou a circular em 2021, agora divulgando um suposto "vírus Gambarelli". O malware estaria em um vídeo chamado Gambarelli, que, quando executado, estragaria o celular e zeraria a conta bancária da vítima. Essa versão da corrente já havia sido divulgada anteriormente em 2019, mas com o nome Martinelli.

Agora, o texto em circulação afirma que o vírus Gambarelli teria sido abordado em um noticiário da TV Globo, em uma tentativa de dar credibilidade à mensagem. A reportagem citada, no entanto, não existe. O fato sabido é que o WhatsApp Gold não é real – já que, pelo menos por enquanto, não existe ainda uma versão especial do mensageiro. Isso significa que qualquer link que prometa uma alternativa com mais recursos do app deve ser bloqueado. A existência do vídeo malware Gambarelli, vale dizer, também é uma fraude.

Boato sobre WhatsApp Gold volta a circular em 2021 com suposto "vídeo Gambarelli", que seria vírus; corrente é fake — Foto: Marcela Franco/TechTudo

Como evitar correntes no WhatsApp? Descubra no Fórum do TechTudo.

A nova versão da fake news começou a ganhar força na segunda-feira (4). O Google Trends, ferramenta que monitora pesquisas realizadas no Google, aponta crescimento nas buscas pelo termo "WhatsApp Gold" a partir dessa data, com pico de interesse na quarta-feira (6). Expressões como "WhatsApp Gold fake" e "WhatsApp Gold fato ou fake" também estão entre as consultas em alta, indicando a desconfiança dos usuários em relação à veracidade da corrente.

O ressurgimento do boato coincidiu com o apagão do WhatsApp, que também fez cair Facebook e Instagram. Não é possível afirmar que exista uma relação direta entre os acontecimentos, mas é possível que os disseminadores da corrente fraudulenta tenham aproveitado a situação para espalhar mais medo. Abaixo, confira o texto na íntegra.

"Hoje a Globo estava falando sobre o Whatsapp Gold e é verdade.
Existe um vídeo que será lançado amanhã no Whatsapp e se chama Gambarelli.
Não abra!!. O virus vai para o seu telefone, sua conta bancaria será zerada e seu telefone bloqueado para sempre!
Avisem os seus contatos, amigos e colegas!!
Se você receber uma mensagem para atualizar o Whatsapp Gold * Não abra!
Eles acabaram de anunciar que o vírus é sério.
Envie para todos."

WhatsApp Gold: Mensagem do vírus Gambarelli voltou a circular junto com apagão do WhatsApp, Facebook e Instagram — Foto: Reprodução/WhatsApp

Como se proteger

Os golpes no WhatsApp existem há anos e, ao que tudo indica, não é tão cedo que vão parar. Por isso, é preciso se proteger das ameaças, reduzindo ao mínimo as chances de cair nessas "ciladas" virtuais e de espalhar mensagens que façam com que outras pessoas caiam nessas armadilhas.

A mensagem com o "vírus Gambarelli" entra na categoria de fake news, sistema comumente usado de para aplicar fraudes de diversas formas. Uma dica para evitar cair nesse tipo de mensagem é usar o bot FakeCheck, um detector de boatos criado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Ele está disponível para celulares Android e iPhone (iOS).

WhatsApp Gold é um app falso usado desde 2016 para dar golpes — Foto: Reprodução/TechTudo

Já o WhatsApp Gold, em sua versão original do boato, continha um link que realizava ataque por engenharia social. Ao tocar sobre o conteúdo, que supostamente permitiria baixar a versão especial do aplicativo, o usuário era obrigado a repassar a mensagem para cinco grupos ou dez contatos do WhatsApp. Depois disso, a vítima tinha que assinar serviços de R$ 4,99 ao mês para ter acesso a sorteios de iPhones e outras vantagens — todas, vale dizer, falsas. Em casos como esse, a orientação é não encaminhar a mensagem e denunciar o contato ao WhatsApp.

Outras dicas gerais são ter antivírus instalado no celular, ativar a autenticação em dois fatores e desativar o download automático de fotos e mídias. Para proteger a privacidade, também vale esconder a foto de perfil para desconhecidos, o que dificulta que cibercriminosos façam um fake da sua conta para enganar seus contatos. Além disso, é importante sempre pesquisar bem antes de clicar e instalar qualquer link ou aplicativo em seu smartphone.

Com informações de Google Trends

Golpes no WhatsApp para ficar de olho em 2021

Golpes no WhatsApp para ficar de olho em 2021

Mais do TechTudo