Jogos de estratégia

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Riot Games revelou, nesta segunda-feira (11), mais detalhes sobre o patch 2.5 em League of Legends: Wild Rift. Entre os destaques estão a chegada de três novos campeões, Veigar, Caitlyn e o Jayce, e o lançamento de diversas skins. Outras novidades são, mudanças no arauto e na selva, a chegada de um sistema de guildas, alterações no matchmaking das partidas ranqueadas, um recurso para transmitir suas partidas na Twitch TV e a preferência de posição em partidas sem rank. Veja a seguir mais detalhes sobre as novidades do patch 2.5.

Patch 2.5 chega com diversas novidades para o Wild Rift — Foto: Divulgação/Riot Games

Novos campeões e skins

Os novos campeões serão lançados em datas distintas. Veigar, o Pequeno Mestre do Mal, estará disponível ainda em outubro. O campeão será mais uma opção para os jogadores da rota do meio que gostam de recursos de controle de grupo e de causarem um dano massivo com as habilidades. Caitlyn, a Xerife de Piltover, e Jayce, o Defensor do Amanhã, chegarão para aumentar o leque de campeões na rota do dragão e na rota do barão, respectivamente. Ambos estão previstos para novembro.

Em relação às skins, serão lançadas a Kai'Sa Dragoa da Laguna, Master Yi Dragão de Zéfiro, Brand Dragão Eterno, Aurelion Sol Dragão da Tormenta, Ashe Dragoa Feérica, Irelia Espada Divina e Riven Espada Valorosa. Além dessas, também chegam Nami Cajado Esplendoroso, Janna Feiticeira, Wukong do Submundo, Leona Eclipse Solar, Caitlyn Caçadora de Cabeças e Veigar, o Super Vilão.

Veigar chegará no Wild Rift com sua skin Super Vilão — Foto: Reprodução/Riot Games

Arauto, selva e ARAM

Para a nova atualização, algumas mudanças no arauto e na selva também são planejadas. O arauto poderá ser feito pelas equipes duas vezes antes do Barão Na'Shor nascer e causará mais dano em torres, além de receber mais dano quando executar seu avanço nas estruturas. Em relação à selva, serão aumentados o tempo de ressurgimento dos monstros que não concedem efeitos especiais, mas, em contrapartida, vão render mais ouro para os caçadores.

O ARAM também estará recebendo um pouco mais de atenção. O modo é ideal para aqueles que desejam testar campeões ou que simplesmente gostam de partidas mais rápidas e com ação do começo ao fim. A partir do patch 2.5, o mapa do ARAM terá Florividentes para que os jogadores possam ter mais visão de seus adversários.

Mudanças no arauto poderão encorajar mais lutas nessa região — Foto: Reprodução/Riot Games

Sistema de guildas

A Riot Games também anunciou o sistema de guildas. Com esse recurso, os interessados poderão chamar seus amigos para criar uma guilda, escolher nome, tag, ícone e descrição do grupo, além de terem a oportunidade de fazer missões para conquistar recompensas exclusivas.

Quando o jogador estiver em um guilda, seu nome mostrará o ícone e outras informações em diversos lugares do Wild Rift, como na tela de carregamento e nas leaderboards. O sistema também deve permitir o confronto interno de guildas por mais recompensas no jogo.

Sistema de guildas possibilitará aos jogadores realizarem as famosas GvG, ou Guilda vs Guilda, no Wild Rift — Foto: Reprodução/Riot Games

Preferência de posição

Será adicionada no patch 2.5 a Preferência de posição em jogos não ranqueados. Isso significa que os jogadores poderão selecionar suas rotas favoritas para que o gerenciamento de partidas possa priorizá-las no momento de organizar sua equipe. Ainda será possível cair em uma rota que você colocou baixa preferência, mas as chances serão mínimas.

A Riot Games também mencionou que isso não afetará negativamente o tempo de espera por partidas e que os jogos às cegas, sem banimentos, ainda estarão disponíveis. A empresa também se diz pronta para ouvir o feedback da comunidade a respeito dessa adição.

Preferência de posição chega no Wild Rift na atualização 2.5 — Foto: Divulgação/Wildrift.leagueoflegends

Matchmaking e Twitch TV

Outro ponto importante na atualização está relacionado ao matchmaking das partidas ranqueadas. A Riot Games reconheceu os problemas enfrentados quando o sistema acabava criando partidas com companheiros e oponentes de níveis muito diferentes, o que tornava o jogo bastante desequilibrado.

Agora, as partidas serão pareadas com base no nível dos jogos realizados pelos usuários, e não mais no rank de cada um. O objetivo da decisão é tornar os jogos mais justos e a experiência mais saudável para todos.

Para aqueles que desejam criar conteúdo com o Wild Rift, o patch 2.5 terá um recurso especial. Dentro do jogo, haverá um botão indicando que você poderá iniciar imediatamente uma transmissão na plataforma Twitch TV. Basta clicar no botão, colocar as informações da sua conta na plataforma de streaming e começar a transmissão de suas partidas.

Com informações de Wildrift

Mais do TechTudo