Robótica
Publicidade

Por Vitória Bernardes, para o TechTudo

Anthony Wallace/AFP/Getty Images

Cerca de 300 creches de Seul, capital da Coreia do Sul, receberam os robôs Alpha Mini para servirem como auxiliares em sala de aula. Com 24,5 cm de altura, essas pequenas máquinas são capazes de dançar, cantar músicas longas, contar histórias e até ensinar golpes de kung fu para as crianças. O projeto piloto é parte de um estudo e serve como imersão da nova geração à alta tecnologia.

Os robôs Alpha Mini funcionam por meio de uma câmera instalada no capacete. O visor é capaz de tirar fotos e conectar-se ao tablet dos professores para mandar imagens das crianças enquanto fazem as atividades. Os olhos também piscam e formam um coração, o que pode despertar a criatividade dos alunos em sala de aula.

Robô Alpha Mini é auxiliar em projeto piloto na cidade de Seul, Coreia do Sul — Foto: Reprodução/The Guardian

O propósito é usá-lo apenas no jardim de infância. Dessa forma, o público entre dois e cinco anos se acostuma com a presença da tecnologia no dia a dia e, assim, consegue interagir melhor com ferramentas de inteligência artificial (IA).

O governo sul-coreano acredita que a experiência das crianças de Seul dentro das creches pode ter um efeito duradouro. Para ele, a inteligência artificial estará presente em todos os lugares, e aprender a gerenciá-la é fundamental desde o início da vida.

Com informações de The Guardian

Mais do TechTudo