Robótica

Por Raquel Freire, para o TechTudo


A empresa europeia Promobot está procurando pessoas que queiram transferir o direito de uso do próprio rosto para a fabricação de um robô. A recompensa, de US$ 200 mil (cerca de R$ 1,1 milhão, em conversão direta), será concedida apenas a um escolhido pela fabricante de robôs.

O único critério em relação à aparência é que o candidato tenha expressão "gentil e amigável". Isso porque o androide vai operar atendendo pessoas em lugares lotados, como aeroportos e shopping centers. O "ganhador" vai ter de transferir os direitos de uso de sua imagem de forma vitalícia, além de conceder o uso da voz.

Empresa americana vai pagar R$ 1,1 milhão para usar rosto de pessoa em seu robô — Foto: Divulgação/Promobot

O chamado "humanoid project" (projeto humanoide, em tradução livre) teve início para atender às necessidades de um novo cliente da Promobot, uma empresa fornecedora de soluções para aeroportos, shoppings e lojas de varejo na América do Norte e no Oriente Médio.

"Nossos novos clientes querem lançar um projeto em grande escala e, para isso, precisam licenciar uma nova aparência de robô para evitar atrasos legais"

O robô com a face do candidato começaria a operar em 2023. Os interessados podem se inscrever por meio de um formulário no site da empresa, sediada em Nova Iorque. Vale sublinhar, porém, que o TechTudo encontrou a página do formulário fora do ar durante a produção desta matéria.

Com informações de Promobot e Gizmodo

Mais do TechTudo