E-reader
Publicidade

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Divulgação/Amazon

O novo Kindle Paperwhite chegou ao Brasil trazendo atributos como tela de 6,8 polegadas, opções com até 32 GB de armazenamento e sistema de iluminação com 17 LEDs. Com um grande número de melhorias em relação ao modelo anterior, o e-reader aumentou de preço, e agora parte de R$ 649. Confira a seguir os pontos positivos e negativos do dispositivo.

Agora disponível com a entrada USB-C, o modelo 2021 do Kindle Paperwhite é vendido por R$ 649 na versão de 8 GB de armazenamento. Já a versão mais completa do e-reader intermediário, denominada como Signature Edition, custa R$ 849 no site da Amazon. O dispositivo traz 32 GB de memória, além de outros recursos exclusivos, como iluminação automática e carregamento sem fio.

Novo Kindle Paperwhite 2021 — Foto: Divulgação/Amazon

PONTOS POSITIVOS

1. Tela maior do que a geração anterior e o Kindle básico

Kindle Paperwhite com tela maior fica mais eficiente para a leitura — Foto: Divulgação/Amazon

A nova geração do Kindle Paperwhite ganhou um aumento de tamanho. O modelo intermediário do e-reader agora traz uma tela de 6,8 polegadas, ganho significativo em relação à geração anterior, que tinha display de 6,0 polegadas – mesma dimensão do Kindle básico.

Apesar do aumento de área do display, o novo Paperwhite mantém resolução suficiente para renderizar texto com alta resolução. Isso porque a versão traz os mesmos 300 ppi (pixels por polegada) do Kindle mais sofisticados, o Oasis, além de tecnologia de fonte otimizada e escala de cinza com 16 níveis, segundo a fabricante.

2. Iluminação de maior qualidade

Iluminação permite ler no escuro sem precisar de abajur ou incomodar quem dorme ao lado — Foto: Divulgação/Amazon

Os novos Paperwhite oferecem telas com um conjunto de 17 LEDs, que contornam as quatro laterais da tela. Esses LEDs podem ser controlados manualmente pelo usuário para projetar luz sobre o display e assim iluminar o Kindle, possibilitando a leitura mesmo no escuro sem precisar de fonte de luz externa, como um abajur.

Os 17 LEDs são um salto expressivo diante dos 5 usados no Paperwhite anterior. Tais lâmpadas ajudam a cobrir melhor as laterais da tela e garantem uma iluminação mais uniforme e natural, sem sombras ou bolsões em que os LEDs têm dificuldade em alcançar.

3. Opção de 32 GB

Versão Signature Edition do Paperwhite tem 32 GB de espaço — Foto: Divulgação/Amazon

A versão padrão – e mais barata – do Paperwhite vem com 8 GB de espaço para dados, quantidade mais que suficiente para uma biblioteca impressionante de livros, uma vez que um e-book típico raramente passa da casa de algumas centenas de KB (kilobytes).

Mas, para quem tem coleções realmente grandes, a opção de 32 GB, denominada pela Amazon como Signature Edition, pode ser extremamente útil para armazenar os chamados audiobooks, livros com narração em que o usuário na verdade ouve a leitura da obra. Nesse caso, os arquivos são em MP3 e pesam mais, justificando a opção com maior capacidade.

4. Ajuste de temperatura de tela

Ajuste de temperatura de tela, que estreou no Oasis, também está disponível nos novos Paperwhite — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Até a chegada dos novos Paperwhite, o suporte a esse recurso era uma exclusividade do Oasis, o Kindle top de linha. O ajuste de temperatura de tela permite que o usuário defina uma tonalidade para o fundo branco do display, deixando o tom mais amarelado, similar ao papel de maior qualidade usado em alguns impressos.

Outra virtude da tela em tons mais quentes está no conforto, já que o fundo em branco, sobretudo iluminado, pode cansar um pouco os olhos depois de uma sessão mais longa de leitura.

PONTOS NEGATIVOS

1. Kindle básico custa bem menos

Migrar para o mundo dos leitores eletrônicos é um processo que pode render resultados diferentes para cada tipo de usuário. Há quem não se adapte com a leitura na tela do Kindle e, se você tem alguma incerteza a respeito da tecnologia, talvez seja uma ideia melhor apostar num modelo mais em conta como forma de evitar um prejuízo maior associado à compra de um e-reader mais caro correndo o risco de descartá-lo.

Kindle de 8ª geração também possui tela antirreflexo e é mais em conta que o Paperwhite — Foto: Divulgação/Amazon

No momento, a Amazon comercializa o Kindle básico por R$ 319, valor bem mais em conta do que os R$ 649 da versão Paperwhite mais barata. O modelo mais simples possui desvantagens – tela menor e de resolução mais baixa, não é à prova d’água e não dispõe de iluminação própria –, mas representa um investimento mais acessível se você está na dúvida quanto ao mundo dos e-books.

2. Sem iluminação automática na versão simples

Versão Signature Edition tem mais espaço e iluminação automática — Foto: Divulgação/Amazon

As duas versões do novo Paperwhite contam com sistema de iluminação via LEDs que, como explicamos anteriormente, atuam iluminando a tela e permitindo que você leia mesmo no escuro. Há regulagem manual para que você defina a intensidade da luz e até escolha horários para que elas entrem em ação.

Entretanto, uma distinção importante entre as duas versões do novo Paperwhite fica por conta do fato de que a Signature Edition, que é a mais cara, oferece ainda uma regulagem automática desses LEDs. Assim, o e-reader calibra sozinho a intensidade da iluminação de acordo com o ambiente.

3. Carregamento sem fio é exclusivo da versão Siganture Edition

Kindle Paperwhite 2021 traz opção de carregamento sem fio — Foto: Reprodução/Amazon

O Paperwhite 2021 vem com a melhoria da porta USB-C no lugar da micro-USB disponível na versão antiga do modelo. E tal mudança irá facilitar a vida dos usuários na hora de carregar a bateria ou sincronizar dados com o leitor, já que esse é o padrão utilizado atualmente na maioria dos smartphones.

Entretanto, quem já possui uma base para carregamento sem fio e prefere a tecnologia wireless, terá de gastar mais: o recurso de reabastecimento de bateria sem uso de cabos existe, mas é exclusivo da versão mais cara do aparelho, a Signature Edition.

Ficha técnica Kindle Paperwhite 2021

  • Lançamento: outubro de 2021
  • Preço de lançamento: a partir de R$ 649
  • Preço atual: a partir de R$ 649
  • Tela: 6,8" Carta e-paper
  • Resolução de tela: 300 dpi
  • Armazenamento: 8 ou 32 GB
  • Cartão de memória: sem suporte
  • Bateria: até 6 semanas
  • Dimensões e peso: 167 x 116 x 8,18 mm; 182 gramas
  • Cor: preta

Com informações de Amazon

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo