Telefonia

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo

TechTudo

O roteador portátil 4G é um pequeno dispositivo capaz de distribuir internet móvel para outros eletrônicos. Diferentemente do roteador doméstico convencional, esse aparelho não utiliza conexões por fio, seja via cabo coaxial ou de fibra óptica. Confira a seguir as particularidades desse aparelho e as opções disponíveis no mercado.

Atualmente, as principais operadoras de internet móvel – Claro, TIM e Vivo – oferecem roteadores portáteis no país. O dispositivo geralmente trabalha com bateria recarregável, com autonomia de até oito horas de uso. Também chamado de pocket router, o aparelho é voltado principalmente para indivíduos que estejam em locais sem internet banda larga.

Roteador portátil também serve como repetidor e hotspot — Foto: Anna Kellen/TechTudo

Como funciona o roteador portátil?

O roteador portátil geralmente usa um chip disponibilizado pela operadora para garantir a navegação pela internet sem a necessidade de cabos. A rede utilizada para isso é a LTE – também conhecida como 4G –, pois ela conta com maior abrangência do que a internet cabeada.

O dispositivo é uma alternativa interessante para pessoas que viajam frequentemente ou que estão sempre se deslocando e precisam ter internet à disposição independentemente do lugar. Outra situação em que o uso é indicado é no caso de residências alocadas em áreas rurais, localidades que geralmente têm o acesso à rede limitado.

Modem Vivo 4G é uma das opções de roteador portátil — Foto: Reprodução/ Vivo

Vale mencionar que existem dois tipos de roteadores portáteis: o pocket router e o modelo similar a um pen-drive que pode ser plugado diretamente no computador. Essa última alternativa, entretanto, não consegue entregar internet para mais de um dispositivo. Ambos utilizam o cartão SIM para garantir acesso à rede 4G. O chip é fundamental para o funcionamento dos roteadores e é solicitado no momento da escolha do plano junto à operadora.

Empresas que oferecem os roteadores

Alguns roteadores portáteis possuem autonomia de até 8 horas — Foto: Divulgação/Claro

As três principais operadoras de telefonia já disponibilizam roteador portátil 4G no Brasil. Confira abaixo as particularidades de cada uma delas:

Vivo

A Vivo oferece roteador portátil com bateria de 2.000 mAh e que pode ser recarregado com a ajuda de um cabo micro-USB. O aparelho permite até 32 dispositivos conectados ao roteador e opera nas frequências de 2,4 e 5 GHz. A estrutura traz também um pequeno painel que exibe informações como status da rede e quantidade de bateria restante. O produto é disponibilizado por R$ 399 no site da empresa.

Para quem busca por maior abrangência, os vários modelos de blackbox, que são os roteadores maiores, pode ser uma solução. De acordo com a Vivo, o dispositivo mais potente pode conferir internet até mesmo para uma empresa pequena. Nesse caso, o valor atribuído é mais alto, de aproximadamente R$ 599.

Claro

O roteador ZTE 4G MF253V da Claro é o produto que introduz a empresa no segmento de pocket routers. As especificações dele mencionam suporte às redes 2,4 e 5 GHz e bateria com autonomia de até oito horas. Diferentemente da Vivo, a conectividade da Claro abrange menos pontos de acesso pelo aparelho, limitando a distribuição da internet para até quatro aparelhos. Entretanto, a instalação é descomplicada e independe de tomadas. O valor indicado no site é de R$ 300.

A Claro também tem o roteador portátil de tomada, que amplia o acesso para até sete pessoas. O produto está disponível por R$ 359 no site da operadora.

TIM

A TIM disponibiliza roteadores a partir de R$ 99 no site que contam com compatibilidade para o chip de internet. Por outro lado, esse valor pode variar de acordo com a forma de pagamento. Caso o consumidor opte por parcelar e pagar aos poucos junto com a franquia de internet, o preço pode chegar aos R$ 199.

A operadora não dá muitas informações sobre o roteador, mas é possível dizer que, apesar de portátil, ele precisa estar conectado à tomada para garantir a internet. Ele usa o processador MDM9207 e a memória interna é de 512 MB.

Valores dos planos de internet móvel 4G

Como destacado anteriormente, as franquias são cobradas em um valor à parte. Portanto, o preço do roteador não tem relação com as cifras que serão atribuídas ao plano de internet contratado pelo consumidor. Se a faixa de preço dos pocket routers varia entre R$ 99 e R$ 399, os planos demarcam essa variação entre R$ 60 e R$ 120. Vale ressaltar que os valores podem mudar de acordo com a localidade.

TIM

  • Plano de 80 GB: R$ 107
  • Plano de 50 GB: R$ 79,90
  • Plano de 30 GB: R$ 59,90

Claro

  • Plano de 20 GB: R$ 79,90
  • Plano de 40 GB: R$ 99,99
  • Plano de 120 GB: R$ 119,99

Vivo

  • Plano com 100 GB: R$ 87
  • Plano com 100 GB + assinatura de apps: R$ 119,99

Velocidade de acesso

Apps de velocímetro fazem sucesso na internet — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Esse é um dos pontos que podem soar como desvantagem: velocidade limitada na navegação. Na maior parte dos casos, a velocidade máxima para acessar páginas e carregar conteúdo é de 5 Mb/s (Megabits por segundo, o famoso Mega), podendo chegar a 20 Mb/s em alguns casos.

Por isso, é interessante destacar que o uso dessa conexão é recomendado em caso de usos pontuais, como para uma troca de e-mails, navegação em páginas da web e afins. Já para o consumo de vídeos, filmes e outras tarefas mais pesadas, o uso pode ser interrompido em algum momento.

Outra questão é a franquia, que também é limitada. Ou seja, após consumir o limite de dados, a conexão à internet é interrompida. Dessa forma, é preciso considerar esse ponto antes de aderir aos planos com quantidades mensais previamente definidas.

Abrangência dos roteadores portáteis

Assim como os demais roteadores, os modelos portáteis também encontram limitações em barreiras físicas. Objetos como paredes e outros elementos que impedem o sinal podem atrapalhar na potência do sinal de internet.

Mesmo assim, esses aparelhos conseguem conferir abrangência para outros cômodos, principalmente os que precisam ser conectados na tomada para funcionar. Já os pocket routers podem encontrar um pouco mais de dificuldade nessa tarefa.

Com informações da Vivo, TIM e Claro

Mais do TechTudo