Video game

Por Bruno Magalhães, para o TechTudo


Xbox Series S e Xbox One X devem receber ofertas convidativas durante a Black Friday 2021 no mercado nacional. Os consoles, inclusive, estão entre os dez mais buscados para a semana de ofertas, segundo um levantamento do Buscapé. O Xbox Series S é a versão de custo-benefício da nova geração da Microsoft, que dispensa leitor de discos e está disponível no Brasil pelo preço sugerido de R$ 2.649. Já o Xbox One X é a opção mais poderosa do console de antiga geração e se equipara em potência, mas teve fabricação descontinuada em 2020 e pode ser encontrado por R$ 2.499.

Para entender melhor as diferenças e ajudar a decidir qual videogame comprar na Black Friday 2021, o TechTudo fez um comparativo a seguir com tudo o que você precisa saber sobre o Xbox Series S e Xbox One X.

Xbox Series S é o console de maior custo-benefício entre os mais recentes; veja comparativo com melhor opção da geração anterior — Foto: Divulgação/Microsoft

Design

O Xbox Series S é o menor console já fabricado pela Microsoft. Ele se destaca tanto pela cor branca como também pela enorme saída de ar localizada na parte superior — que, inclusive, rendeu piadas na Internet na época do anúncio. Além disso, o modelo não traz um leitor de discos, focando apenas em mídias digitais. Seu formato segue a linha de um console mais tradicional, além de medir 6,5 x 15,1 x 27,5 cm e pesar 1,9 kg.

O Xbox One X traz um visual minimalista e aposta na cor cinza carbono, semelhante ao Series X. O console mais poderoso da geração passada, por sua vez, apresenta um leitor de discos, então é possível aproveitar promoções e mídias de Xbox 360 e Xbox original via retrocompatibilidade. Suas dimensões são 29,9 x 24,1 x 6 cm e o peso, 3,8 kg.

Xbox One X é a opção mais potente da geração passada — Foto: Divulgação/Microsoft

Especificações

Parando para ver os detalhes técnicos, os consoles não são muito diferentes. O Xbox Series S, no entanto, se destaca pela velocidade com que é capaz de rodar os jogos. O console custo-benefício da nova geração também é equipado com um processador Zen 2 customizado de oito núcleos a 3,6 GHz e 10 GB de memória RAM GDDR6, enquanto sua GPU tem 4 teraflops de potência a 1.565 — pensada para rodar jogos em resolução 1440p a até 120 fps.

Já o Xbox One X perde em velocidade, mas ganha em potência. O console conta com um processador AMD customizado de oito núcleos com 2,3 GHz e 12 GB de RAM GDDR5, além de uma placa gráfica com 6 teraflops de potência pensada para jogatinas em resolução 4K.

Devido ao armazenamento do Xbox Series S ser um SSD com velocidade especial, o custo para expandir sua capacidade é alto — Foto: Reprodução/Xbox Wire

Armazenamento

Graças à arquitetura Velocity do seu SSD NVME personalizado de 512 GB, o Xbox Series S permite ao usuário transitar entre jogos rapidamente e deixar diferentes instâncias em segundo plano, além de trazer telas de loading mais rápidas in-game.

No entanto, como o modelo não tem entrada de discos, é preciso gerenciar muito bem o que será instalado. A Microsoft vende cartões de expansão da Seagate de 512 GB até 2 TB, com preços a partir de US$ 139,99 (cerca de R$ 785 em conversão direta). Eles são necessários para jogar títulos de última geração diretamente da unidade extra de armazenamento. No entanto, ainda não têm previsão de lançamento no Brasil. Caso o intuito seja apenas armazenar ou jogar títulos das gerações passadas, um HD externo simples deve ser suficiente.

Por sua vez, o Xbox One X vem com um HD de 1 TB de armazenamento, com a possibilidade de expandir com o uso de HDs externos. Por não utilizar um SSD, o console perde muito em velocidade na navegação de menus e carregamento de jogos.

Xbox One X é o console mais poderoso da antiga geração, mas não é mais fabricado — Foto: Divulgação/Microsoft

Jogos disponíveis

A retrocompatibilidade sempre foi uma característica forte nos consoles da Microsoft, e isso não difere na sua nova geração. O Xbox Series S, além de receber os lançamentos como Forza Horizon 5, Halo Infinite e Microsoft Flight Simulator, também é compatível com as bibliotecas do Xbox One, Xbox 360 e Xbox original.

A regra também vale para o Xbox One X, que suporta os jogos das gerações passadas. Mas, vale ressaltar: em algum momento as empresas vão parar de lançar games para ambas as gerações. Quando isso acontecer, o Xbox Series S terá vantagem por receber as últimas novidades do mercado.

Com títulos como The Elder Scrolls 6, Starfield, Hellblade 2, Fable, Perfect Dark e tantos outros no horizonte, o Xbox Series S fica ainda mais interessante como uma opção de compra hoje em dia, mesmo sem o acesso para mídia física.

Preço e disponibilidade

Segundo um levantamento do Buscapé, o Xbox Series S já pode ser encontrado bem abaixo do preço sugerido pela Microsoft: R$ 2.081,14. Não à toa, o dispositivo já é o console mais buscado às vésperas da Black Friday. Isso é curioso, tendo em vista que o Xbox One X, da geração passada, é encontrado por R$ 2.499, ainda segundo o buscador.

Além disso, pesa o fato de que pode ser mais difícil encontrar um Xbox One X hoje em dia, pois a sua fabricação foi encerrada em julho de 2020 — provavelmente como uma forma de evitar confusões com o Xbox Series X, o atual top de linha da Microsoft.

Ficha Técnica

Xbox Series S vs Xbox One X

Xbox Series S Xbox One X
Lançamento 10 de novembro de 2020 7 de novembro de 2017
Preço R$ 2.649 (sugerido) R$ 2.499
CPU CPU Zen 2 personalizada de 8X Cores @ 3,6 GHz (3,4 GHz com SMT) AMD Jaguar octa-core personalizada de 2.3 GHz
GPU GPU RDNA 2 personalizado de 4 TFLOPS, 20 CUs @1.565 GHz GPU AMD 6 TFLOPs, 40 CUs at 1.172GHz
Memória RAM 10 GB GDDR6 e barramento de 128 bits 12 GB DDR5
Leitor de discos Não possui Blu-ray e DVD
Portas e interface 1x HDMI 2.1, 3x USB 3.1 Gen 1, Ethernet HDMI In/Out, 3x USB 3.0, S/PDIF, Kinect, saída IR
Dimensões e peso 6,5 x 15,1 x 27,5 cm, 1,9 kg 29,9 x 24,1 x 6 cm, 3,8 kg

Com informações de Xbox (1 e 2), Xbox Wire

o que é BOMB CRYPTO? Explicando o game NFT que mais cresce no momento!

o que é BOMB CRYPTO? Explicando o game NFT que mais cresce no momento!

Mais do TechTudo