Video game

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


O Xbox Series S é um console da Microsoft que faz par com o Xbox Series X e é uma opção mais barata para a nova geração de videogames. O produto é um aparelho pequeno e sem leitor de disco, voltado para usuários que querem jogar em resoluções de até 1440p, enquanto o Xbox Series X oferece mais potência e 4K nativo. O dispositivo foi o mais buscado no Brasil às vésperas da Black Friday 2021, superando o rival mais poderoso PlayStation 5 (PS5).

Ambos têm capacidade de rodar games a 120 fps, além de suporte para Ray Tracing. Enquanto o Xbox Series X custa R$ 4.349, o Series S tem um preço mais acessível de R$ 2.349 – às vésperas da Black Friday, chegou a aparecer por R$ 2.081, de acordo com levantamento do Buscapé. Confira a seguir mais detalhes do modelo mais em conta da nova geração e saiba se vale a pena para você.

O Xbox Series S apresenta um ótimo custo-benefício como um console de entrada para a nova geração — Foto: Divulgação/Microsoft

Design

O visual do Xbox Series S chegou a ser motivo de piada na internet quando foi revelado pela Microsoft, já que se resume a uma caixa branca com um círculo preto em um dos lados. O console foi comparado a fogões, rádios e caixas de som na época. No entanto, o videogame é bastante compacto e prático, fácil de integrar em qualquer estante ou transportar. O círculo preto que gerou tantas piadas por parecer um alto-falante é, na verdade, uma ampla saída de ventilação que garante um funcionamento silencioso ao console.

Diferente do Xbox Series X, que é uma grande caixa preta (o qual também foi alvo de memes em sua revelação), o Xbox Series S pode passar despercebido em uma estante se necessário. Segundo a Microsoft, o console é o menor Xbox já produzido, com dimensões de 27,5 x 15,1 x 63,5 mm e um peso de, aproximadamente, 1,93 kg.

Xbox Series S é o menor console já lançado pela Microsoft — Foto: Divulgação/Microsoft

Especificações

O Xbox Series S é um pouco menos potente que o Series X, e esse é o motivo do dispositivo não ser capaz de rodar jogos nativamente em 4K. O console até pode exibir bons gráficos em uma TV 4K, mas através de upscaling, redimensionamento que não é tão preciso quanto a resolução nativa. Em alguns casos, por exemplo, pode ser necessário escolher entre resolução e fps, algo que não acontece no Xbox Series X.

O Xbox Series S tem especificações mais modestas, porém entrega uma boa experiência para usuários que não esperam resolução 4K — Foto: Divulgação/Microsoft

Xbox Series X e Series S possuem processadores semelhantes, baseados no AMD Zen 2 a uma frequência de 3,8 GHz e 3,6 GHz, respectivamente. A maior diferença fica por conta da memória RAM e da placa de vídeo. No Series S, são 10 GB de memória RAM e GPU baseada na AMD RDNA 2 com 20 unidades de processamento a 1,56 GHz, capaz de gerar 4 teraflops de cálculos gráficos. Já o Xbox Series X conta com 16 GB de memória RAM e uma placa de mesmo padrão, mas com 52 unidades a 1,825 GHz para um total de 12,15 teraflops.

Todo esse poderio gráfico do Xbox Series X é usado para trazer a melhor performance possível para jogos pesados em uma alta resolução 4K. O Xbox Series S exibe os mesmos games em apenas 1440p, e às vezes o jogador pode perder um pouco em performance ou gráficos. Para muitos usuários casuais, no entanto, essa diferença não será significativa o bastante para pagar mais caro. Em teraflops, a placa de vídeo do Series S fica abaixo até mesmo do PS4 Pro e Xbox One X, mas vale lembrar que estes consoles também foram projetados para 4K e investiam muito na parte gráfica.

Armazenamento

Um dos maiores pontos fracos do Xbox Series S é que ele é um console 100% digital e com uma capacidade de armazenamento pequena: 512 GB SSD. Além disso, o total não fica disponível, já que parte é dedicada ao sistema. O armazenamento pode ser expandido através de cartões da Seagate de 512 GB, 1 TB e 2 TB, específicos para Xbox.

O Xbox Series S pode ter seu armazenamento expandido com cartões da Seagate com a mesma velocidade do SSD do console — Foto: Reprodução/Microsoft

Usuários podem usar um HD externo para armazenar os games e até jogar títulos de Xbox One e Xbox 360, mas não os jogos específicos do Xbox Series S, que precisam ser transferidos de volta para o armazenamento interno para rodar. No momento, este é um ponto negativo considerável do Xbox Series S, mas, em breve, a Microsoft vai trazer o serviço Xbox Cloud Gaming para o console no Brasil, permitindo jogar games na nuvem sem precisar baixá-los ou instalá-los.

Jogos disponíveis

O Xbox Series S é capaz de rodar praticamente todos os jogos do Xbox One através da retrocompatibilidade, além de permitir o uso de acessórios do Xbox One, como joysticks, headsets, volantes e mais. O console também aceita games de Xbox 360 e Xbox original, mas a ausência do leitor de disco limita a experiência a versões digitais.

Forza Horizon 5 traz belíssimos visuais na nova geração que podem ser apreciados com o Xbox Series S — Foto: Reprodução/Microsoft Store

O Xbox Series S tem muitos títulos de peso, como Forza Horizon 5, Halo Infinite, Gears 5, Psychonauts 2, Sea of Thieves, Halo: The Master Chief Collection e mais. Alguns deles contam também com versões para o Xbox One, enquanto outros são exclusivos da nova geração, como Microsoft Flight Simulator e The Medium. Há também grandes promessas para o futuro com títulos como The Elder Scrolls 6, Starfield e Senua's Saga: Hellblade 2.

Preço e disponibilidade

Diferente do Xbox Series X e PlayStation 5 (PS5) que estão com falta de estoque e preços altos em mercados paralelos devido à escassez de chips para eletrônicos, o Xbox Series S ainda pode ser encontrado nas lojas normalmente. O preço sugerido pela Microsoft é de R$ 2.649, mas é possível encontrá-lo em promoções por um preço ainda menor. Atualmente o videogame pode ser visto na Amazon por R$ 2.349.

Diferente do Xbox Series X e PlayStation 5, o Xbox Series S pode ser encontrado facilmente nas lojas, com preços até menores que o sugerido pela Microsoft — Foto: Divulgação/Microsoft

Isso torna o console da Microsoft não só a forma mais barata para entrar na nova geração, mas em alguns casos também a única. No entanto, mesmo com opções como o Xbox Series X por R$ 4.349 e o PS5 em versões de R$ 3.999 e R$ 4.499, o Xbox Series S ainda promete ser uma boa pedida em termos de custo-benefício para jogadores que não ligam tanto para 4K ou configurações mais altas.

Com informações de Xbox, NDTV Gadgets, The Verge (1 e 2), Games Radar, Xbox Wire (1 e 2), Windows Central, Cnet

Conheça os vencedores do prêmio melhores do ano TechTudo 2021!

Conheça os vencedores do prêmio melhores do ano TechTudo 2021!

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo