Câmera
Publicidade

Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

Nicky Boogaard/Wikimedia

A Canon trabalha em um novo sensor de imagens digitais capaz de capturar as cores com alta qualidade em fotos noturnas. A tecnologia poderia melhorar a direção autônoma de carros à noite, os sistemas de segurança por câmera e a robótica, por exemplo. Segundo o site Nikkei Asia, o lançamento está previsto para 2023.

Chamado de "revolucionário" pela mídia estrangeira, o sensor poderia fazer capturas em quase completa escuridão sem grandes perdas. Hoje, tirar fotos no escuro não é impossível, mas requer uma série de técnicas presentes apenas em equipamentos profissionais.

Sensor da Canon poderá enxergar no escuro como nenhum outro — Foto: Divulgação/Canon

De acordo com a publicação, o sensor inédito da Canon seria capaz de capturar cores em fotos noturnas com apenas "um décimo do brilho de que os sensores convencionais precisam".

Isso é possível por causa do aperfeiçoamento de um elemento receptor de luz conhecido como "Diodo de Avalanche de Fóton Único", ou SPAD em inglês, que já é usado desde a década de 1970 fazendo o papel de um "fotodetector". Entretanto, a Canon garante que conseguiu criar um SPAD com resolução três vezes maior que as versões convencionais, em um sensor com 3,2 milhões de pixels.

As câmeras de segurança devem ser os primeiros equipamentos a receber o novo sensor CMOS da Canon, para substituir a captura de imagem por infravermelho, que consegue até "enxergar" os objetos no escuro, mas sem distinção de cor.

Com informações de Gizmodo e PetaPixel

Mais do TechTudo