Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Vivo Keyd venceu a Acend, nesta sexta-feira (3), em sua primeira série no Valorant Champions, torneio mundial do FPS da Riot Games. A equipe brasileira enfrentou dificuldades no mapa de escolha de seus adversários, mas no restante do confronto teve uma atuação muito convincente e surpreendeu os jogadores europeus, que não conseguiram recuperar o resultado. Com uma excelente apresentação individual de todos os seus jogadores, a VK conquistou a vitória por 2–1, parciais de 13–9, na Icebox, 3–13, na Bind, e 13–8, na Breeze.

Com a vitória, os brasileiros voltam a jogar neste sábado (4) às 14h, no horário oficial de Brasília, em uma série valendo a classificação para a próxima fase. O duelo será contra o vencedor da série entre Team Envy e X10 CRIT. Lembrando que os jogos podem ser acompanhados nos canais oficiais do Valorant na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV. Confira, a seguir, os destaques da série entre Keyd e Acend.

Mundial de Valorant: Vivo Keyd vence a Acend no jogo de estreia do campeonato — Foto: Divulgação/Vivo Keyd

Mapa 1 (Icebox)

A Vivo Keyd já começou a Icebox, seu mapa de escolha, com Murillo "murizzz" Tuchtenhagen (Killjoy) fazendo um 4K para assegurar o primeiro pistol. Ao lado do próprio murizzz (Killjoy), Olavo "heat" Marcelo (Jett) também impactou bastante nas rodadas seguintes, principalmente conquistando os primeiros abates nos duelos. A Acend iniciou sua recuperação graças à boa jogada de Mehmet Yağız "cNed" İpek (Jett) no econômico da equipe. Mesmo com murizz (Killjoy) aparecendo bem novamente em um belo clutch 1v3, os europeus souberam aproveitar de um pause para buscar o empate em 6–6 nessa metade.

A virada da Acend chegou na mudança da lados a conquista do segundo pistol. Agora no ataque, a Vivo Keyd buscou sua primeira vitória após uma boa execução no after plant e logo devolveu a virada nos europeus. Quando o jogo começava a adquirir proporções dramáticas, Leonardo "mwzera" Serrati (Sova) garantiu a tranquilidade para sua equipe após fazer um 4K em um belo spray na tentativa de retake de seus adversários. No final, Heat (Jett) também realizou um clutch para marcar o ponto decisivo e fechar a Icebox em 13–9.

murizzz fez importantes jogadas na Icebox para assegurar a vitória da CK — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

Mapa 2 (Bind)

Na Bind, um cenário bastante diferente daquele que foi visto na Icebox. A Vivo Keyd não conseguiu acertar seu jogo na defesa, errou em tomadas de decisões e ainda não teve sorte em momentos decisivos, onde uma mira bem encaixada poderia mudar toda a situação. A Acend soube aproveitar a sua escolha de mapa nessa primeira metade e contou principalmente com a agressividade de Aleksander "zeek" Zygmunt (Raze) para se manter à frente no marcador. Os brasileiros demoraram, mas encaixaram seu jogo na reta final com uma vitória em um econômico para diminuir o prejuízo para 9–3.

Para buscar a recuperação, a VK precisava da vitória no segundo pistol, mas ela escapou por muito pouco. Após os brasileiros conseguirem o plant da spike, a Acend fez um bom trabalho de retake e teve Patryk "starxo" Kopczyński (Skye) fazendo um defuse às escondidas para assegurar essa vitória. Assim, os europeus aproveitaram dessa vantagem, emplacaram mais três rodadas seguidas e fecharam a Bind em 13–3.

Após uma Icebox bastante discreta, zeek liderou sua equipe para a vitória na Bind — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

Mapa 3 (Breeze)

Na Breeze, a Vivo Keyd saiu na frente, com Jonathan "JhoW" Glória (Cypher) fazendo um 3K no pistol, e abriu 2–0 com a vantagem econômica adquirida. Essa sequência foi interrompida graças ao impacto causado por Mehmet Yağız "cNed" İpek (Jett), que fez um 3K em um round e um 4K em outro. O player garantiu praticamente sozinho o empate no placar e depois a virada da Acend. Leonardo "mwzera" Serrati (Sova) devolveu na mesma moeda quando fez um clutch 1v3 em um after plant, dando confiança para sua equipe ficar à frente do placar novamente e fechar essa metade em 8–4.

A equipe brasileira, agora na defesa, voltou a garantir o pistol, de novo com grande colaboração de JhoW (Cypher). Com a vantagem econômica adquirida sobre os seus adversários, a VK logo chegou ao match point. Nessa situação desesperadora, a Acend assustou a VK quando jogadores que estavam um pouco mais sumidos até o momento, como Santeri "BONECOLD" Sassi (Sova) e Vladyslav "Kiles" Shvets (Cypher), passaram a encaixar seus jogos e buscar as rodadas para a sua equipe. Porém, não foi o suficiente, e a VK garantiu a Breeze por 13–8.

heat foi um dos destaques da VK na série contra a Acend — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

O Valorant Champions é o primeiro mundial de Valorant e a competição que finaliza o circuito de 2021. Ao todo, são 16 equipes disputando pelo título. Além da Vivo Keyd, estão presentes a Team Vikings, que estreou com vitória sobre a Crazy Raccoon, e FURIA Esports, que fez um grande jogo contra a Sentinels, mas acabou derrotada. A premiação total do Valorant Champions é de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,6 milhões), que será dividido entre todas as equipes participantes.

Com informações de ValorantEsports e Liquipedia

Mais do TechTudo