Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Team Vikings foi derrotada pela Team Secret , nesta terça-feira (7), e se despediu do Valorant Champions, o mundial do FPS da Riot Games. Os brasileiros chegaram com um certo favoritismo na série melhor de três partidas (MD3) depois de quase conquistarem a vaga nos playoffs contra a Gambit Esports, uma das favoritas ao título. Apesar disso, a equipe das Filipinas apareceu muito forte para o duelo e ainda teve o jogador Jayvee "DubsteP" Paguirigan sendo muito importante em toda a série. Assim, a Secret venceu de forma dominante por 2–0, parciais de 13–6, na Haven, e 13–7, na Icebox.

Com a eliminação da VKS, o Valorant Champions não conta mais com representantes do Brasil. O torneio entrará em sua última fase, os playoffs, a partir desta quarta-feira (8). Os jogos seguirão sendo transmitidos pelos canais oficiais do Valorant na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV. Confira, a seguir, os destaques da série entre VKS e Secret.

Team Vikings não conseguiu fazer uma boa apresentação e foi derrotada pela Team Secret — Foto: Divulgação/Valorant Esports

Mapa 1 (Haven)

A Team Vikings enfrentou dificuldades nas primeiras rodadas da Haven. Jayvee "DubsteP" Paguirigan (Jett) e Kevin "Dispenser" Te (Killjoy) frustraram o ataque brasileiro com abates na abertura dos rounds e boas jogadas para colocar a Team Secret à frente no placar. A VKS se reencontrou com uma vitória em um round econômico e buscou sua segunda vitória com um 3K de Matias "Saadhak" Delipetro (Killjoy). No entanto, DubsteP (Jett) seguiu muito forte com avanços bem agressivos no começo das rodadas, e a Team Secret fez um bom trabalho tanto na defesa quanto em seus retakes para conquistar a vantagem de 9–3.

A VKS voltou a perder o pistol na virada de lados, foi obrigada a forçar na rodada seguinte e garantiu sua quarta vitória no limite para continuar viva na Haven. O problema foi que a Team Secret continuou atacando muito bem, sempre fazendo um bom trabalho para adquirir informações. Além disso, seguiu contando com a excelente atuação de DubsteP (Jett), que garantiu muitas rodadas importantes e tirou qualquer esperança da VKS de tentar uma virada. No final, 13–6 para a Team Secret nessa Haven.

Mapa 2 (Icebox)

A Icebox foi palco de um confronto mais equilibrado nas primeiras rodadas. A Team Vikings ainda teve um pouco mais dificuldades para encaixar seu jogo, mas contou com Gabriel "sutecas" Dias (Viper) para buscar um bom número de abates e trazer algumas vitórias no começo da Icebox. No lado da Team Secret, Jim "BORKUM" Timbreza (Viper) que assumiu o papel de salvar sua equipe, garantindo clutches importantes e frustrando o bom momento dos brasileiros. A VKS acabou se perdendo após sofrer destes clutches, não conseguiu se recuperar e ficou no prejuízo de 8–4 nesta metade.

Team Vikings não conseguiu entender o estilo agressivo da Team Secret e acabou eliminada do mundial — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

No segundo pistol, um duelo quase perfeito, com Leandro "frz" Gomes (Reyna) chamando a responsabilidade a mantendo sua equipe viva na Icebox. A Team Secret, em um round econômico, ainda conseguiu tirar três armas dos brasileiros e ficou na vantagem para chegar ao seu nono ponto, antes do primeiro armado completo.

A VKS sofreu a derrota nessa rodada e ficou em situação ainda mais crítica no mapa, enquanto a Team Secret, muito consistente, seguiu superior e fechou a Icebox em 13–7, eliminando os brasileiros.

O Valorant Champions é o primeiro mundial de Valorant e a competição que finaliza o circuito de 2021. Inicialmente, eram 16 equipes na disputa pelo título e pela maior fatia da premiação total de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,6 milhões). As outras representantes brasileiras eram a Vivo Keyd, que se despediu do torneio após derrota para a tailandesa X10 CRIT, e a FURIA Esports, que foi eliminada pela KRÜ Esports.

Com informações de Valorant Esports e Liquipedia

Mais do TechTudo