Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Vivo Keyd perdeu para a X10 CRIT nesta segunda-feira (6) e foi eliminada do Valorant Champions, torneio mundial do FPS da Riot Games. Depois de uma excelente atuação contra a Acend em uma série cercada de polêmicas, era esperado um duelo um pouco mais tranquilo contra os tailandeses da X10. No entanto, o que foi visto foi uma VK irreconhecível na série melhor de três partidas (MD3) e que não conseguiu chegar próximo do mesmo nível mostrado na estreia. A X10 se aproveitou disso e conquistou a vitória por 2–0, parciais de 13–6, na Icebox, e 13–5, na Haven.

Enquanto a VK foi eliminada do mundial, a X10 avançou para enfrentar a Team Envy por uma vaga no playoffs. Os jogos estão sendo transmitidos ao vivo nos canais oficiais do Valorant na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV. Veja, a seguir, os destaques da série entre VK e X10.

Vivo Keyd não conseguiu se encontrar na série contra a X10 e deu adeus para o Valorant Champions — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

Mapa 1 (Icebox)

O começo da Vivo Keyd na Icebox, mapa de escolha da X10, foi bem abaixo do esperado. A equipe tailandesa, na defesa, executou suas táticas com certa tranquilidade, soube encontrar a informação e surpreendeu os brasileiros com movimentações rápidas que os colocavam nas costas de seus adversários. Foram seis rounds perdidos seguidos para a VK, que mudou bastante sua forma de jogar a partir desse momento e optou por forçar mais o combate nas rodadas. Sendo superior nas trocas de tiro, a equipe do Brasil se recuperou e diminuiu o prejuízo para 8–4.

Infelizmente, a VK não conseguiu manter o mesmo ritmo da reta final da primeira metade. Além de a X10 seguir com um jogo dominante taticamente, os brasileiros tiveram uma série de decisões individuais ruins na defesa e passaram a perder na troca de tiros, coisa que não vinha acontecendo antes. Com o astro Patiphan "Pati" Chaiwong (Reyna) liderando sua equipe, a X10 se aproveitou de uma atuação muito discreta da VK e venceu sem maiores dificuldades por 13–6.

X10 CRIT foi bastante superior aos brasileiros e venceu o confronto na Icebox — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

Mapa 2 (Haven)

O estilo bastante agressivo e imprevisível da X10 CRIT voltou a ser um enorme problema para a Vivo Keyd na Haven. Embora os brasileiros fossem capazes de abrir a maioria das rodadas com o primeiro abate, a X10 conseguia devolver o restante da rodada com superioridade nos duelos e melhor execução nos avanços para os spikesites e nos after plants. Mesmo realizando uma pausa durante os rounds, a VK seguiu apática na Haven, enquanto a X10 se manteve dominante no jogo até fechar essa metade em 9–3.

A esperança para a VK era iniciar vencendo o pistol, mas o jogador Thanamethk "Crws" Mahatthananuyut (Breach) fez o trabalho de segurar os brasileiros, assegurar essa vitória para a X10 e dar mais tranquilidade para seus companheiros. A VK ainda tentou se reinventar nesse ataque, chegou a encontrar uma vitória, mas parou na mira de Itthirit "foxz" Ngamsaard (Skye) em um round que poderia mudar os rumos do duelo. Com o match point em mãos, a X10 ainda viu a VK resistir, mas marcou o ponto final, fechou a Haven em 13–5 e eliminou os brasileiros.

murizzz e seus companheiros não conseguiram repetir a boa atuação contra a Acend e foram derrotados pela X10 — Foto: Divulgação/Valorant Champions Tour

O Valorant Champions é o primeiro mundial de Valorant e a competição que finaliza o circuito de 2021. Inicialmente, estava na disputa pelo título 16 equipes, contando com a Vivo Keyd, a Team Vikings e a FURIA Esports. A VKS, única equipe brasileira ainda viva no torneio, volta a jogar nesta terça-feira (7) às 14h contra a Team Secret valendo a vaga na próxima fase. Já a FURIA foi eliminada no último domingo (5) após derrota para a KRÜ Esports. A premiação total do Valorant Champions é de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,6 milhões), que será dividido entre todas as equipes participantes.

Com informações de ValorantEsports e Liquipedia

Mais do TechTudo