Fones de ouvido

Por Raquel Freire, para o TechTudo


A Apple ingressou com um pedido de patente de um fone de ouvido que identifica o usuário pelo formato do canal auditivo. Também é possível que os AirPods do futuro consigam conferir a identidade do proprietário analisando seu padrão de caminhada, além de incluir biometrias já consagradas, como o Face ID e o Touch ID.

O pedido foi protocolado na última sexta-feira (21) no US Patent & Trademark Office, escritório oficial de patentes do governo americano. Cabe notar que não há data de previsão para lançamento da tecnologia, que pode até mesmo nunca sair do papel.

Patente da Apple propõe fone de ouvido com identificação biométrica pelo formato do canal auditivo — Foto: Divulgação/Apple

O sistema de biometria pelo formato da orelha empregaria sinais ultrassônicos para mapear o relevo do canal auditivo, como uma espécie de sonar. "Várias características do ouvido do usuário fornecem um eco do sinal ultrassônico que é exclusivo ao usuário. Variações na superfície do canal auditivo do usuário podem fazer com que o sinal ultrassônico seja refletido na superfície e gere um eco com uma assinatura que está associado ao usuário", explica o pedido de patente.

No caso da identificação biométrica por meio da caminhada, a ideia da Apple é usar o sensor de movimento do iPhone ou do Apple Watch para armazenar informações como ritmo de caminhada, passada etc. Esses dados seriam comparados com uma marcha de referência, que identificaria o dono dos fones.

Esquema de patente de "AirPods do futuro", que poderão identificar usuário pelo formato da orelha — Foto: Reprodução/Patently Apple

Em seu pedido de patente, a Apple destaca que os fones de ouvido são usados conectados a outros eletrônicos, principalmente celulares. Apesar disso, os acessórios atuais não possuem sistemas de autenticação que garantam que eles estejam sendo usados pelo dono do smartphone.

Essa característica abre uma grande brecha para roubo de dados. Isso porque qualquer pessoa pode conectar um fone de ouvido ao celular e, por meio de comandos de voz, pedir para a Siri ler suas mensagens, por exemplo. Cabe notar que a situação se aplica a qualquer assistente de voz, como a Google Assistente.

Mais do TechTudo