Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo

TechTudo

O Google usou as redes sociais para acusar a Apple de praticar bullying, gerando um debate entre os fãs das duas marcas. O fato ocorreu por conta da diferenciação feita pela empresa da maçã no aplicativo de mensagens iMessage, que faz muito sucesso nos Estados Unidos. Usuários do iOS contam com recursos adicionais e são identificados por cor diferente dentro do app, o que poderia gerar pressão social em quem utiliza Android.

O vice-presidente sênior do Google, Hiroshi Lockheimer, disse via Twitter que a rival faz bullying com os demais usuários ao diferenciá-los pelas cores dos balões de mensagem (azul para quem usa dispositivos Apple e verde para os demais). O perfil oficial do Android nas redes endossou a fala do executivo e destacou que “mensagens de texto deveriam servir para nos unir”.

Para os adeptos do sistema do Google, além de as mensagens aparecerem em verde, elas também só podem ser enviadas via SMS. Nesse sentido, uma das principais reclamações dos usuários Android é a impossibilidade de não poder enviar conteúdo por meio de dados móveis.

A discussão na internet começou após um artigo do Wall Street Journal que abordou a predominância do uso de iPhones entre jovens. O conteúdo veiculado pelo jornal destacou a soberania dos telefones da Apple, que detém cerca de metade do mercado nos Estados Unidos. Deste modo, alguns jovens que não possuem o celular da maçã poderiam se sentir inferiorizados.

iMessage para Android traz funcionalidades mais básicas e cor diferente no balão de conversa — Foto: Foto: Divulgação/Apple

Mas a discussão não se reservou apenas às críticas, pois Lockheimer sugeriu que a gigante de Cupertino passasse a adotar o padrão RCS de troca de mensagens. Dessa forma, usuários do Android poderiam se comunicar com os amigos donos de iPhone de maneira mais robusta, com envio de mensagens textos e também de conteúdo multimídia. Além disso, eles também teriam suporte à criptografia, indicador de digitação e videochamadas.

Vale considerar que a empresa presidida por Tim Cook também poderia simplesmente levar o iMessage para o Android. Por mais simples que pareça ser, essa possibilidade parece estar fora de cogitação, principalmente por medo de perder clientes para o sistema do Google. Até o momento, não houve posicionamento oficial da Apple sobre o caso.

Com informações de Android Authority e Wall Street Journal

Mais do TechTudo