Celular

Por Larissa Infante, para o TechTudo

Divulgação/Apple

O iPhone 12 Pro Max está entre os celulares lançados pela Apple em 2020. Com ficha técnica recheada, o modelo conta com telona de 6,7 polegadas e câmera tripla de 12 MP com scanner LiDAR. O preço inicial de R$ 10.999 caiu para R$ 8.800 na Amazon pouco mais de um ano depois, um desconto superior a R$ 2.200. Nas linhas a seguir, saiba todos os detalhes sobre o todo poderoso telefone da maçã. Antecessor do atual iPhone 13 Pro Max, ele está disponível nas cores grafite, prata, dourado e azul.

Confira o vídeo com 5 fatos sobre o iPhone 12:

Confira cinco fatos sobre a linha do iPhone 12

Confira cinco fatos sobre a linha do iPhone 12

Ficha técnica do iPhone 12 Pro Max (Apple)

  • Tamanho da tela: 6,7 polegadas
  • Resolução de tela: 2778 x 1284 pixels
  • Painel de tela: OLED
  • Câmera principal: tripla, 12 MP + sensor LiDAR
  • Câmera frontal: 12 MP
  • Sistema operacional: iOS 14
  • Processador: A14 Bionic
  • Memória RAM: 6 GB (estimada)
  • Armazenamento: 128 / 256 / 512 GB
  • Cartão de memória: sem suporte
  • Bateria: 3.687 mAh (estimada)
  • Peso: 226 gramas
  • Dimensões: 160,8 x 78,1 x 7,4 mm
  • Cores: grafite, prata, dourado e azul
  • Lançamento: novembro de 2020
  • Preço de lançamento: a partir de R$ 10.999
  • Preço atual: a partir de R$ 8.800 (Amazon)

Tela e design

O iPhone 12 Pro Max vem com telona de 6,7 polegadas, resolução de 2778 x 1284 pixels e elevada densidade de 458 ppi. A tecnologia do painel é OLED, o que pode deixar a desejar em relação aos displays Super AMOLED ou AMOLED Dinâmico dos smartphones premium da rival Samsung, que prometem entregar mais contraste, rapidez e precisão.

Outra desvantagem da variante topo de linha do iPhone 12 é a tela com taxa de atualização de somente 60 Hz. Smartphones mais modernos – incluindo o sucessor iPhone 13 Pro Max – contam com telas de 120 Hz, que proporcionam gráficos mais fluidos e naturais, especialmente ao reduzir o atraso de movimentos nos jogos.

iPhone 12 Pro Max tem tela de 6,7 polegadas e taxa de atualização de 60 Hz — Foto: Divulgação/Apple

Mesmo assim, o telefone da Apple ganhou o título de melhor tela do mundo pelo site especializado DisplayMate em novembro de 2020. De acordo com o teste, o aparelho tem bom contraste da imagem e escala de intensidade, bom desempenho na resolução de tela visível e tela 10% mais eficiente em consumo de energia em relação ao iPhone 11 Pro Max.

O smartphone possui o recurso Ceramic Shield, que promete ser o vidro mais resistente do mercado contra quedas e arranhões. Ele também vem de fábrica com a certificação IP68 contra água e poeira, que, de acordo com a fabricante, garante mergulhos a profundidades de até seis metros durante 30 minutos.

iPhone 12 Pro Max conta com quatro opções de cores — Foto: Divulgação/Apple

O design do iPhone 12 Pro Max inclui um notch igual ao do iPhone 11 Pro Max e um pouco mais largo que o do iPhone 13 Pro Max. O componente tem a função de abrigar a câmera frontal, outros sensores da biometria por Face ID e a saída de áudio. Marcam presença as bordas arredondadas e o acabamento brilhante em aço inoxidável.

Suas câmeras traseiras ficam distribuídas num quadrado. Foram anunciadas originalmente quatro cores para o iPhone 12 Pro Max: grafite, prata, dourado e azul claro.

Câmeras do 12 Pro Max

O conjunto fotográfico triplo do iPhone 12 Pro Max é formado por um sensor principal de 12 MP (f/1.6), uma câmera teleobjetiva de 12 MP (f/2.2) e uma ultrawide de 12 MP (f/1.6), que promete ampliar a quantidade de luz captada. Um grande diferencial é a presença do scanner LiDAR, que cria um mapa de profundidade do ambiente para otimizar a experiência fotográfica.

O aparelho tem ainda o sensor TrueDepth, que é a tecnologia por trás de Face ID, Modo Noturno e estabilização ótica de imagem. De acordo com o site DXO Mark, o smartphone se destaca pelo foco automático, além de ter boa renderização de cores e balanço de brancos estável.

iPhone 12 Pro Max tem câmera tripla de 12 MP e scanner LiDAR — Foto: Divulgação/Apple

Contudo, deixa a desejar em alguns pontos como faixa dinâmica limitada nas fotos, alguns ruídos perceptíveis, efeitos “fantasma” nas fotos, cores pouco naturais em cenas HDR, instabilidade de exposição e pouca luz em vídeos. Isso fez com que o telefone ficasse atrás de celulares como Huawei Mate 40 Pro e Xiaomi Mi 10 Ultra, apesar de ter recebido uma pontuação significativa e elogios.

A câmera frontal também é de 12 MP (f/2.2) e o aparelho grava em 4K (a até 60 quadros por segundo). A tecnologia Dolby Vision também marca presença para ajudar a melhorar a qualidade das gravações.

Desempenho e armazenamento

O iPhone 12 Pro Max inaugura o processador A14 Bionic, o primeiro da empresa construído com 5 nanômetros. Segundo a Apple, o chipset conta com 11,8 bilhões de transistores e é capaz de realizar 11 trilhões de operações por segundo. Isso representa maior eficiência energética, ou seja, menos consumo de bateria, e maior velocidade.

O smartphone vem com 6 núcleos de processamento, sendo dois de alta performance, usados em tarefas mais exigentes, e quatro de menor desempenho, para atividades menos pesadas. A empresa não divulga a memória RAM, mas fontes externas estimam que seja de 6 GB.

iPhone- 12 Pro Max tem compatibilidade com internet 5G e processador A14 Bionic — Foto: Divulgação/Unsplash (Daniel Romero)

Outro destaque importante é o suporte a diversas bandas da internet 5G, o que significa que o modelo está preparado para o futuro das telecomunicações no Brasil. As operadoras começaram a liberar a cobertura da tecnologias nas principais capitais e o processo deve se intensificar nos próximos meses e anos.

O iPhone 12 Pro Max pode ser encontrado nas versões de 128 GB, 256 GB e 512 GB. Não há possibilidade de expansão via cartão de memória, o que é de praxe em aparelhos da Apple.

Bateria

A Apple também não divulga a capacidade da bateria do iPhone 12 Pro Max. Contudo, estima-se que ela seja de 3.687 mAh. Esse valor pode parecer pouco em comparação aos celulares Android mais modernos, mas os sistemas funcionam de forma muito distinta. A fabricante promete autonomia de dois dias de uso e desempenho de ponta, suportando 20 horas de reprodução de vídeo, 12 horas de streaming e 80 horas de reprodução de áudio.

Todos os iPhones lançados a partir de 2020 não trazem carregador na caixa, mas apenas o cabo com pontas USB-C e Lightning. A Apple está em apuros diante do governo brasileiro por causa disso. O aparelho suporta recarga rápida e sem fio, mas os acessórios precisam ser adquiridos separadamente.

iPhone 12 Pro Max tem compatibilidade com carregadir MagSafe — Foto: Reprodução/Apple

Outro destaque é o MagSafe, conjunto de ímãs presentes nos aparelhos da linha que possibilitam carregamento por magnetismo. Como a tecnologia é própria da Apple, a ideia é que os usuários possam investir no carregador sem fio e usá-lo também para outras gerações do celular, iPad, AirPods, entre outros. Além disso, o sistema pode ser usado para acoplar capinhas e outros acessórios.

Versão de sistema e recursos extras

O celular da Apple sai de fábrica com o iOS 14, mas tem acesso ao iOS 15 por meio de atualização gratuita. A nova versão do sistema traz o SharePlay, espécie de Netflix Party para assistir a vídeos à distância com amigos, mais funções de privacidade e Modo Foco para definir perfis de uso no iPhone.

A empresa costuma oferecer atualizações por cinco anos, o que significa que os donos do 12 Pro Max devem estar garantidos até 2025.

iPhone 12 Pro Max tem Face ID, internet 5G, NFC e Wi-Fi 6.0 — Foto: Reprodução/Apple

Entre as especificações extras do iPhone 12 Pro Max estão o Face ID, sistema de reconhecimento facial para desbloquear o aparelho; a compatibilidade com o eSIM; a tecnologia NFC para pagamentos por aproximação; o Bluetooth 5.0; e o Wi-Fi 6 (802.11ax).

Importante lembrar que a Apple também não inclui mais fones de ouvido na caixa.

Preço

O iPhone 12 Pro Max desembarcou no país em novembro de 2020 pelos preços sugeridos de R$ 10.999 (128 GB), R$ 11.999 (512 GB) e R$ 13.999 (512 GB). Atualmente, a Apple removeu o Pro Max de sua loja oficial, mas é possível encontrá-lo por R$ 8.800 (128 GB), R$ 10.329 (256 GB) e R$ 14.000 (512 GB).

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo