Roteadores

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Mi Router AX1800 é um roteador Wi-Fi 6 da Xiaomi disponível no mercado brasileiro desde outubro de 2021. Além do suporte ao wireless de sexta geração, o equipamento oferece portas Gigabit LAN para conexão cabeada e promete gerenciamento fácil por meio de app dedicado, disponível tanto para Android como também para iPhone (iOS)

Encontrado por valores que saem de R$ 389 no mercado nacional, o roteador da Xiaomi é uma alternativa de entrada entre modelos com Wi-Fi 6, com promessa de estabilidade em uma área de até 300 m². A seguir, traçamos uma análise de ficha técnica do roteador.

Roteador da Xiaomi é Wi-Fi 6 e vem com quatro antenas — Foto: Divulgação/Xiaomi

Tecnologia Wi-Fi

O Mi Router AX1800 da Xiaomi é um roteador compatível com o Wi-Fi 6 (802.11ax), geração mais recente do protocolo de conexão de dados sem fio. Isso torna o equipamento capaz de estabelecer redes de sexta geração, mas também garante compatibilidade com dispositivos que usam Wi-Fi mais antigo: seu notebook, televisor ou celular com Wi-Fi 4 ou Wi-Fi 5 acessarão normalmente a rede 6 do Mi Router.

Como qualquer equipamento com a nova geração das redes wireless, o modelo da Xiaomi tem suporte dual-band nas frequências de 2,4 e 5 GHz, combinando assim o alcance de uma e a maior velocidade da outra. O Wi-Fi 6 promove melhorias que garantem velocidades maiores de troca de dados pela rede, além de sinal mais estável e de menor latência.

Hardware, capacidade e detalhes

Marca fala em cobertua de área de até 300 m² — Foto: Divulgação/Xiaomi

Designado como AX1800, o roteador da Xiaomi tem velocidade máxima teórica de 1.800 Mb/s (megabits por segundo), faixa que é resultado da soma de 1.200 Mb/s da conectividade por meio de 5 GHz e dos 570 Mb/s garantidos pela rede de 2,4 GHz, de maior alcance. É sempre bom lembrar que essa velocidade tem relação com a troca de dados entre roteador e equipamentos no seu ambiente e que, obtida em condições ideais de laboratório, pode ser distante daquela que você experimenta na prática.

Em relação ao alcance, o Mi Router teria capacidade para enviar e receber dados de forma estável de dispositivos numa área de 300 m² — a Xiaomi não esclarece se essa medida considera uma área desobstruída ou leva em conta a existência de paredes.

Usando tecnologia da Qualcomm, o roteador Wi-Fi 6 da Xiaomi permite a conexão simultânea de até 128 dispositivos e é visto pela fabricante como opção tanto para uso no escritório como em residências.

Aplicativos

O produto da Xiaomi conta com um app próprio de gerenciamento, disponível tanto para Android como para iPhone (iOS). O aplicativo conta com funções de gerenciamento e configuração para uso do roteador: é possível monitorar dispositivos conectados, agendar tarefas de manutenção, atualizar o roteador, além de acompanhar em tempo real a performance da sua rede.

Design

Roteador da Xiaomi é compacto e discreto — Foto: Divulgação/Xiaomi

No que diz respeito ao design, o roteador da Xiaomi é compacto e bem discreto. Com acabamento em branco, o produto ostenta quatro antenas externas para ganho de alcance de sinal. Na face posterior, é possível encontrar um conjunto de quatro portas Ethernet, das quais três são LAN Gigabit (1.000 Mb/s) e uma delas funciona como WAN para conectar ao receptor de fibra óptica, por exemplo.

Preço

No site oficial da Xiaomi, o Mi Router AX1800 é listado por R$ 735 no momento, preço que o faz competitivo diante de roteadores Wi-Fi 6 no mercado brasileiro. Fora dos domínios da marca chinesa, os preços são mais competitivos: encontramos anúncios do roteador a partir de R$ 389, valor bem competitivo diante de roteadores de entrada e intermediários mais simples.

Vale a pena?

App oficial da Xiaomi não tem boas avaliações entre usuários do Android — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

O roteador da Xiaomi é competitivo em especificações técnicas e recursos e é uma escolha que vai satisfazer as necessidades do perfil médio de usuários. A questão em aberto sobre o equipamento chinês gira em torno de preços: produtos de rivais, como o D-Link WiFi 6 EXO AX1800 (encontrado por R$ 479) ou o TP-Link Archer AX10, têm o mesmo perfil técnico e de recursos e custam menos.

Antes de bater o martelo pelo Xiaomi talvez seja interessante consultar os catálogos de outras marcas e avaliar os diferenciais de cada uma. Marcas como TP-Link e D-Link podem se sobressair na experiência de uso em virtude de apps e ferramentas de gerenciamento mais maduras — o app da Xiaomi, por exemplo, não é lá muito bem avaliado na Play Store.

Outra perspectiva é consultar o orçamento e estudar o que é mais importante: uma melhor cobertura do seu ambiente pode requerer uma rede mesh distribuída em pontos de acesso — nesse caso, roteadores em formato mais convencional, como o Mi Router, deixam de ser a melhor escolha.

Com informações de Mi Brasil e Play Store

Mais do TechTudo