Fones de ouvido
Publicidade

Por Lucas Santos (colaboração) e Rubens Achilles (TechTudo)

Divulgação/Amazon

A Amazon anunciou nesta quarta-feira (16) o lançamento dos Echo Buds no Brasil. O novo fone de ouvido Bluetooth da marca apresenta como principal destaque a integração com a Alexa, sendo possível utilizar a assistente de voz em qualquer lugar. O acessório conta com cancelamento de ruído ativo e certificação IPX4 para suportar respingos de água, suor ou chuva leve. A bateria do novo fone promete cinco horas de uso com apenas uma carga.

O lançamento marca a estreia da empresa no segmento de fones de ouvido Bluetooth no Brasil. Apresentada em 2019, a primeira geração dos Echo Buds não veio para o país. O modelo que desembarca por aqui é o de segunda geração, lançado internacionalmente em 2021. Já é possível adquirir o fone de ouvido por a partir de R$ 899 no site da varejista, em pré-venda. Os envios começam no próximo dia 24.

Novos Echo Buds são construídos em plástico e têm ponteiras de silicone — Foto: Divulgação/Amazon

Integração com Alexa

O fone de ouvido inteligente permite que o usuário solicite à Alexa a execução de comandos no celular, como acessar uma playlist nos aplicativos de streaming, controlar o volume da mídia, pular faixas e reproduzir notícias, por exemplo. Após o comando de voz, o acessório se conecta ao aplicativo Alexa no celular para fazer a reprodução via Amazon Music, Spotify ou Apple Music, dependendo da configuração feita na conta Amazon do usuário.

Além disso, quando conectado a uma rede de internet, os Echo Buds também podem ativar as rotinas do usuário e dispositivos smart, criar lembretes, checar o calendário, verificar tarefas ou mesmo ligar para um contato da agenda, bastando dizer: "Alexa, ligar para Lucas", por exemplo.

Caso deseje, o usuário também pode utilizar os Echo Buds como fones convencionais, pareando diretamente com o Bluetooth do celular e definindo um botão para acionar outros assistentes como Siri e Google Assistente.

Promessa de boa qualidade

Para deixar o áudio mais imersivo, o fone conta com a tecnologia de cancelamento ativo de ruído, que utiliza dois microfones beamforming externos e um microfone interno. Com o modo ambiente, também é possível escutar o que está acontecendo ao redor sem a necessidade de retirar o fone do ouvido. Os recursos de cancelamento de ruído e modo ambiente podem ser acionados por meio de comandos de voz ou pelo app Alexa.

A Amazon não divulgou o tamanho dos drivers dos Echo Buds, mas o gerente-geral para dispositivos na Amazon Brasil, Jacques Benain, garantiu que o componente é de altíssima fidelidade. Segundo o executivo, a qualidade é um quesito importante no modelo, que entrega um bom balanço de graves e agudos.

O fone se posiciona no mercado como uma opção premium, que deve rivalizar com opções como os Galaxy Buds, da Samsung, e os AirPods, da Apple.

Bateria para cinco horas

A bateria dos Echo Buds promete cinco horas de reprodução de áudio com uma única carga, já considerando a utilização da Alexa e do cancelamento de ruído. A Amazon garante que a bateria pode chegar a 6,5 horas quando esses recursos estão desativados. O fone acompanha um estojo para recarga que promete realizar duas recargas completas adicionais, totalizando 15 horas de música.

A recarga pode ser feita via USB-C, mas a Amazon também apresentou uma versão compatível com carregamento sem fio. No modelo, anunciado por R$ 999, o estojo pode receber energia via padrão Qi, o mesmo utilizado na maior parte dos carregadores sem fio de celulares. A empresa diz que qualquer carregador desse tipo deve servir.

Echo Buds podem ser recarregados via padrão Qi sem fio — Foto: Divulgação/Amazon

Para localizar o fone de ouvido com facilidade caso tenha esquecido o acessório em algum lugar, a Amazon também implementou um recurso de localização nos Echo Buds, que permite encontrá-los a partir de um sinal sonoro. Basta fazer a solicitação à Alexa em outro dispositivo e, caso o fone esteja por perto, será emitido um som.

É válido dizer que os Echo Buds funcionam se pareados via Bluetooth no computador, mas não é possível pedir comandos via Alexa. Isso ocorre porque a assistente depende do funcionamento mediado pelo aplicativo, disponível apenas no smartphone.

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de fevereiro de 2022.

Mais do TechTudo