Jogos de tiro
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O Call of Duty previsto para ser lançado em 2023 pode ser adiado para 2024. A informação foi divulgada com exclusividade pelo portal Bloomberg na terça-feira (22). O adiamento teria como razão a falha em atingir as expectativas nos recentes lançamentos da franquia. Alguns executivos da Activision também passaram a acreditar que isso seria uma consequência de lançar jogos de forma muito rápida nos últimos anos, e que seria necessário aprimorar a franquia.

Caso o rumor se confirme, Call of Duty pode ficar sem um lançamento anual no próximo ciclo, algo que não acontece desde 2004. Vale ressaltar que o game esperado para 2022 não seria afetado, segundo o site.

Call of Duty 2023 pode ser adiado para 2024, segundo o Bloomberg — Foto: Divulgação/Activision

Pouco tempo depois dos rumores lançados pelo Bloomberg, o portal IGN recebeu uma mensagem da Activision informando que a empresa planeja lançar novas experiências pagas e gratuitas para os jogadores a partir deste ano. Além disso, reforçou que qualquer tipo de relato que não fosse relacionado a isso seria incorreto. A Activision finalizou afirmando que divulgará novos detalhes quando chegar o momento certo para isso, mas não comentou os rumores.

A declaração sobre não atingir as expectativas com a franquia pode ser explicada com os recentes relatórios da Activision. Quando comparadas às vendas de 2020, quando foi lançado o Call of Duty: Black Ops Cold War, com as de 2021, ano de Call of Duty: Vanguard, houve uma queda nos lucros.

Primeiras impressões do beta de Call of Duty: Vanguard

Primeiras impressões do beta de Call of Duty: Vanguard

A decisão poderia estar relacionada com a compra da Activision Blizzard pela Microsoft, mas, segundo o Bloomberg, a negociação não teria qualquer impacto na provável decisão de adiamento. Além disso, a empresa estaria planejando outros projetos em 2023 para preencher o provável vazio que o COD principal deixará.

É importante destacar que ainda há um jogo da franquia previsto para ser lançado de 2022 e que não seria adiado como o de 2023. Ele é a sequência direta de Call of Duty: Modern Warfare 2019, e deve estar disponível durante o outono do hemisfério norte (ou seja, meados de setembro). Isso significa que o COD de 2022, que ainda não possui um título oficial, pode ser o principal jogo da franquia por mais tempo do que o imaginado.

Com informações de Bloomberg, Kotaku, IGN, Gamespot e Dot Esports

Mais do TechTudo