Celular
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Danilo Paulo de Oliveira/TechTudo

A Receita Federal abriu um leilão com diversos produtos eletrônicos a preços mais baixos, entre eles o iPhone 8 Plus e o Xiaomi 11 Lite. Os interessados em aparelhos da Apple e da Xiaomi podem enviar propostas para a regional de Belém (PA) até o dia 7 de fevereiro. A sessão para lances está marcada para o dia seguinte.

Os produtos são fruto de apreensão da Receita Federal e os preços listados servem como referência, já que podem subir conforme o interesse do público. Os ganhadores devem retirar os aparelhos de forma presencial, pois o órgão não se responsabiliza pelo envio. Os equipamentos não têm garantia do fabricante e a Receita não garante o funcionamento.

Conheça 5 fatos sobre o iPhone 12

Conheça 5 fatos sobre o iPhone 12

Para quem estiver interessado nos celulares disponíveis, uma opção é o lote 59, que conta com quatro smartphones – Poco M3, Redmi Note 9 e Redmi Note 9S (da Xiaomi) e iPhone 8 Plus (da Apple) pelo valor de R$ 1.250. Já o lote 62 conta com um Xiaomi 11 Lite por R$ 350. O modelo é vendido na loja online oficial por R$ 3.999.

O lote 62 conta com um Xiaomi 11 Lite, por R$ 350. — Foto: Reprodução/Receita Federal

Outro lote bastante atraente é o 24, que conta com um Poco X3, dois Redmi Note 9 e um Redmi 9A. Todo o conjunto está disponível pelo lance inicial de R$ 700. A imagem divulgada pela Receita indica presença de acessórios como cabos USB e carregadores.

Lote 24 conta com quatro Smartphones da Xiaomi por R$ 700 — Foto: Reprodução/Receita Federal

Como participar dos leilões

Os interessados devem acessar o site da Receita Federal, que contará com o edital detalhado sobre o pregão – seu código é “0217800/000004/2021 - BELÉM”. O usuário precisa cumprir algumas etapas burocráticas, como a emissão do certificado digital e-CAC, que é liberado pelo próprio órgão e deve ser adquirido antes do início da edição do leilão. Requer CPF válido.

A primeira fase do leilão consiste no envio das propostas de valores, feitas por pessoas físicas ou jurídicas. Se selecionado, o comprador receberá uma autorização digital para participar do leilão online na data indicada.

Vale lembrar que o vencedor do pregão deve pagar o valor integral até o primeiro dia útil seguinte ao arremate. Outra opção é dar um sinal imediato de 20% e arcar com os 80% restantes até o limite de oito dias corridos. O edital do leilão informa ainda que os produtos destinados a pessoas físicas não podem ser revendidos, ao contrário das mercadorias adquiridas por pessoas jurídicas.

Com informações da Receita Federal

Mais do TechTudo