Celular
Publicidade

Por Larissa Infante, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

A Samsung oficializou o fim definitivo do Galaxy Note, um dos aparelhos mais desejados da marca. Em 2021, a gigante sul-coreana já tinha revelado que não lançaria uma nova versão do aparelho naquele ano, o que deixava as portas abertas caso decidisse voltar a produzi-lo no futuro. Contudo, na última semana, o principal executivo da área de dispositivos móveis, TM Roh, confirmou que a linha será definitivamente descontinuada.

A decisão está relacionada a uma mudança estratégica no ramo de smartphones da fabricante. Normalmente, a linha Note era lançada no segundo semestre. A ideia agora é que o calendário se concentre na linha S, no começo do ano, e nos modelos dobráveis, no fim do ano.

Linha Galaxy Note será oficialmente descontinuada pela Samsung — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Nesse momento, a estratégia da Samsung deve se voltar para o segmento de alto padrão. Em entrevista à Bloomberg, ele disse que a pandemia resultou num aumento de buscas por celulares de última geração, já que os consumidores passaram a depender mais dos smartphones. Uma das grandes apostas da fabricante devem ser os dispositivos dobráveis, especialmente após o sucesso do Galaxy Z Fold 3.

Para o executivo, este formato de celular representa uma grande diferenciação no mercado, inclusive em relação à concorrente Apple. A ideia é que os dobráveis possam crescer e que a empresa adicione mais um ou dois novos tipos de smartphones ao portfólio nos próximos anos.

Nos últimos tempos, a Samsung enfrentou fechamentos de fábricas, bloqueios em algumas cidades e interrupções na cadeia de suprimentos, como a escassez de microchips. Para superar estes desafios, a companhia sul-coreana precisou reformular a estratégia de negócios, o que pode ajudar a explicar o novo cronograma de lançamentos.

Galaxy Z Flip 3 visto de lado — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A decisão de agora não significa a completa extinção do Galaxy Note. Segundo Roh, a ideia é que a empresa descontinue a linha, mas expanda a experiência do Note, incluindo a caneta S Pen e outros elementos em novos smartphones.

Prova disso é o recém lançado Galaxy S22 Ultra, que chegou na semana passada com cara e jeito de Galaxy Note. Com isso, o executivo contou que a demanda inicial de operadoras e varejistas pela linha S22 foi percentualmente dois dígitos maior em relação ao ano passado.

Confira 7 fatos sobre o Galaxy S22

Confira 7 fatos sobre o Galaxy S22

A versão Ultra é o primeiro da linha S a vir com caneta embutida, além de ter cantos menos arredondados e design “quadradão”. O celular tem telona de 6,8 polegadas com resolução Quad HD+, taxa de atualização de 120 Hz, câmera quádrupla de até 108 megapixels, memória RAM de até 12 GB e o poderoso processador Snapdragon 8 Gen 1 (Qualcomm).

Galaxy S22 Ultra vem com S-Pen e design da linha Note — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A Samsung deve expandir a chamada “experiência Note” para outros dispositivos do ecossistema, como laptops e tablets. Vale lembrar que a linha sempre se posicionou como uma alternativa para quem busca produtividade, melhor desempenho em atividades profissionais e criatividade.

Outra grande aposta da gigante sul-coreana devem ser os dispositivos baseados em inteligência artificial e realidade aumentada. O executivo afirma que o objetivo é garantir uma posição de liderança no segmento.

Com informações de Bloomberg

Mais do TechTudo