Celular
Publicidade

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi 9 e Mi 9T são celulares da marca chinesa que chegaram ao mercado em 2019 e que continuam relevantes no imaginário de brasileiros em busca de intermediários. Ambos possuem tela AMOLED Full HD+, leitor integrado de digitais e três câmeras. Também há diferenças marcantes, como você verá no comparativo a seguir.

Apesar de não estar mais disponível para compra na loja virtual da Xiaomi, o Mi 9 é encontrado no varejo online por preços a partir de R$ 1.260. Já o Mi 9T é vendido a partir de R$ 1.499.

É importante ficar atento à procedência ao comprar algum celular Xiaomi, pois existe um grande número de produtos contrabandeados ou falsificados no Brasil.

Mi 9 tem design com notch para a câmera de selfies — Foto: Divulgação/Xiaomi

Tela e design

Não há muito o que escolher entre os aparelhos no quesito tela: nos dois casos, são 6,39 polegadas, painel AMOLED e resolução máxima Full HD+, rendendo aos displays uma densidade de pixels por polegada (ppi) de 403. As telas usadas pela Xiaomi nesta linha atualizam à taxa de 60 Hz. O recurso foi uma tendência há alguns anos, mas hoje em dia está superado por telas de 120 Hz (ou mais).

No design, os dois aparelhos têm uma diferença fundamental: enquanto o Mi 9 traz tela obstruída pela presença da câmera frontal, o Mi 9T vem com um painel dianteiro completamente limpo, já que o sensor para registro de selfies fica oculto no interior do aparelho e é revelado por um mecanismo de acionamento.

Enquanto o Mi 9 vem revestido com Gorilla Glass 6 na tela, o 9T usa a versão anterior do vidro resistente da Corning. O Mi 9 foi lançado nas cores violeta, azul ou preto. Já o Mi 9T é encontrado em preto, vermelho ou azul. Nenhum dos modelos ostenta certificação de resistência à água.

Câmeras

Mi 9T vem com câmera frontal deslizante de 20 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi

Há pouca diferença no campo da fotografia. No Mi 9, o consumidor encontra um trio de sensores composto por câmera principal de 48 MP (f/1.8), ultra wide de 16 MP (f/2.2) e teleobjetiva de 12 MP (f/2.2).

O trio de câmeras da Xiaomi é suficiente para os casos de uso mais comuns. Há possibilidade de fotos com modo retrato, além de capturas perto de objetos por meio da lente teleobjetiva. O celular oferece um app de câmera com recursos como pós-processamento de imagem via inteligência artificial para realçar cores, contraste e exposição.

A câmera principal do Mi 9T repete os mesmos 48 MP do Mi 9. As diferenças ficam por conta da teleobjetiva, que cai de 12 MP para 8 MP, e da ultra wide, que cai de 16 MP para 13 MP.

Os recursos de fotografia são os mesmos. O que pode variar é a qualidade de imagem e nível de detalhe nos cliques por conta dos sensores auxiliares de menor resolução. Ambos os telefones podem gravar 4K. A diferença é que o Mi 9 consegue produzir vídeo nessa resolução a 60 quadros por segundo enquanto o Mi 9T permite 4K a apenas 30 FPS.

Suas câmeras frontais repetem os 20 MP (f/2.0). Há uma diferença importante: enquanto o Mi 9 tem sensor na própria tela, o Mi 9T fica com a câmera oculta no corpo do aparelho. Ela é revelada por um mecanismo eletrônico que a expõe no momento do clique. Este recurso esteve em alta na indústria, mas caiu em desuso principalmente por causa da durabilidade questionável dos aparelhos.

Desempenho

Xiaomi Mi 9 oferece processador mais rápido do que o Mi 9T — Foto: Divulgação/Xiaomi

O Xiaomi Mi 9 possui hardware mais capacitado. O celular usa um Snapdragon 855, processador octa-core top de linha da Qualcomm em 2019, enquanto o Mi 9T trabalha com o Snapdragon 730, opção intermediária da marca americana no mesmo período. Em números, o 855 pode rodar a até 2,84 GHz no núcleo de alta performance contra 2,2 GHz do 730.

A memória RAM de 6 GB marca presença em ambos os modelos. O Xiaomi Mi 9 é vendido no Brasil com armazenamento de 64 GB ou 128 GB. Por sua vez, o Mi 9T surge apenas com 128 GB. Nenhum deles tem slot para cartão microSD.

Bateria

Mi 9T tem bateria maior — Foto: Divulgação/Xiaomi

Como vimos até aqui, o Xiaomi Mi 9 tem câmeras melhores e processador mais poderoso, mas um ponto de atenção a respeito do celular fica por conta da bateria, de modestos 3.300 mAh de capacidade. O Mi 9 pode ter dificuldade em aguentar um dia todo longe da tomada. Já o Mi 9T vem com bateria de maior capacidade: 4.000 mAh.

Nos dois casos, há suporte a tecnologias de recarga rápida: o Mi 9 aceita carregadores de até 27 Watts, enquanto que o 9T estaciona em 18 Watts. Em qualquer caso, o consumidor encontra carregadores inclusos na caixa.

Sistema

Os dois celulares deste comparativo chegaram ao mercado em 2019 com sistema Android 9. Eles posteriormente receberam atualização para Android 10. É improvável que recebam as versões 11 e 12 da plataforma mantida pelo Google, que já estão disponíveis em outros aparelhos.

A experiência de uso deve ser bem semelhante nos dois casos porque a versão do sistema operacional oferecida pela Xiaomi roda com a interface MIUI 11. Além do design gráfico em linha com o que a Xiaomi oferece há anos, as customizações garantem acesso a apps e recursos próprios de aparelhos da marca.

Recursos adicionais

Redes mais recentes (como Wi-Fi 6 e 5G) não fazem parte dos aparelhos — Foto: Divulgação/Xiaomi

Os smartphones estão confinados aos limites das redes 4G LTE, ao contrário dos telefones mais modernos, que disponibilizam acesso à internet 5G. Também há limites no Wi-Fi, com suporte a conexões por meio de Wi-Fi 5 (802.11ac) – sem Wi-Fi 6, portanto. Os dois modelos trazem Bluetooth 5.0, que é eficiente, mas não a versão mais moderna do protocolo.

Tanto Mi 9 quanto Mi 9T disponibilizam o recurso de NFC para pagamento por aproximação. Um diferencial curioso fica por conta do Mi 9 que, com infravermelho, pode servir para controlar dispositivos que trabalham com esse tipo de sinal: aparelhos de som, ar condicionado e TVs, entre outros.

A biometria está presente pelo leitor de impressões digitais integrado às telas dos dois smartphones.

Preços da Xiaomi

Os celulares Xiaomi foram anunciados em 2019. Não contam mais com pronta entrega no Brasil, mas ainda são vistos em páginas de compra e venda na internet. É necessária alguma dose de cuidado na hora da compra: a Xiaomi pode recusar garantia de smartphones adquiridos via importadores não oficiais, algo comum quando se trata do portfólio da marca que é uma das preferidas dos contrabandistas.

Feitas as ressalvas, você pode encontrar anúncios para o Xiaomi Mi 9 na faixa de R$ 1.300 no momento, valor bem próximo das ofertas para o Mi 9T: R$ 1.500.

Xiaomi Mi 9 vs Xiaomi Mi 9T

Especificações Xiaomi Mi 9 Xiaomi Mi 9T
Lançamento Maio de 2019 Agosto de 2019
Preço de lançamento R$ 3.999 R$ 3.297
Preço atual a partir de R$ 2.598 a partir de R$ 1.999
Tela 6,39 polegadas 6,39 polegadas
Resolução de tela Full HD+ (2340 x 1080 pixels) Full HD+ (2340 x 1080 pixels)
Processador Snapdraon 855 (octa-core de até 2,84 GHz) Snapdragon 730 (octa-core de até 2,2 GHz)
Memória RAM 6 GB (Brasil) / 8 GB (internacional) 6 GB
Armazenamento 64 GB / 128 GB 64 GB / 128 GB
Cartão de memória sem suporte sem suporte
Câmera principal Principal de 48 MP, ultra wide de 12 MP e teleobjetiva de 16 MP Principal de 48 MP, ultra wide de 13 MP e teleobjetiva de 8 MP
Câmera frontal 20 MP 20 MP (retrátil)
Sistema operacional Android 9 (atualização para Android 10) Android 9 (atualização para Android 10)
Bateria 3.300 mAh 4.000 mAh
Dimensões e peso 157,5 x 74,7 x 7,6 mm e 173 gramas 156,7 x 74,3 x 8,8 gramas e 191 gramas
Cores violeta, azul ou preto preto, vermelho ou azul
Galaxy S22: confira 7 fatos sobre o celular Samsung

Galaxy S22: confira 7 fatos sobre o celular Samsung

Mais do TechTudo