Wearables
Publicidade

Por Katarina Bandeira, para o TechTudo

Thássius Veloso/TechTudo

Depois de muita polêmica em torno de seus rastreadores, a Apple liberou nesta semana uma atualização para o sistema que roda no AirTag. Os dispositivos começaram a receber a novidade, que inclui uma função para alertar as pessoas que estiverem sendo rastreadas. A ideia da empresa da maçã é evitar que o AirTag fique em bolsas ou mochilas sem o conhecimento da vítima. O Código Penal brasileiro tipifica o crime de perseguição e impõe pena de seis meses a dois anos de reclusão, chegando a três se for contra mulher.

Apple AirTag com chaveiro — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Violações de segurança

Desde que foi lançado, em abril de 2021, o Apple AirTag esteve envolvido em polêmicas por causa da possibilidade de rastreamento de seres humanos. Em maio do ano passado, um jornalista do Washington Post contou ter feito vários testes de sucesso para conseguiu burlar as medidas de segurança adotadas pela Apple. Ele rastreou – com consentimento – um colega de profissão, durante uma semana. No período do monitoramento, os profissionais identificaram que o AirTag possuía a capacidade de mostrar a localização exata da suposta vítima.

Em um caso mais recente, no início de 2022, um vídeo viralizou no TikTok ao mostrar um iPhone identificando a presença do novo AirTag que estaria supostamente monitorando seu trajeto. O acontecimento foi divulgado pelo jornal New York Times, que narrou relatos de outros usuários reclamando de situações parecidas. A reportagem levou a Apple a se pronunciar publicamente a respeito de melhorias contra stalkers ou pessoas mal intencionadas.

Mesmo que ainda não haja muitos detalhes sobre as novas funções de segurança, espera-se que a Apple adote — entre elas — novas cores e tons na visualização dos AirTags. A medida facilitaria na hora de identificar um rastreador de terceiros.

Donos de celulares Android contam desde o ano passado com um aplicativo que revela a presença de um AirTag por perto.

AirTag pode ser rastreado pelo iPhone — Foto: Divulgação/Apple

Como saber se a nova atualização está disponível

É possível verificar se a nova versão está disponível no AirTag, abrindo o aplicativo Buscar do iPhone escolhendo a AirTag na lista de itens. Em seguida, ao tocar no nome do rastreador digital o número de série e a versão devem aparecer. O software mais recente é o 1.0.391 (compilação 1A301).

O Apple AirTag chegou ao Brasil com o preço sugerido de R$ 369, mas pode ser encontrado por R$ 271 na Amazon. A proposta do produto é encontrar rapidamente pertences como mochilas, malas, chaveiros e bicicletas, como ocorreu com o passageiro da empresa irlandesa Aer Lingus, recentemente. Seu uso não é indicado para rastrear pessoas ou animais.

Com informações de 9to5Mac

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de abril de 2022.

Mais do TechTudo