Lançadores e buscadores

Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


A Caverna Sơn Đoòng, considerada a maior do mundo, foi homenageada pelo Google nesta quinta-feira (14) com um Doodle. A ilustração exibida na página inicial do buscador celebra o aniversário de 13 anos do local, descoberto oficialmente nesta mesma data, em 2009. Localizada no Vietnã, a caverna possui mais de 3,8 milhões de metros quadrados de volume e foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

A homenagem do Google mostra uma ilustração do interior da caverna em tons de verde, com um explorador observando o espaço e sendo iluminado por feixes de luz que formam o nome da empresa. O desenho está sendo exibido no Brasil, Vietnã e em países como Argentina, Chile, México, Tailândia, Suécia e Reino Unido. É possível visualizar o Doodle nas versões do buscador para PC e celulares Android e iPhone (iOS).

Doodle celebra 13 anos de descobrimento da Caverna Son Doong, no Vietnã — Foto: Reprodução/Google

Qual é o melhor Doodle do Google? Participe no Fórum do TechTudo

A caverna Son Doong

Segundo o Google, geólogos estimam que a caverna Son Doong foi formada entre dois e cinco milhões de anos atrás. Foi somente em 1990, entretanto, que o espaço foi descoberto acidentalmente pelo fazendeiro local Ho Khanh. Em 2009, o homem revisitou a caverna, acompanhado dos espeleólogos Howard e Deb Limbert, especialistas em cavernas da British Cave Research Association, organização britânica dedicada ao assunto. Foram eles que concluíram que aquela era a maior caverna do planeta.

A caverna está localizada perto da fronteira com o Laos, no centro do Vietnã, e seu nome significa “Rio da Montanha”, no idioma vietnamita. O espaço interno da Son Doong tem capacidade para guardar, comparativamente, um quarteirão de prédios de 40 andares ou ter um Boeing 747 voando livremente sem contato com as paredes rochosas.

Dentro do espaço, os cientistas encontraram diferentes formações geológicas, incluindo as maiores pérolas de calcário do mundo e a estalagmite mais alta do planeta. Buracos gigantes situados nas profundezas da caverna permitem que a luz do sol e chuva mantenham dois ecossistemas de selva intocados, os quais alimentam raposas voadoras, peixes brancos sem olhos e os únicos macacos a viver no subsolo do planeta. Uma das florestas possui, inclusive, um próprio sistema climático.

A caverna Son Doong está aberta à visitação de turistas, mas é necessário possuir autorizações específicas das autoridades locais. As visitas acontecem entre os meses de janeiro e agosto, devido às condições climáticas, que tornam o acesso inviável em outros períodos do ano. Os primeiros passeios guiados ao local custavam cerca de US$ 3 mil (aproximadamente R$ 14 mil, em conversão direta). Antes da pandemia, havia uma lista de espera de um ano para conhecer o espaço.

Com informações de Google e National World

Veja também: Sete truques e jogos escondidos no Google

Brincadeiras do Google: veja 7 truques e jogos escondidos no buscador

Brincadeiras do Google: veja 7 truques e jogos escondidos no buscador

Mais do TechTudo