Streaming

Por Thaisi Carvalho, para o TechTudo


Dar "stream" no Spotify significa reproduzir uma música no serviço de streaming. O termo, que em inglês significa "transmitir", ganhou destaque na Internet com a crescente popularidade da plataforma, usada por artistas de diferentes gêneros para disponibilizar suas canções. Nesse sentido, tornou-se comum ver, nas redes sociais, publicações de fãs com frases como "taca stream na lenda". O objetivo é incentivar a reprodução massiva de faixas do artista, em apoio ao seu trabalho. Vale ressaltar que, no Spotify, os streams ocorrem quando um usuário escuta uma faixa por 30 segundos ou mais.

O streaming calcula todos os streams desde o lançamento de uma música, e os cantores podem ter acesso a esse número tanto na web quanto no aplicativo, desde que constem como artista principal ou criador de remix nos créditos da canção. Nos primeiros sete dias, os números são acompanhados em tempo real, uma vez que a contagem é atualizada a cada dois segundos. Após este período, as estatísticas são atualizadas apenas uma vez por dia.

O que é dar stream em uma música no Spotify? Entenda significado do termo — Foto: TechTudo

Vale ressaltar que os streams são contados apenas quando o ouvinte está conectado à Internet, ou seja, se uma canção for ouvida de forma offline, o stream será contabilizado quando o usuário ficar online novamente, o que deve acontecer uma vez a cada 30 dias. Outro ponto importante é que, se uma pessoa ouvir a música por 30 segundos e depois fizer isso novamente, dois streams serão contabilizados. Se repetir o processo, o número de streams consequentemente aumentará.

Diferenças entre streams e ouvintes mensais

Para o Spotify, ouvintes mensais são pessoas que escutaram determinada música dentro do período de 28 dias. Essas estatísticas são atualizadas diariamente e aparecem tanto no perfil do artista na plataforma quanto no gráfico da linha do tempo disponível no Spotify Audience. Vale esclarecer que, se um usuário tocar determinada música mais de uma vez em 28 dias, ele será contado como ouvinte somente uma vez.

Os streams do Spotify, por sua vez, referem-se à quantidade de vezes que uma faixa é tocada. Por exemplo, se os ouvintes mensais de um artista permanecem os mesmos, mas seus streams aumentam, isso significa que os mesmos grupos de pessoas estão tocando a música várias vezes seguidas. Logo, um aumento nas duas estatísticas significa tanto que o público está aumentando quanto que a música está sendo mais tocada.

De maneira geral, são os streams que ajudam a gerar dinheiro para o artista. A quantidade de ouvintes, por sua vez, é uma ferramenta para medir a popularidade do conteúdo.

Stream: significado do termo é reproduzir uma música — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Spotify Charts

O Spotify Charts (https://spotifycharts.com/) é um painel que exibe as músicas mais tocadas na plataforma. Lá, é possível encontrar, por exemplo, as playlists Top 50 Brasil e Top 50 Global. Ainda pode-se visualizar quais foram as principais faixas tocadas em um dia ou semana, além de quais álbuns e artistas estão em alta na plataforma.

Spotify Charts utiliza o número de streams para calcular popularidade das músicas — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Os streams de uma música também entram no cálculo dos gráficos, realizados com base na fórmula do Charts. No entanto, nem todos os streams são utilizados no serviço, já que algumas faixas podem ter menos streams qualificados do que outras. Por isso, a quantidade de streams que aparece no Spotify Charts pode ser diferente da que consta do aplicativo e do Spotify para os artistas.

Com informações de Spotify (1, 2 e 3), Route Note, Best Friends Club e Medium

Veja também: como colocar música do Spotify no Instagram

Como colocar música do Spotify no Instagram

Como colocar música do Spotify no Instagram

Mais do TechTudo