Celular
Publicidade

Por Danilo Paulo de Oliveira, para o TechTudo

Reprodução/9to5Mac

O iPhone 14 pode ganhar o desejado recurso de Always On Display (AOD) nas versões Pro e Pro Max. Caso a informação se confirme, a Apple finalmente adotaria uma função que existe há muitos anos no mundo Android. Diversos celulares da Samsung e da LG contam com a tecnologia, apenas para citar duas das marcas mais conhecidas. O AOD permite exibir informações na tela de maneira permanente. Normalmente são detalhes como a hora, a previsão do tempo e o resumo das notificações.

A funcionalidade deve aparecer no iOS 16, previsto para ser anunciado na próxima segunda-feira (06) durante a conferência WWDC, voltada a desenvolvedores. Esta tecnologia também está em algumas versões mais recentes do Apple Watch.

Lançado há seis anos atrás, Galaxy S7 tinha tela Always On com notificações constantes — Foto: Reprodução/Samsung

O recurso aproveita a capacidade de telas do tipo OLED ou LTPO de desligar os pixels escuros na exibição da cor preta. Desta forma, apenas uma pequena quantidade de pixels que contenha as informações principais fica ativa, o que impede que a bateria seja consumida de forma rápida caso a tela inteira estivesse em uso. No passado, agentes da indústria estimaram que o Always On Display aumenta o gasto de energia do smartphone em apenas 1%. Ao menos no Android é possível desativá-lo.

A informação sobre o novo recurso não deixa claro se a Apple irá manter a tela Super Retina XDR OLED, presente no iPhone 13 Pro Max, ou se irá trazer a tecnologia LTPO, a mesma vista nos relógios inteligentes mais recentes da empresa e que estava cotado para aparecer nos modelos de 2021.

De qualquer forma, o funcionamento seria muito parecido com o de um Apple Watch 5, o que significa que a tela iria reduzir a taxa de quadros durante o funcionamento do Always On Display.

No futuro, o iOS 16 do iPhone 14 Pro e do iPhone 14 Pro Max seria capaz até mesmo de mostrar alguns widgets na tela sempre ativa. A versão convencional do iPhone 14 não deverá ser contemplada com a tecnologia, assim como também pode não receber o chipset Apple A16, que ficaria reservado apenas para os dois modelos mais caros da próxima geração.

O iPhone 14 não possui uma data oficial de lançamento, mas é esperado que isso ocorra em setembro, como parte da tradição da Apple.

Com informações de The Verge

Confira o resumão sobre o iPhone 13 no vídeo abaixo

Confira o resumão sobre o iPhone 13

Confira o resumão sobre o iPhone 13

Mais do TechTudo