Esports
Publicidade

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A equipe Attack All Around, da Tailândia, conquistou o Mundial de Free Fire 2022 no sábado (21). Depois de cinco quedas dominadas pela favorita EVOS Phoenix, também da Tailândia, a AAA aproveitou que seus rivais não conseguiram pontuar na sexta queda da final e emplacou uma grande virada para ficar com seu primeiro título na World Series de Free Fire. Além da taça, os tailandeses também levaram para casa a premiação de US$ 500 mil (cerca de R$ 2,5 milhões, em conversão direta).

A competição ainda contou com a Vivo Keyd e a LOUD, que ficaram na quarta e na sétima colocação respectivamente. O resultado também mostrou a força da Tailândia no Free Fire, já que o país fez a "dobradinha" no mundial, levando para casa os títulos de campeão e vice-campeão da competição. Veja, a seguir, quais foram os passos da AAA até chegar à vitória na Ilha de Sentosa, Singapura.

Attack All Around foi a campeã mundial de Free Fire — Foto: Divulgação/Attack All Around

Gemando no Free Fire: o que significa o termo? Tire essa e outras dúvidas no Fórum do TechTudo.

Começo da organização

Attack All Around é uma organização bastante recente: foi criada em janeiro de 2021. Apesar da "juventude", ela deu um excelente primeiro passo no cenário competitivo da Tailândia. Isso porque, já em sua primeira competição, a Free Fire Pro League Thailand Season 4, a AAA foi a vice-campeã e ainda conseguiu a segunda e última vaga da Tailândia no Mundial de Free Fire 2021. Seu lineup era formada por seis jogadores: Radchakan "Hoysang" Thongpool, Aphisit "Pookgod" Khonsue, Eirasha "Poongod" Khun-in, Sitthichai "CARAMEL" Khunachon, Alongkon "Bruno" Sutkhian e Kasama "XPENSION" Wongsoongnoen.

Porém, em sua primeira apresentação em palco internacional, a AAA não repetiu o mesmo desempenho da liga tailandesa e caiu no Play-in, ficando na penúltima colocação entre as nove que tentavam a vaga na final. A taça, na ocasião, ficou com sua principal concorrente na Tailândia, a EVOS Phoenix, conhecida na época como Phoenix Force, que levou o primeiro prêmio do mundial de Free Fire para o país.

Attack All Around não foi bem em seu primeiro torneio mundial de Free Fire — Foto: Reprodução/Liquipedia

Queda de rendimento e mudanças

A decepção no Mundial de Free Fire 2021 pareceu ter abalado a lineup da Attack All Around. Na Free Fire Pro League Thailand Season 5, a equipe amargou a 11° colocação. Esse desempenho a deixou de fora do Asia Championship 2021, um torneio online que reuniu algumas das melhores equipes da Ásia. A decepção ocasionou em mudanças no lineup já em dezembro de 2021: Sitthichai "CARAMEL" Khunachon e Kasama "XPENSION" Wongsoongnoen deixaram a equipe e abriram o espaço para dois nomes que viriam a ser muito importantes em 2022: "Keroro" e Attapol "JLX" Kaewchaon.

No entanto, o desempenho da AAA melhorou muito na Free Fire Pro League Thailand Season 6, já em 2022. Embora não tenha conseguido bater a EVOS Phoenix, que se consagrou campeã mais uma vez e por uma larga vantagem, a AAA ficou com seu segundo vice-campeonato sem maiores sustos. Dessa forma, a equipe também conquistou a chance de se redimir no Play-in do Mundial de Free Fire 2022.

Attack All Around conquistou o vice-campeonato na Tailândia mais uma vez e se classificou para o Play-in do mundial — Foto: Divulgação/Attack All Around

O segundo mundial

Para sua segunda participação no Mundial de Free Fire, a Attack All Around chamou Folk "FOLKYY" Chanatip para entrar temporariamente na equipe, enquanto Alongkon "Bruno" Sutkhian se despediu da organização. Com todas as mudanças realizadas desde o segundo semestre de 2021, a AAA se mostrou uma equipe muito mais competente no palco internacional e não teve maiores dificuldades em passar pelo Play-In dessa vez. Eram quatro vagas para a final, e a equipe ficou com a segunda colocação, um ponto atrás da ECHO Esports, da Indonésia, e um ponto à frente da brasileira Vivo Keyd.

Confiante, a AAA chegou na final mostrando muita habilidade nos confrontos e em suas rotações pelo mapa. Suas atuações foram muito regulares e renderam um BOOYAH! para ela em Bermuda. Apesar de sua boa atuação, tudo indicava que a EVOS Phoenix levaria o bicampeonato. Porém, a equipe caiu cedo na última queda para a LOUD e abriu o caminho para uma virada incrível. O BOOYAH! foi para a Vivo Keyd, mas a AAA fez o suficiente para ultrapassar a Phoenix na tabela e ficar com o título. Destaque para o jogador Attapol "JLX" Kaewchaon, coroado o MVP da competição.

Attack All Around levantando a taça de campeã mundial — Foto: Divulgação/Attack All Around

Com informações de Liquipedia

Veja ainda: Cinco dicas essenciais para quem quer subir de capa no Free Fire

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Mais do TechTudo