Campeonatos
Publicidade

Por Igor Dantas, para o TechTudo


A final do Campeonato Mundial de Free Fire de 2022, também conhecido como Free Fire World Series (FFWS), acontece neste sábado (21). O torneio terá as brasileiras Vivo Keyd e LOUD na disputa pelo título. O prêmio é de US$ 500 mil, cerca de R$ 2,5 milhões na cotação atual, destinado ao grande campeão. Contudo, a vida não será fácil para as equipes, que terão adversários de peso durante as quedas. Entre eles estão as atuais vencedoras mundiais EVOS Phoenix e seu braço direito na Indonésia, EVOS Divine. Abaixo, o TechTudo listou as equipes que representam o maior perigo ao Brasil.

Vale ressaltar que a LOUD vem como uma das favoritas à conquista e, inclusive, foi a que recebeu mais votos dos casters de todo o mundo quando foram perguntados quem venceria o FFWS. A equipe brasileira foi vice-campeã na última edição do mundial e é a atual detentora do título da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF).

A LOUD foi campeã da LBFF 7 e é uma das favoritas ao título mundial — Foto: Divulgação/Garena Free Fire

👉 Como tirar foto no Free Fire? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo

EVOS Phoenix

EVOS Phoenix é a atual campeã mundial de Free Fire — Foto: Reprodução/FF Esports BR

Atual campeã mundial, a EVOS Phoenix é com certeza a equipe mais perigosa deste mundial para os brasileiros. Na edição passada do FFWS, ainda sob a tag Phoenix Force, os tailandeses deram um show e conquistaram o título de maneira avassaladora, sem chances aos adversários. Nas seis quedas disputadas, eles conquistaram quatro Booyahs.

Sem mostrar sinais de desaceleração, a Phoenix veio para este mundial com a vaga direta para as finais, já que foi campeã da liga tailandesa. Na liga regional, derrotou adversários de peso como a Attack All Around, que também está classificada para a etapa final do FFWS. Um dos destaques do time é o jogador Ratchanon “Moshi” Kunrayason, contratado em agosto do ano passado e eleito o MVP das finais da liga da Tailândia.

EVOS Divine

EVOS Divine vem da mesma região que a EVOS Phoenix — Foto: Reprodução/FF Esports BR

Da mesma organização da Phoenix, a indonésia Divine também é bastante perigosa. A equipe tem uma boa bagagem internacional e foi a primeira campeã mundial de Free Fire, no ano de 2019. Assim como seu time-irmão, a Divine conquistou vaga direto nas finais ao vencer a principal liga da Indonésia.

Abi “Bion” Faisal, um dos jogadores mais novos do elenco, foi o destaque na conquista, eleito o MVP das finais. Vale destacar também que a EVOS ainda possui quase todos os membros que ergueram o troféu do mundial de 2019, incluindo o capitão Saeful “SAM13” Muharrom.

Team Flash

Team Flash, do Vietnã, passou por reformulação e substituiu todos os players após um resultado abaixo do esperado — Foto: Reprodução/FF Esports BR

Sexto lugar no campeonato mundial do Rio de Janeiro, em 2019, e atual campeão da liga vietnamita, o Team Flash é mais um time que pode dar trabalho durante as finais. No início do ano, o elenco passou por uma grande reformulação, contratando um analista e substituindo quase todos os jogadores após um decepcionante 7º lugar na liga nacional.

As mudanças surtiram efeito e resultaram no título da Vietnam Free Fire League, que deu ao Team Flash uma vaga direta nas finais do FFWS. A equipe vem embalada pela conquista e tem como um de seus principais jogadores Nguyen “Shin” Tram, destaque durante o campeonato regional.

Attack All Around

Attack All Around é vice-campeã da liga tailandesa — Foto: Reprodução/Liquipedia

Vice-campeã da liga tailandesa, a Attack All Around chega às finais do Free Fire World Series após ter ficado em segundo lugar nos Play-ins. O elenco teve uma boa atuação na fase classificatória, conquistando um Booyah e o maior número de abates ao lado da ECHO Esports, com 39.

Vale ressaltar que a equipe da Tailândia também teve uma boa consistência ao longo das últimas temporadas e participou da edição de 2021 do mundial. No entanto, não passou dos Play-ins naquela ocasião. Radchakan “HOYSANG” Thongpool é um dos destaques do elenco.

ECHO Esports

ECHO Esports levanta troféu do Masters da Indonésia — Foto: Reprodução/FF Esports BR

Primeiro lugar nos Play-ins e campeã do Masters da Indonésia, a ECHO Esports já mostrou sua força durante o mundial e chega empolgada para a etapa final. A equipe sempre foi uma das potências do país asiático, colecionando diversos títulos menores, e na última liga nacional ficou em terceiro lugar. Este é o primeiro FFWS da ECHO e, ainda assim, já conseguiu um grande resultado, saindo na frente durante a fase classificatória. Wira “Dutzz” Gunawan foi o destaque do time no Play-in, com 13 abates.

Com informações de Liquipedia e FF Esports BR

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Mais do TechTudo